Histórias Patrocinadas no Facebook – Uma ótima maneira de aumentar a visibilidade da sua marca

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Apesar de já existir a um bom tempo, as Histórias Patrocinadas ou Sponsored Stories não receberam tanta projeção no Brasil como deveriam. O maior problema disso é ainda, creio eu, nossa cultura imediatista, nada planejadora e relaxada, infelizmente o gestor brasileiro ainda tem que lidar com a forte imposição cultural do “jeitinho” ou da falta de estratégia.

As Histórias Patrocinadas tem como maior potencializador de sucesso a independência do EdgeRank. Para quem não sabe – EdgeRank é, de forma bem simplificada, o modelo de pontuação de qualidade do conteúdo e interatividade com determinados tipos de perfis, não é somente postar conteúdo e você terá a visibilidade desejada, na verdade sua mensagem vai competir sempre com inúmeras outras mensagens de outras Empresas como também usuários, o EdgeRank trata de entregar para aquele perfil de usuário as informações de forma segura dentro daquilo, que ele (usuário), tem maior tendência em consumir (conteúdo).

Sabendo então que apesar de todo o esforço da marca a mensagem pode ainda não ser entregue, já que o perfil do usuário também precisa estar indicando que ele é um potencial leitor daquele conteúdo, podemos compreender que existe um número significativo de pessoas que não são impactadas pelo seu conteúdo. Você pode avaliar isso de forma muito rápida e simples. Vá na área de Analytics do Facebook e procure por “Publicações da página”, nela você encontrará a coluna  ‘Alcance’, nesta coluna é possível visualizar o alcance único, ou seja, quantas pessoas receberam a sua mensagem de forma efetiva. Normalmente esse número é bem abaixo da quantidade de pessoas que Curtiram a página, mas o ideal é aumentar esse número.

Nesse aumento de visibilidade entram as Histórias Patrocinadas no Facebook, pois elas permitem que a sua mensagem seja entregue para perfis específicos que você pode segmentar, não diretamente como um anúncio, porém, estrategicamente para fazer branding ou simplesmente comunicar algo.

A força dessa proposta é o Engajamento, até mesmo por isso que no Brasil ainda não se tem tanta atenção a tal ponto. Infelizmente as marcas estão em processo de aprendizagem dessa nova realidade, afinal – em breve – marcas pequenas e médias, que não tem relacionamento sólido com o consumidor, terão sua participação de mercado reduzida, em grande escala.

Como é?

Para exemplificar o modelo de apresentação das Histórias Patrocinadas vamos utilizar uma imagem largamente exposta na Web e que mostra claramente o funcionamento dessa função de marketing no Facebook.

No exemplo acima temos Jessica, que fez um check-in no Starbucks. Pelas configurações da conta do Starbucks, todo Check-in deverá ser uma História Patrocinada, isso resulta então no modelo que os amigos de Jessica terão como visualizar no canto direito da tela do Facebook e acima dos Links Patrocinados. Nessa área é possível ver que possuem três acessos, o primeiro acesso para a conta da Jessica, ou seja, do próprio usuário, onde pode haver interação entre perfis, o segundo é para a página Starbucks e o terceiro é um Call-to-Action efetivo – Curtir.

Com essa ferramenta você pode tanto solicitar um Curtir para alguém de forma mais profissional e com apelo social, como também divulgar um post da página, fazer o curtir no post para se propagar e até uma página fora do Facebook – o que é bem interessante.

Conclusão

Se você pretende dar maior visibilidade a sua fan page e criar um relacionamento mais próximo com seu público alvo essa é uma ótima estratégia. É como sempre digo, “O investimento certo hoje é a comunicação sincera e competente que gerará as vendas de amanhã…”. É importante termos vendas efetivas, porém, é muito interessante já ir se preparando para as mudanças que já tem afligido esse mercado – Da mesma forma que o poder aquisitivo cresce, o poder de acesso a informação também, o seu consumidor hoje faz uso disso para definir se compra de você ou do concorrente – Quem melhor estiver gravado na memória do consumidor terá resultados mais expressivos sem apelo publicitário, afinal, a mensagem já está plantada em terra fértil – a mente do consumidor.

Um forte abraço, sucesso a todos.

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Luiz Castro Junior

Mais artigos deste autor »

Diretor da Alpis Consultoria.
Consultor Certificado 8 Ps - Marketing Digital, Planejamento Estratégico digital, Gestor de Projetos.


Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">