Configurando National Language Support (NLS) no Oracle

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Olá pessoal,

No artigo de hoje vou comentar sobre como evitar a visualização ou formatação incorreta de caracteres, datas e números (também conhecida como desconfiguração de caracteres, como vejo muitos desenvolvedores comentar), que afeta muitas aplicações e que já vi muita gente buscar ajuda em fóruns. Esse problema é muito comum em aplicações desenvolvidas em qualquer linguagem de programação e SGBD, e para evitá-lo, no caso de SGBDs Oracle, é necessário entender os recursos de suporte à globalização, mais especificamente, o National Language Support ou NLS.

NLS pode ser usado para definir, através de parâmetros, configurações de terrritório, idioma e conjuntos de caracteres (character set) no BD ou sessão de um usuário. Essas configurações incluem a formatação de datas, números, moeda, linguagem, separador de caracteres em listas, sistema de calendário etc.

Os parâmetros de NLS podem ser especificados na criação do BD, ou depois, em 4 caminhos (no cliente ou servidor) e a maior parte deles possui um valor padrão. Os itens abaixo apresentam exemplos de caminhos em que eles podem ser configurados, seguindo uma ordem de precedência, em que os itens de menor número são de mais baixa precedência, ou seja, se você configurar um parâmetro através de uma variável de ambiente (ver item 2), ele poderá ser sobrescrito por um parâmetro de sessão (ver item 3), que por sua vez, também poderá ser sobrescrito por um parâmetro de uma função SQL (ver item 4):

1- Configurando parâmetros NLS através de parâmetros de inicialização (instância) no Banco de Dados:

alter system set NLS_CALENDAR = persian scope=spfile;

2-  Configurando  parâmetros NLS  através de variáveis de ambiente no Sistema Operacional:

NLS_LANG=AMERICAN_AMERICA.WE8ISO8859P1

3-  Configurando  parâmetros NLS  através de parâmetros de sessão:

alter session set NLS_DATE_FORMAT = ‘dd/mm/yyyy’

4-  Configurando  parâmetros NLS  através de parâmetros de funções SQL:

TO_CHAR(hiredate, ‘DD/MON/YYYY’, ‘nls_date_language = FRENCH’)

Segue abaixo uma lista com os principais parâmetros de NLS, contendo nome e descrição do parâmetro, o valor padrão e o escopo em que ele pode ser configurado. Observe pela coluna valor padrão, que muitos parâmetros herdam valores de outros parâmetros. Por exemplo, NLS_DATE_FORMAT herda um valor do parâmetro NLS_TERRITORY:

Parâmetro Descrição Valor padrão Escopo:I=Instância,
E= Variável ambiente,
A= Sessão
NLS_CALENDAR Sistema de calendário Gregorian I, E, A
NLS_COMP Operador de comparação SQL, PL/SQL Binary I, E, A
NLS_CREDIT Símbolo de contabilidade de crédito NLS_TERRITORY -, E, -
NLS_CURRENCY Símbolo da moeda local NLS_TERRITORY I, E, A
NLS_DATE_FORMAT Formato de data NLS_TERRITORY I, E, A
NLS_DATE_LANGUAGE Linguagem para nomes de dias e meses NLS_LANGUAGE I, E, A
NLS_DEBIT Símbolo de contabilidade de dédito NLS_TERRITORY

-, E, –

NLS_ISO_CURRENCY Símbolo internacional ISO da moeda NLS_TERRITORY I, E, A
NLS_LANG Linguagem, território e conjunto de caracteres (character set) AMERICAN_AMERICA.

US7ASCII

-, E, -
NLS_LANGUAGE Linguagem NLS_LANG I, -, A
NLS_LENGTH_SEMANTICS Valor indicando como as strings são tratadas Byte I, -, A
NLS_LIST_SEPARATOR Caractere separador de itens em uma lista NLS_TERRITORY -, E, -
NLS_MONETARY_CHARACTERS Símbolo  monetário para dólar e centavos (ou seus equivalentes) NLS_TERRITORY -, E, -
NLS_NCHAR_CONV_EXCP Relata perda de dados durante uma conversão de tipos de caracteres -, E, -
NLS_NUMERIC_CHARACTERS Separador decima e de gupo (milhar, milhão etc.) NLS_TERRITORY I, E, A
NLS_SORT Sequência de ordenação de caracteres NLS_LANGUAGE I, E, A
NLS_TERRITORY Território NLS_LANG I, -, A
NLS_TIMESTAMP_FORMAT Timestamp NLS_TERRITORY I, E, A
NLS_TIMESTAMP_TZ_FORMAT Timestamp com Timezone NLS_TERRITORY I, E, A
NLS_DUAL_CURRENCY Símbolo de moeda Dual NLS_TERRITORY I, E, A

Configurando o parâmetro NLS_LANG

Um dos principais parâmetros para configurar NLS é o parâmetro NLS_LANG. Se ele for corretamente configurado, dificilmente você precisará configurar mais algum outro parâmetro. NLS_LANG permite configurar através de uma variável de ambiente (no cliente), a linguagem,  território conjunto de caracteres que serão usados pela aplicação.

linguagem especifica o idioma das mensagens Oracle, ordenação, nomes de dias e meses. Cada linguagem tem um nome único, como por exemplo: AMERICAN (valor padrão), FRENCH e GERMAN.

território especifica a formatação de data, moeda e números. Cada território tem um nome único, como por exemplo: AMERICA, FRANCE e CANADA. Se um território não for especificado, ele herda um valor da linguagem.

conjunto de caracteres (character set), especifica, como o próprio nome diz, o conjunto de caracteres que será usado pela aplicação cliente. Exemplos: US7ASCII, WEISO8859P1, JA16EUC. Cada linguagem tem um conjunto de caracteres associado que é configurado se um valor não for especificado em NLS_LANG.

