Segurança no Comércio Eletrônico

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

A facilidade de conectar-se a Internet de qualquer lugar, seja utilizando dispositivos móveis ou computadores pessoais, faz com que cada vez mais usuários utilizem esses canais de comunicação para comprar produtos, pagar contas entre outros serviços. Essa modalidade de negocio digital, denominado comércio eletrônico, cresce a uma taxa de 30% anualmente, segundo o e-bit.

Este nicho de negócio possui milhares de publicidades, contendo preços tentadores relacionados à venda de produtos em sites, redes sociais e facilidades que o consumidor tem em pesquisar antecipadamente, em várias lojas virtuais, para comprar um produto de qualidade e pagar o menor preço.

A tecnologia vem tornando a vida do ser humano cada vez mais cômoda, todavia, essa comodidade tem um preço, ou seja, o surgimento de diferentes modalidades de fraudes, pois, engana-se aquele que acredita que as operações efetuadas pela Internet são totalmente seguras.

O comércio eletrônico gera uma grande quantidade de transações eletrônicas na rede mundial de computadores despertando a atenção de pessoas mal intencionadas, denominadas hackers, cujo intuito é interceptar informações tais como dados de cartões de créditos ou senhas de contas bancarias.

Utilizando-se dos dados do usuário, o criminoso cibernético efetua compras ou realiza saques / transferências de dinheiro sem o conhecimento do proprietário do cartão que só descobrirá a clonagem assim que a fatura chegar, uma vez que para essas transações pela Internet não há necessidade de um cartão real, mas sim das informações contidas nele, como o número do cartão, data de validade e o código de segurança. Com esses dados é possível efetuar compras em qualquer loja virtual.

Em relação às ações desses criminosos que aplicam golpes em pessoas leigas, já existem métodos e ferramentas com a finalidade de coibir ou até mesmo eliminar qualquer tipo de fraude nessas transações eletrônicas, tais como: a validação de código de segurança dos cartões de crédito; o rastreamento do dispositivo de compra (IP) e o registro de dados de clientes com informações das últimas compras.

Algumas precauções que o consumidor deve tomar antes de comprar qualquer produto ou efetuar pagamentos é verificar se o computador que está utilizando possui um antivírus atualizado, que elimina a ação de programas maliciosos, um firewall, que atua no bloqueio de ameaças vindas da Internet e, principalmente, o consumidor deve verificar se a página em que ele esta finalizando a compra de um produto possui HTTPS. Outra maneira simples de verificar a segurança do site é visualizar o símbolo de um cadeado localizado na barra de endereços de seu navegador e assegurar-se que o certificado digital é de uma autoridade certificadora confiável.

Os navegadores mais utilizados atualmente como o Internet Explorer, Mozilla Firefox e o Google Chrome, possuem listas de autoridades certificadoras confiáveis, alertando o consumidor. Caso não reconheça a AC (Autoridade Certificadora), será exibida uma mensagem perguntando se o usuário deseja continuar navegando na página em questão.

Para confirmar a idoneidade de um site, às vezes, basta um simples gesto, tal como buscar com amigos que já compraram neste site, informações sobre a entrega, a qualidade do produto e outras informações que considerar relevante.

O consumidor que se utilizar dos métodos citados no artigo do link abaixo, dificilmente terá problemas com compras utilizando a Internet, podendo usufruir das comodidades e dos preços que existem no comércio eletrônico.

Artigo Acadêmico completo em http://www.4shared.com/get/OVOlyiAs/Segurana_no_Comrcio_eletrnico.html

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

1 Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">