TI na Austrália: ainda é um mar de oportunidades e de dinheiro?

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Pouco mais de dois anos atrás, em 6 de Junho de 2011, publiquei aqui no PTI um artigo entitulado “TI na Austrália: um mar de oportunidades (e de dinheiro!)”. Se você não leu, sugiro que dê uma olhada rápida antes de continuar, o link está AQUI.

Na época fazia cerca de 4 meses que eu tinha me mudado pra Sydney com o visto de residência e havia conseguido arrumar um ótimo emprego menos de 24 horas depois de aterrizar aqui.

ti-australia-ainda-um-mar-oportunidades-dinheiro

O texto falava, em resumo, sobre o quão aquecido o mercado de TI estava e sobre os altíssimos salários pagos para os profissionais da área. A repercussão foi bem maior que a esperada e até hoje eu recebo emails de gente que leu e ficou interessada na possibilidade de construir carreira em TI na Austrália. No entanto, de uns seis meses pra cá notei que muitos dos emails começam com algo do tipo “vi seu texto e queria saber se a realidade continua a mesma, já que o artigo é um pouco antigo” e, por conta disso, resolvi escrever um novo post pra atualizar o pessoal com relação ao mercado de TI por aqui e ao processo do visto de residência.

Trago duas notícias boas e duas más: as boas são relacionadas ao mercado, que está melhor e os salários também estão, além do fato de que o dólar australiano está valendo mais (cerca de R$2,06); as ruins são relacionadas ao processo do visto de residência, que está um pouco mais caro e demorado e a tendência é que comece a ficar mais difícil com o passar dos anos.

Começando pelas boas notícias: o ano de 2011 foi muito bom pra TI por aqui, enquanto 2012 foi um pouco turbulento devido à situação econômica da Europa. Ninguém sabia o que esperar de 2013, mas por algum motivo o mercado reagiu e as vagas começaram a pipocar novamente e, por consequência, os salários também aumentaram (não vou falar de valores essa vez, se quiser ter uma noção é só dar uma lida no primeiro artigo, sempre tendo em mente que aqueles valores estão um pouco abaixo da realidade atual). Somando a isso o fato de que o dólar australiano subiu, o cenário é excelente pra quem pensa em vir pra cá e fazer umas economias pra mandar pro Brasil.

Agora a parte ruim: como eu já disse no primeiro post, o visto de residência é o primeiro passo pra quem quer arrumar emprego em TI na terra dos cangurus. Até aí nada de novo, mas a questão é que o processo pra tirar o tal visto mudou um pouco. Não ficou mais difícil, mas agora está mais demorado e um pouco mais caro. Concordo que não são notícias tão ruins, afinal de contas o investimento é alto de qualquer jeito e um pequeno aumento no valor e no tempo de espera não são motivos pra desistir.

Entretanto, se você está cogitando fazer o processo, não vacile – a hora é agora. A política imigratória do país tem sido alvo de incessantes críticas e virou assunto de TV e jornal de uns meses pra cá. Algumas medidas já foram tomadas com relação aos vistos sponsorados, já que algumas empresas estavam usando o sponsor pra trazer mão de obra barata de países mais pobres em detrimento dos profissionais locais. Até agora o visto de residência não foi afetado, mas está bem claro que as portas imigratórias vão se fechar gradualmente e que cedo ou tarde o visto de residência simplesmente deixará de existir. Essa é a tendência natural e não precisa ser entendido no assunto pra perceber que a movimentação nesse sentido já começou.

Fazendo um balanço geral, as notícias que trago são mais positivas do que negativas, afinal de contas o mercado está ótimo e o visto de residência continua ao alcance de praticamente todo mundo. No entanto, reconheço que o tom pessimista que permeia o artigo é alarmante, mas é justamente esse o propósito. Se você pensa em vir pra cá, é importante agir rápido: cedo ou tarde o visto de residência virará história e aí será tarde demais.

