Virtualização e a TI (Verde) Sustentável

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Nunca se falou tanto em economia de recursos, sustentabilidade e TI verde. O mundo que vivemos esta cada vez mais saturado e se faz cada vez mais necessário o investimento em tecnologias que possam reduzir o consumo de recursos. Em paralelo a isso, o poder computacional cresce de forma gigantesca, um exemplo básico desta evolução esta no seu bolso: quantos GHz (ou MHz) seu smartphone possui?

virtualizacao-ti-verde-sustentavel

Frear esta evolução é impossível, cada vez mais veremos smartphones, tablets, ultrabooks e outros gadgets tomando conta do mercado. Hoje qualquer criança já possui um smartphone e isso tem se tornado um grande desafio para a humanidade, como fazer para unirmos a evolução constante e inevitável com a sustentabilidade. Uma das respostas para esta pergunta com certeza é a virtualização de servidores. Muito tem se falado desta tecnologia e muitos benefícios tem se explorado ao longo dos anos, não é segredo nem novidade para ninguém todas as vantagens que a virtualização proporciona para aqueles que a usam. Escalabilidade, gerenciamento simplificado, provisionamento, melhor uso do hardware estão dentre os benefícios. Tudo isso tem se falado inclusive por mim, neste mesmo portal eu já falei muito sobre tudo isso.

Hoje gostaria de lhe convidar a pensar na virtualização como economia de recursos, para isso abordaremos os seguintes pontos:

Redução na emissão de carbono

Uma pesquisa de 2007 (se alguém souber de uma mais nova, comente!) mostra que computadores emitem a mesma quantidade de carbono que os aviões, de acordo com a pesquisa os computadores geram cerca de 35 milhões de toneladas de CO2 por ano – o equivalente a um milhão de vôos típicos de ida e volta ao Reino Unido. A Gartner, companhia internacional de pesquisa de tecnologia da informação, estima que globalmente a indústria de TI é responsável por 2% das emissões de CO2 – o mesmo que a aviação.”

Você deve estar pensando: mas como eu posso contribuir com isso? A virtualização é uma grande arma contra a emissão de carbono, e a explicação é bem simples. Imagine um datacenter de uma empresa com 30, 40 computadores físicos. Agora imagina estes computadores funcionando virtualmente em apenas 2 servidores. Não temos mais 40 computadores emitindo CO2 e sim apenas 2, consegue imaginar o tamanho da redução do impacto que estaríamos proporcionando com a ampla utilização da virtualização?

Redução na geração de lixo eletrônico

Segundo uma pesquisa da revista Info, até o final de 2011 o mundo gerou 50 milhões de toneladas de lixo eletrônico! E isso é equivalente a todo o lixo que uma cidade como São Paulo gera em 8 anos. Todos os anos milhares de computadores são descartados por simplesmente não atenderem mais as expectativas. Com a evolução dos softwares, cada vez mais se pede hardwares mais potentes e aquele servidor que a 1 ano te atendia hoje já não lhe atende mais. Grande parte da culpa deste fato é o pensamento imediatista dos gestores de TI, que não se programam a longo prazo, não fazem metas de crescimento e consequentemente não se compra pensando no futuro. Isso faz com que seja necessário o constante investimento em novos computadores, descartando os antigos.

Uma virtualização bem planejada pode ajudar a evitar este crescimento de geração de lixo eletrônico. O planejamento do crescimento aliado a virtualização promovem a aquisição de computadores que vão atender a necessidade de uma empresa por 3, 4, 5 anos sem a necessidade de aquisição de novos equipamentos, no máximo acontecerá o melhoramento dos computadores já existentes com a aquisição de discos e memória, por exemplo.

Redução no consumo de energia elétrica

Deixei este tópico por último por se tratar do mais óbvio dentre todos. Não tem o que se discutir com relação a grande economia de energia elétrica que a adoção da virtualização proporciona. Esta conta é bem simples: imagine 10 servidores físicos, cada servidor terá no mínimo 1 fonte – se formos falar de servidores homologados teremos 2 fontes para cada servidor. Neste cenário teremos 20 fontes ligadas à rede elétrica consumindo energia. Se virtualizarmos estes 10 servidores usando apenas 2 servidores  físicos, teremos não mais 20 fontes e sim 4. Não precisamos ser bons em matemática para termos uma ideia da economia gerada com a virtualização.

