Gestão em TI: trabalhar para ser chefe ou líder?

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Já se sabe que o trabalho dignifica o homem. Essa é uma expressão que aprendemos desde cedo, quando ainda jovens, concluindo a faculdade e pesquisando o mercado sobre as oportunidades de trabalho. Muitos buscam as primeiras vagas que surgem, independente de olhar para o futuro, outros são mais planejados, procuram entender até que ponto podem crescer na vaga ofertada.

O mercado de trabalho em TI é muito competitivo e dinâmico, onde o profissional precisa se qualificar e se atualizar com as novas tecnologias com certa habitualidade para não correr o risco de ficar “obsoleto” e perder bons salários por falta de atualização.

Entretanto, a nova geração tem um pique para aprender novas tecnologias que nossos antepassados nunca viram. Eles já nasceram com a internet, estão conectados com o mundo diariamente e possuem facilidade de aprender com os novos desafios. Os jovens de hoje buscam reconhecimento de seus esforços em um curto espaço de tempo, o que pode prejudicar ou beneficiar, dependendo do perfil da empresa onde trabalham.

Todavia, em um modo geral, devemos trabalhar senpre pensando em almejar um objetivo. Alguns sonham em trabalhar para ser coordenador de TI, outros em serem chefes de equipes de segurança da informação. Você vai encontrar quem fale que tem o objetivo de meramente estar empregado e que a empresa o não dispense (as pessoas acham que isso é uma meta a longo prazo). Mas, raramente, você vai escutar: “eu quero trabalhar para ser um LÍDER!“.

O que leva as pessoas a não pensarem em ser um Líder e sim, em ser um Chefe, é a falta de conhecimento ou informação pela diferença entre eles. Não vou entrar na área do marketing nem dos princípios que regem a administração de empresas, somente vou comentar algo sobre eles que vai fazer você refletir e até, quem sabe, descobrir que você já é um líder e não sabe!

Normalmente, a geração passada, aqueles conhecidos como a geração x (isso mesmo meus amigos, e aí eu me incluo, pois são as pessoas que nasceram antes da década de 80) almejavam trabalhar para um dia ser Chefe e mandar no setor onde trabalhavam. Parecia que era bonito ser uma pessoa dando ordens para serem cumpridas, recebendo relatórios em sua mesa e tendo uma secretária para lhe oferecer boas xícaras de café.

Pois bem, esse é o verdadeiro chefe. Ele diz: “Pense”, “vai fazer” e espera sentado a resposta da ordem dada aos seus subordinados. Você tem dito essas palavras ultimamente? Então você realmente é um chefe!

Agora, se ao contrário disso, você fala para a sua equipe: “pensamos”, “vamos fazer”, “nós temos que…” então você é um Líder. Realmente você tem uma equipe de funcionários e não subordinados. Esse profissional de hoje, tem a percepção que todos estão no mesmo “barco” e que o sucesso é de todos assim como o fracasso também. A responsabilidade é dividida entre todos – líder e liderados.

O líder empolga a todos ao seu redor para mostrar resultados, incentiva o estudo, a pesquisa, a contribuição de ideias (através de brainstorm) e outras iniciativas que cativam os seus liderados, que passam a enxergar no seu líder, o leme que dará rumo ao sucesso profissional deles.

Enquanto que o chefe, dará sempre ordens, será pouco aberto a escutar seus subordinados e sempre terá o medo de perder o seu emprego para um subordinado da geração Y – os antenados na tecnologia e que possuem boas ideias empreendedoras.

E aí, vai continuar a ser chefe ou prefere ser um Líder?!

Até a próxima!

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Roney Médice

Mais artigos deste autor »

Coordenador de Segurança da Informação do Terminal Retroportuário, no Porto de Vitória, com mais de 17 anos de experiência na área. Consultor de Segurança da Informação do Grupo Otto Andrade. Perito em Computação Forense. Membro Fundador do CSA - Cloud Security Alliance, Membro do Comitê ABNT/CB-21 em Segurança da Informação. Graduado em Ciência da Computação, Direito e MBA em Gestão de Segurança da Informação.


4 Comentários

Giuliano CIntra
1

Bela matéria, mostra realmente a diferença que existe entre ser chefe ou ser um líder. Ou somos uma equipe, ou o Eu do chefe o derrubará..

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">