Assim como no primeiro artigo, pra quem quiser saber mais detalhes sobre a vida na Austrália, o mercado de TI, o processo do visto ou qualquer outra coisa relativa ao assunto, peço que deixem seus comentários abaixo. Nem sempre dá pra responder de imediato, às vezes demoro alguns dias, mas sempre dou um jeito de responder todos os emails, um a um. Também não deixe de dar uma passada no meu blog: http://baririensenaaustralia.blogspot.com

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

José Eduardo Slompo

Mais artigos deste autor »

PARA SABER MAIS SOBRE O DIA-A-DIA E O MERCADO DE TRABALHO NA AUSTRÁLIA OU ATÉ MESMO PARA TIRAR DÚVIDAS SOBRE O VISTO, ACESSE MEU BLOG: http://baririensenaaustralia.blogspot.com.

Desenvolvedor de aplicações Java EE, formado em Engenharia de Computação pela UFSCar (Universidade Federal de São Carlos) em 2006, já passei por 4 empresas no Brasil (uma pequena, uma média e duas multinacionais), morei 3 meses em Shanghai, China, onde fui líder do time brasileiro em um projeto, e atualmente estou morando em Sydney, Austrália, com visto de residência e como consultor de desenvolvimento Java EE.


38 Comentários

Carlos HenriqueCarlos Henrique
1

Parabéns pela iniciativa,também sou colaborador do site,achei super válido seu post,tenho a intenção de atuar fora do País(Canadá),mas sei que é preciso melhorar o nível do meu inglês para isso.

Sérgio Francisco
2

Fala Eduardo!
Muito maneiro esse teu artigo. Cada vez mais você me deixa interessado em me aventurar em uma carreira no exterior. Aqui, em terra brasilis, as coisas estão cada vez mais difíceis. Dentre muitos fatores, o que ainda mais me atrapalha é a comunicação em inglês, coisa que estou buscando aprimorar… sair do intermediário e chegar a um nível avançado.

E pros interessados que precisarem de info sobre carreiras em TI na Austrália, recomendo enviar mensagens pro Eduardo. O nosso amigo aí é muito prestativo e sempre quando dá, responde as mensagens dando várias dicas.

Abraços!!

Nicholas
3

Eduardo,

Em primeiro lugar, parabéns pelos dois artigos. Sempre tive muita vontade de trabalhar fora justamente por que o mercado aqui tem a tendencia de não valorizar seus profissionais, porém até agora tinha considerado apenas o Canadá.

Referente ao visto fiquei com uma dúvida, há algum tipo de validade?
Digo isso pois mesmo que tirasse agora, não poderia mudar de imediato apenas daqui a uns 2 anos.

Abraço!

José Eduardo Slompo
4

Carlos,

Legal que curtiu o post, o Canadá também é top pra IT! A única coisa que me brocha lá é o frio, no mais parece ser realmente um país fantástico.

Fala Sérgio,

Valeu pelas palavras! É isso aí, cara, tem que focar no inglês senão não tem como construir uma carreira decente fora do país. A propósito, acabei de responder seu último email. :)

Fala Nicholas,

A partir do momento em que recebe o visto, vc tem uma data limite pra entrar no país, normalmente de uns 9 a 12 meses. Se esse limite é muito curto (que me parece ser o seu caso), o que vc pode fazer é vir pra cá nem que for pra ficar só um dia, assim já valida o visto e pode voltar tranquilo pro Brasil, resolver quaisquer pendências sem pressa e mudar em definitivo somente quando estiver com tudo em ordem.

Abraços, pessoal!

Nicholas
5

Eduardo,

Pow cara valeu mesmo pela dica, acho que vou fazer isso então.
Vou ficar acompanhando seu blog!

Abraço!

Luiz Henrique
7

Fala Eduardo boa noite,
Cara estive na Australia o ano passado por 2 meses , mas só pra estudar e diversão mesmo. Estou com planos de voltar dessa vez pra ficar , sou desenvolvedor java e ruby tb , vi q tem bastante vaga na minha area, gostaria de pedir umas dicas de onde pesquisar sobre esse visto , pois todo lugar q eu vejo alguma coisa, sempre é de gente querendo ganhar “uma graninha facil” em cim de quem esta buscando informacao. Parabens pelo post e muito obrigado.

José Eduardo Slompo
8

Fala Luiz,

A possibilidade de aplicar ou não pro visto de residência depende de alguns fatores como idade, formação, experiência depois de formado, nível de inglês etc. Pode me mandar um email que a gente conversa melhor.

