Shared Services alinhado a estratégia por meio de processos

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

A utilização de uma Central de Serviços Compartilhados (CSC), expressão traduzida do termo em inglês “Shared Services Center”, tem se mostrado uma excelente oportunidade para as empresas alcançarem suas metas de Eficácia e Eficiência.

O CSC permite que a empresa se estruture de acordo com uma visão de Serviços Prestados, tanto no foco de atuação interna (entre Departamentos) quanto no foco de atuação externa junto aos seus Clientes / Fornecedores, dentro de um cenário consolidado, padronizado e harmonizado, a fim de garantir a racionalidade no consumo de recursos humanos e financeiros.

Mas como garantir que a adoção de uma Central de Serviços Compartilhados gere a efetiva racionalização de recursos? A simples centralização é suficiente?

No artigo a seguir, mostramos como a gestão por processos pode se tornar uma importante aliada na implantação do CSC, confira!

De acordo com o Especialista em Governança, Wellington Monaco, o CSC é um modelo de organização e operação onde os processos corporativos de uma empresa são identificados, separados e administrados a partir de uma visão de Produtos/Serviços integrados e apoiados por práticas e sistemas comuns que irão colaborar para a efetividade dos objetivos estratégicos do negócio. “O Centro de Serviços Compartilhados é um modelo de organização que tem como objetivo gerar vantagem competitiva obtendo maior eficiência nos seus processos internos e maior foco nas atividades “core” do negócio”, explica.

Dentre os principais objetivos alcançados pelas empresas quando da implantação de uma estrutura de Central de Serviços Compartilhados, conforme ressalta Wellington Monaco, destacam-se: a efetiva gestão dos principais processos de negócio no foco de metas corporativas, cultura organizacional de prestação de serviços, contínua busca corporativa pela melhoria contínua e identificação da não conformidade dos processos, e compromissos com o desempenho por meio dos acordos de níveis de serviços internos e com os clientes.

Para o especialista em Governança, a implantação da Central de Serviços Compartilhados implica em benefícios tanto no nível operacional, quanto no nível tático e principalmente no nível estratégico, culminando no efetivo acompanhamento do cumprimento das metas previamente definidas.

Com relação aos benefícios, conforme destaca o especialista, destacam-se:

Benefícios Operacionais (redução de custo)

  • Imediata redução de custos: mão de obra, eficácia e eficiências em atividades do dia-a-dia;
  • Consolidação de atividades corporativas (estruturação de processos), à partir de um cenário de Serviços (internos e externos).

Benefícios Táticos (consolidação da visão de serviços)

  • Maior expertise por meio da especialização;
  • Transparência corporativa na Identificação de “gargalos” e cobrança de efetividade e eficiência sobre as responsabilidades atribuídas;
  • As expectativas são gerenciadas por meio de Acordos de Níveis de Serviço;
  • Padronização e otimização de atividades, procedimentos e processos.

Benefícios Estratégicos (indicadores de desempenho)

  • Manutenção do conhecimento corporativo acumulado, podendo ser continuamente replicado às outras atividades;
  • Redução da dependência de partes terceirizadas;
  • Facilidade da alta gerência corporativa no acesso às informações mais uniformes e acuradas, e principalmente, na consolidação e apresentação de Indicadores de Desempenho;
  • Foco no core business.

Fonte: Blog Supravizio BPM

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Wallace Oliveira

Mais artigos deste autor »

Wallace Pinto de Oliveira, profissional de Tecnologia de Informação com mais de 15 anos de experiência em empresas de grande porte. Bacharel em Ciência da Computação pela Universidade Federal de Viçosa e Especialista em Engenharia de Software pela PUC Minas. Especialista em BPM e diretor da empresa Venki Tecnologia, fabricante do BPMS Supravizio (www.supravizio.com).


Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">