Tablets e Ultrabooks são realidades no mercado

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

A mobilidade hoje em dia é algo essencial para o usuário de tecnologia e, por isso, os tablets, notebooks e ultrabooks vêm se tornando cada vez mais realidade, com grande participação no mercado e, principalmente, no dia a dia das pessoas.

Os tablets caíram de vez no gosto do usuário que, atualmente, tem diversas opções de modelos e marcas à escolha. De acordo com pesquisa de mercado da IDC Brasil, foram comercializados cerca de 2,9 milhões de tablets no Brasil em 2012. O número é equivalente a cinco aparelhos vendidos a cada minuto. A empresa projeta para este ano um aumento para 5,4 milhões de unidades. No mundo, a estimativa da Forrester Research é de que haja 760 milhões de tablets em uso até 2016.

Já os ultrabooks ainda estão cativando a preferência do usuário, mas aos poucos, estão buscando seu espaço. Há pouco mais de um ano no mercado nacional, as vendas não atingiram o esperado, mas foram expressivas. De acordo com a IHS iSuppli, foram comercializados cerca de 10,3 milhões de computadores ultrafinos em todo o mundo. A expectativa é de que as vendas cresçam progressivamente, até alcançar 96 milhões de vendas em 2016.

Os números tímidos se devem ao alto preço dos aparelhos, que possuem uma alta tecnologia. Leves, finos, com configuração avançada e de baixo consumo, os ultrabooks utilizam baterias que chegam a durar oito horas, entradas HDMI e outras especificações básicas estabelecidas pela Intel que devem ser seguidas à risca para poderem carregar a marca. O ultrabook Lenovo S400u, por exemplo, tem apenas 21 milímetros de espessura e pesa 1,8 quilo.

Já chegaram ao mercado ultrabooks híbridos, que possuem tela com tecnologia touchscreen, mesclando notebook e tablet. Essa, inclusive, será uma tendência entre os ultrabooks, já que o touch passa a ser mais um dos requisitos básicos da Intel.

Enfim, a busca dos fabricantes para atender as necessidades e tendências do usuário é incessante, resta ao mercado absorvê-las, tornando os preços mais acessíveis, para atender a alta demanda por esses dispositivos, cada vez mais presentes na rotina dos usuários.

Por Bruno Coelho: gerente de marketing da AGIS

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">