Abraco!

Washington
9

Fala José!

Parabéns aí por mais um artigo com informações pra galera que tá com vontade de ir pra Austrália. Eu faço parte dessa galera e agradeço a ajuda, muito obrigado mesmo pela dicas!

Abçs,

Joabe Sousa Carmo
14

Boa noite/dia José Eduardo! Primeiramente, quase não pude acreditar quando li os dois artigos. Tenho quase que um amor platônico pela Austrália (rsrs). Então, claro que quero morar aí. E ainda é esse paraíso na área de T.I.? Por favor me diga os passos que devo seguir para tirar o visto de residência. Com certeza manteremos contato daqui pra frente. Meu email é [email protected]. Muitíssimo obrigado por essas informações. Te darei um bom aperto de mão pessoalmente de agradecimento quando estiver por aí independente do tempo que isso leve. Como eu disse, é um sonho pra mim esse país. Estarei no aguardo. Abraço.

Arsiclaro
16

Excelente texto José. Eu me orgulho dos profissionais de TI do nosso país que, ao contrário dos advogados, políticos e outras classes tais, são bons, se atualizam e buscam sempre o melhor. Eu sou administrador de redes linux/win senior e tenho conhecimentos bons na área de segurança, além de estar terminando Gestão de TI na FATEC. Eu gostaria de saber como está o país na área de infraestrutura, e se vc sabe se nos EUA tem oportunidades na área também.

Obg antecipadamente por responder.

Sucesso

Tatiana Bibiano
17

Eduardo.

Adorei sua matéria e seu blog….muito bom por sinal.

Sou estudante de Redes de Computadores e pretendo fazer Mestrado também na área de TI.

Bom quem sabe um dia conhecer países diferente..seria o máximo.

Muito obrigado pelas dicas.

Tatiana Bibiano

Tiago Alves
19

Show de bola o artigo José! Me abriu ainda mais os olhos (e o horizonte rsrs).
Muito obrigado pelas informações!

Também trabalho na área de engenharia de software, porém na parte de testes de software. Com relação a testes de software (analistas de testes, engenheiros de testes, etc) como está o mercado por aí? Há vagas? Tem idéia de média salarial?

Bom, vi que temos muito que conversar rsrs irei te mandar um e-mail com algumas dúvidas pra prosseguirmos por lá.

Obrigado pelas informações, são extremamente valiosas :D

Abraço!

José Eduardo Slompo
20

Arsiclaro, já respondi teu email.

Tatiana, legal que curtiu o artigo e o blog, continue seguindo! Vc tá no caminho certo, mas só vai poder aplicar pro visto de residência depois que completar dois anos de experiência na área, sendo pelo menos um deles depois de formada. Até lá, o que recomendo é pegar firme no inglês.

Jair, esse comparativo não faz o menor sentido, está completamente fora da realidade. Com 4 mil dólares líquidos por mês dá pra morar e comer super bem, passear todo fim de semana e viajar de vez em quando – e esse é o salário de um cara com curso técnico. Um cara com formação superior, de nível intermediário ou senior vai tirar no mínimo 5,5 mil dólares líquidos por mês (repare que eu disse “no mínimo”, ou seja, tô sendo bem pessimista, normalmente se ganha muito mais).

Tiago, o mercado pra área de testes tá bom sim, mas infelizmente essa área não é elegível pro visto de residência.

Leandro Alves
21

Fala garoto, tudo certo? Parabéns pelo artigo! Me tira uma dúvida….como o processo de residência é um pouco demorado e tal….como que ta a questão de ir com visto temporário através de um sponsor? Conhece esse processo? É burocrático? Fácil de conseguir ou também demanda tempo? Valeu ai…..abração.

José Eduardo Slompo
22

Fala Leandro,

Cara, tenho um parágrafo pronto sobre isso que sempre colo nos emails que respondo, vou colar aqui pra vc:

“Pra conseguir construir carreira por aqui precisa tirar o visto de residência. Tentar sair mandando o CV sem ter tirado o visto não adianta nada, ninguém vai contratar um cara do outro lado do mundo baseado apenas em conversas por telefone e ainda por cima providenciar toda a papelada do visto, não importa o quão bom vc seja. Se quiser tirar a prova, dá uma entrada no http://www.seek.com.au e http://www.careerone.com.au, vai ver que ninguém aceita CV de quem não é cidadão ou não tem visto de residência.”