Os 3 valores de NLS_LANG podem ser configurados através de muitas combinações, como por exemplo:

NLS_LANG=AMERICAN_AMERICA.US7ASCII

NLS_LANG=FRENCH_CANADA.WE8DEC

Obs.: Combinações ilógicas podem ser configuradas, mas não funcionarão apropriadamente. Se por exemplo, for configurada uma especificação de linguagem Japanese usando um conjunto de caracteres Western European, tal como WE8DEC, você estará inapto a armazenar dados na linguagem Japanese, pois WE8DEC não suporte dados japoneses:

NLS_LANG=JAPANESE_JAPAN.WE8DEC

Testando NLS_LANG

A configuração de NLS_LANG deve ser realizada através de uma variável de ambiente no cliente, portanto, irei demonstrar no passo-a-passo abaixo, a configuração e uso desse parâmetro em um cliente Windows que se conecta em um BD Oracle remoto. Para efetuar os testes é necessário ter o schema HR instalado (para mais informações sobre o HR, leia o artigo Instalando o schema de exemplo HR):

Passo 1- No cliente Windows abra um janela de prompt de comandos (ver Figura 1):

Figura 1 – Janela de prompt de comandos no Windows

Passo 2- Configure uma variável de ambiente com o nome NLS_LANG e valor American_America.WE8ISO8859P1 (ver Figura 2):

Figura 2 – Configurando NLS_LANG=American_America.WE8ISO8859P1

Passo 3- Conecte-se no BD remoto, através do SQL Plus, fornecendo um nome/senha de usuário válidos, que tenha acesso às tabelas do schema HR (ver Figura 3):

Figura 3 – Conectando-se no BD remoto através do SQL Plus

Passo 4- Execute a instrução SQL abaixo e veja que as datas e números estão formatados de acordo com o padrão americano (‘dd-MON-yy’), configurado previamente através da variável NLS_LANG (ver Figura 4):

SELECT  first_name,  hire_date,  salary, ROUND(salary/12,2)  FROM hr.employees where  rownum < 5;

Figura 4 – Executando SQL com NLS no padrão americano

Passo 5- Saia do SQL Plus e configure novamente a variável de ambiente NLS_LANG, mas desta vez, com o valor French_France.WE8ISO8859P1 (ver Figura 5) e repita novamente o Passo 3 (conexão ao BD com o SQL Plus):

Figura 5 –  Configurando NLS_LANG=French_France.WE8ISO8859P1

Passo 6- Execute novamente a instrução SQL do Passo 4 e veja que agora as datas e números estão formatados de acordo com o padrão francês (‘dd/mm/yy’), e não mais no padrão americano (ver Figura 6):

Figura 6 –  Executando SQL com NLS no padrão francês

 

Passo 7- Para demonstrar algo mais, iremos configurar agora, no nível da sessão (via SQL Plus), o parâmetro  NLS_DATE_FORMAT,  sobrescrevendo o valor herdado do território (ver NLS_LANG configurado préviamente), para que o ano das datas seja visualizado no formato com 4 dígitos e executaremos novamente a instrução SQL do Passo 4 para ver o novo resultado (ver Figura 7):

Figura 7 – Configurando NLS_DATE_FORMAT para exibir ano com 4 dígitos

Bom pessoal, para finalizar o artigo, quando for necessário identificar quais são os parâmetros de NLS do BD, faça um SELECT na visão NLS_DATABASE_PARAMETERS. Se você precisa identificar os parâmetros de NLS da instância, consulte NLS_INSTANCE_PARAMETERS. Se você precisa identificar os parâmetros NLS da sessão de usuário atual, consulte a visão NLS_SESSION_PARAMETERS, como no exemplo abaixo:

select * from nls_session_parameters;

Obs.: Lembre-se que parâmetros de NLS no nível da sessão sobrescrevem os parâmetros no nível da instância, que por sua vez, sobrescrevem os parâmetros no nível do BD, portanto, se quiser saber, por exemplo, o formato de data que a sua aplicação está usando, consulte NLS_SESSION_PARAMETERS.

Por hoje é só!

[]s

Artigo origem: Oracle Documentation: http://www.fabioprado.net/2012/11/configurando-national-language-support.html

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

1 Comentários

J. Castro
1

Ótimo artigo.
Depois de horas à procura de uma solução, encontrei esse artigo que resolveu meu problema. Bem “passo-a-passo” e muito esclarecedor.

Parabéns Fabio

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">