Gerenciando TI para o Valor de Negócio

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Na hora de um executivo de determinada empresa defender investimentos em sistemas, quer seja no desenvolvimento interno, externo ou compra de sistema pronto, o mesmo necessita defender na proposta dada, pelo menos os seguintes itens:

  • Contribuição e benefícios dados pelos investimentos propostos
  • Alinhamento da proposta com o negócio da empresa
  • Como construir ou contratar capacidade TI para entregar e sustentar o software proposto
  • Custo total de propriedade
  • Retorno do investimento

É justamente nos quesitos investimento em software, custo de propriedade e retorno de investimento, que a Engenharia de Software tem muito a contribuir.

Metodologia do Índice de Valor de Negócio

Desenvolvido pela Intel para verificar o potencial de investimentos futuros, comparar opções e priorizar investimentos baseado no ambiente de negócios corrente, o índice considera:

  • Valor de negócio – Mede o impacto corporativo do projeto na estratégia da empresa e em suas prioridades
  • Eficiência TI – Mede como o investimento vai utilizar ou melhorar a infra-estrutura existente
  • Atratividade financeira – Mede o nível de investimento e o valor presente do projeto

Analisando o cenário acima para Softwares, além dos mesmos estarem alinhados às necessidades de negócio das empresas, eles devem ser desenvolvidos de forma eficiente e com o menor custo possível, considerando os custos relacionados à manutenção dos mesmos pós-implantação.

Valor TI

Pode ser descrita como tendo três processos:

  • Inovação – Imaginar a solução
  • Entrega da solução – Construir a solução
  • Provisionamento de serviço/produto – entregar e dar suporte a solução

Através de processos propostos no mercado e na Engenharia de Software, podemos otimizar a construção, entrega e diminuir custos de suporte relacionados aos Softwares por nós desenvolvidos.

Estratégias para redução de custos

Abaixo apresentamos as estratégias propostas para redução de custos na área Tecnologia da Informação pelas empresas.

  • Renegociar com fornecedores
  • Trocar fornecedores
  • Ajustar Acordos de Nível de Serviço
  • Realizar re-engenharia de processos de negócios
  • Rastrear gastos
  • Considerar alternativas de Outsourcing
  • Trocar recursos para localização de custos mais baixos
  • Substituir tecnologias/sistemas ultrapassados
  • Gerenciar portfólio TI
  • Minimizar custos operacionais com TI

Dos pontos apresentados acima, podemos verificar aqueles alinhados aos objetivos da Engenharia de Software, a saber:

  • Substituir tecnologias/sistemas ultrapassados, através de outras mais alinhadas aos requisitos não funcionais apresentados anteriormente
  • Minimizar custos operacionais com TI, através da utilização de sistemas com custos de manutenção menor

O livro Engenharia de Software na Prática detalha como a TI pode agregar valor ao negócio, além de falar sobre TCO, ROI.

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">