Em resumo: não adianta buscar atalhos, se quiser arrumar emprego em IT na Austrália tem que tirar o visto de residência.

Abraço!

Rafael
23

José Eduardo, trabalho com Siebel CRM, e o mercado aqui no BR, infelizmente, não está aquelas coisas.

O que você poderia me dizer sobre carreiras/demanda de Siebel aí na Austrália? É promissor?
Por ser algo “raro” em comparação com outras tecnologias, seria fácil arrumar uma posição de trabalho?

Muito obrigado!

ps: tenho interesse em saber como é o mercado de Siebel fora do Brasil.

José Eduardo Slompo
24

Fala Rafael,

Tem muita vaga pra Siebel por aqui sim, arrumar trabalho não é problema. O grande xis da questão é o que eu disse no artigo e já disse em vários comments: se quiser arrumar emprego em IT na Austrália tem que tirar o visto de residência.

Se quiser falar mais sobre o visto, pode me mandar um email ([email protected]), vou ajudando conforme der.

Abraço!

Diego Silva
25

Boa noite José Eduardo,
Acabei olhando seu site sem querer, mas como eu tenho um desejo de sair da porcaria do Brasil acabei me interessando. Eu trabalho administrando redes Microsoft, certificado. Como está a área de infraestrutura por ai cara. Gostaria desse feedback. Meu inglês é mais leitura, conversação ta ruim ainda, mas nada que não poderei aprender rápido. Você tem base de salário pra essa área? Muito obrigado e parabéns pela sua iniciativa, com certeza muitas pessoas são ajudadas pela sua boa vontade…show de bolaa

José Eduardo Slompo
26

Fala Diego,

A área tá boa, paga muito bem, o problema é que sem inglês avançado não dá pra tirar o visto de residência. De qualquer forma, me diz o seguinte: vc é formado? Se sim, em quê e há quanto tempo? Qual sua idade atual?

Manda as respostas por email pra não poluir a thread de comments: [email protected]

Abraço

Bruno Cardoso
27

Boa noite Eduardo primeiro parabéns pelo seu POST, segundo tambem penso muito da qui a algum tempo me mudar de pais primeiro pra adquirir uma experiência profissional e segundo aprender uma língua na integra, tenho uma empresa que atua na instalação de equipamento de redes com roteadores CISCO e outros equipamentos, penso muito nos USA mas vi alguns comentários sobre Canadá, o que vc acha entre esses países ou ate mesmo Austrália?

José Eduardo Slompo
28

Fala Bruno,

Os três países são bons pra se morar, têm qualidade de vida muito superior ao Brasil, então depende de dois fatores: o que vc quer pra vc e qual país vai te dar oportunidades.

Por exemplo: se vc não gosta de frio, esqueça o Canadá. Por outro lado, se quer um sistema de saúde praticamente perfeito, vá pro Canadá. Cada país tem seus prós e contras, depende do que é mais importante pra vc.

Sobre o lance das oportunidades, cada país oferece diferentes caminhos pra quem pensa em imigrar, cabe a vc pesquisar qual a melhor estratégia baseado no seu perfil profissional.

Abraço!

Elder
29

Olá, Eduardo. Parabéns pelo post, muito bom mesmo.
O mercado está aquecido também para os profissionais com carreiras voltadas para gerenciamento de projetos de TI como Gerenciamento de Projeto, Scrum Master, PMO e gestão de portifólio?
O que você pode nos dizer sobre esse lado da histório?
Grande abraço,
Elder.

rudiney
31

Estão ótimas suas informações!!! Muito obrigado.
Por favor, indique o site onde existe o algoritmo de obter o visto de residência. :)
Grande abraço

José Eduardo Slompo
32

Fala Rudiney,

Não tem algoritmo nem fórmula secreta, é um processo bem longo e caro. Costumo dizer que é um “Projeto”. :)

Pode dar uma olhada no http://www.immi.gov.au, as infos estão lá, mas é tudo muito bagunçado e às vezes até contraditório, por isso ofereço essa ajuda pro pessoal. Como já passei pelo processo, sei o caminho das pedras e isso faz uma enorme diferença pra quem tá confuso com a bagunça do site da imigração.