Um outro fator importante é a geração de calor, pois cada servidor ligado gera uma quantidade de calor e, consequentemente, aumenta a necessidade de uma maior refrigeração. Ou seja, com a virtualização você também economiza com aquisição de aparelhos de ar condicionado.

Eu não tenho dúvidas das vantagens da virtualização para uma TI sustentável, me arrisco a dizer que é a grande aliada da TI Verde, visto que se pode manter o mesmo poder computacional com bem menos recursos físicos. Os CIOs estão cada vez mais observando estes aspectos. pois estão deixando de olhar a TI apenas no ambiente operacional e estão começando a enxergar a TI como parte fundamental do negócio.

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Frederico Neves

Mais artigos deste autor »

Profissional graduado em Sistemas para internet, possui grande experiência em projetos de virtualização e cloud computing. Atualmente ocupa o cargo de Consultor de TI na PRODAMA atuando com a equipe de vendas dimensionando cenários e desenhando projetos. Atuo também em implementações de toda linha VMware, IBM System X, IBM System Storage, ARCSERVE Backup.
Profissional especialista IBM System X, IBM System Storage e VCP5 VMware.
Contato: (44) 8411-2684
email: [email protected]


8 Comentários

Márcio Ikegami
1

Frederico, com relação ao profissional que trabalha com virtualização de servidores, qual a formação e certificação necessária para entrar nesse mercado ?

Suélio Dantas
2

Isso é uma realidade, sou Técnico em Informática e quando chego para meu cliente dizendo que ele tem que trocar a máquina, e peço uma configuração TOP, o espanto é grande pois o preço desse tipo de equipamento é elevado, mas o que ele não sabe é que esse equipamento irá durar 4 ou 5 vezes mais do que aquele equipamento baratinho e já fora de linha.

Adriano
4

Bom dia,
Minha pergunta é a capacidade de processamento para desenvolvedores, aulas de por exemplo auto cad, corel, etc… que requer muita memoria e processamento, pode ser virtualizado sem problemas. Vamos supor um laboratórios de informática de uma universidade com 50 acessos em uma aula de modelagem 3d em auto cad, vai funcionar corretamente?

Lucas Alcântara
5

Meus caros, THALES E MÁRCIO.

Para profissionais serem especialistas na área de virtualização, além da sua graduação (básico para qualquer profissional) existem cursos específicos, cursos técnicos e preparatórios para que se torne profissional certificado, comprovando seu conhecimento na área. A VMWare por exemplo é muito bem aceita e respeitada no mercado; pode acompanhar o plano de certificação deles neste link: http://mylearn.vmware.com/portals/certification/
Além disso, cursos em administração de servidores Windows Server 2008 e 2012 que possuam Hyper-V dentre as matérias do plano, pois é o sistema proprietário Microsoft para virtualização (nível de software ou como core).

Caro, ADRIANO. Na verdade a resposta para a sua pergunta é ela mesma! Sabendo para qual uso será, deve iniciar o projeto com a compra do hardware adequado. Para o seu exemplo, ter 50 desktops (ou acesso múltiplos) utilizando tais recursos, precisará de um servidor com capacidade para múltiplos processadores físicos, bastante memória (calcule assim: quantidade de memória indicada pelo fabricante do software x quantidade de computadores + ideal para sistema hospedeiro+reserva de cargas de processos extras) e além disso, processadores de vídeo de excelente qualidade. Terá ganho com a centralização das máquinas, facilitando backup, gerenciamento e manutenção. Caso não tenha conhecimento para tal implementação, de nível intermediário, precisará contratar um profissional da área como o Frederico, dono do artigo acima.

Caro, FREDERICO.
Parabéns pelo artigo. Muito bem escrito, claro e direto. Desculpe-me pela tentativa de ajudar os colegas respondendo suas perguntas.

Frederico Neves Autor do Post
6

Pessoal me desculpe passou batido as perguntas, sobre as certificações a VMware fornece varias certificações, porém é preciso antes de mais nada fazer um curso dela, eu indico a CNT em São Paulo para isso, depois você terá que fazer a certificação VCP ai depois o céu é o limite :).
Quanto ao Adriano, a resposta do Lucas foi no ponto rss, caso o mesmo ainda tenha alguma duvida favor entrar em contato pelo e-mail [email protected]

Rodrigo
8

Boa noite, uma coisa que não entendi é como os servidores liberam co2, alguem poderia me explicar? queria colocar algo desse artigo no meu tcc

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">