Pode me mandar email se quiser: [email protected]

Abraço

Ivan
33

Fala José,

Muito legal seu blog, já te mandei e-mail, mas a maior dúvida que tenho é para o visto, já estpu juntando os documentos para mandar para a ACS, e pelo que vi a pós(especialização, sem ser mestrado ou doutorado) não conta muito, é verdade?

Abraços

Madureira
35

Boa tarde José !

Tudo bem ?

Estou pensando em fazer intercâmbio, a Austrália foi o lugar que mais me encantou. Penso em ficar alguns meses para estudar e futuramente se possível, trabalhar e fazer cursos. Mas preciso melhorar o meu inglês e juntar mais grana.
Gostaria de tirar umas dúvidas.
Eu também trabalho com TI, tenho um curso técnico. E queria saber se os cursos de informática na Austrália são bons ?
E eu tenho deficiência auditiva parcial. As empresas fazem o mesmo que aqui no Brasil, admitem por cotas de deficientes ? Há algum preconceito para pessoas com deficiência?

Aguardo sua resposta assim que possível.

Obrigado.

José
36

Olá José,

Sofro do mesmo mal do colega Madureira, em relação à surdez unilateral…

Mas gostaria de adicionar outras questões:

– Estou firmando conhecimentos sólidos em Web (PHP, JS+CSS+HTML5, etc) na área de desenvolvimento de _sistemas web_ (e não de websites)… Hoje pelo que vejo nos sites de emprego e relatos, a área de Web é a menos valorizada dentro da TI na Austrália…
Pelo que você ve por ai, acredita que com essa leva de novas tecnologias Web (e desenvolvimento mobile via Web) a coisa vai melhorar nos próximo 3 ou 4 anos (em termos de salário)? Ou seria melhor focar em Java e Processos (minha área é desenvolvimento como um todo e meu foco é $$$)?

– Tens uma checklist sobre o que fazer antes de [pensar em pedir o visto e] viajar? Minha idéia é para daqui 2 ou 3 anos, mas gostaria de ir adiantando o que pudesse por enquanto (passaporte, vacinas, IELTS, etc)?

José Eduardo Slompo
37

PESSOAL,

POR ALGUM MOTIVO DESCONHECIDO, NÃO ESTOU MAIS RECEBENDO NOTIFICAÇÕES DOS NOVOS COMENTÁRIOS, POR ISSO VÁRIOS ESTÃO SEM RESPOSTA. POR FAVOR ENVIEM EMAIL PARA [email protected] AO INVÉS DE DEIXAR COMENTÁRIO.

MINHAS DESCULPAS AOS QUE FICARAM SEM RESPOSTA, MAS COMO EU DISSE, É SÓ MANDAR UM EMAIL QUE DOU UM JEITO DE RESPONDER EM ALGUNS DIAS. :)

ABRAÇO A TODOS E OBRIGADO PELA COMPREENSÃO!

Carlos Santana
38

Olá José Eduardo,

Primeiro parabéns pelo post e iniciativa de ajudar os outros, apenas por ajudar, pessoas assim é que fazem diferença no mundo.
Bom, tenho 37 anos sou Analista de Sistemas, atuando no mercado de Ti como desenvolvedor de aplicações web e desktop, linguagens C#, Asp. Net banco de dados SQL Server, possuo inglês avançado, sou casado e tenho 3 filhos, 17, 8 e 5 anos respectivamente.
Sempre ouço falar sobre oportunidades de trabalho na Austrália e talvez nunca estive tão interessado no assunto como agora, gostaria de saber se o mercado ainda esta propício para investir nesta empreitada, qual seria o melhor local para morar com a família, quais são os primeiros passos, ir com emprego ou procurar quando estiver na Austrália, ou seja, dúvidas diversas,
Agradeço muito por toda e qualquer ajuda.
Carlos Santana
28/10/2014

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">