6 dicas para redução de custos operacionais na área de TI

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

As pressões econômicas e o novo cenário da gestão forçam a busca por metodologias, processos e sistemas de TI mais eficientes e com custos reduzidos.

Com um orçamento cada vez menor, a área de tecnologia da informação assume um grande papel no auxílio da redução de desperdícios das empresas e deve começar por ela própria a dar uma contribuição importante. Alinhar metas e objetivos da empresa com a área pode ser um ótimo ponta pé inicial, além de mostrar aos gestores o valor que o departamento representa para a empresa.

A redução do custo operacional de TI não é uma tarefa complicada, mas vai exigir empenho para que os resultados sejam rápidos. Veja como fazer!

Imagem via Shutterstock

Imagem via Shutterstock

Dicas para redução de custos operacionais na área de TI

Falar em redução de custos operacionais em TI envolve algumas práticas importantes que devem potencializar esses resultados através da inovação com foco na otimização de processos. Hoje o setor encara uma necessidade de aumentar o seu portfólio de serviços oferecidos, e ter uma governança de TI mais rígida e bem definida pode configurar uma estratégia mais sólida na busca por redução de custos aliado a maior força competitiva no mercado.

1. Avalie os sistemas utilizados

Comece avaliando as metodologias e sistemas de TI utilizados na empresa: alguns podem não ser tão eficientes ou são pouco utilizados. Segundo um estudo da Gartner (empresa americana líder em pesquisa e consultoria em TI), encerrar as atividades desses sistemas pode gerar uma redução de até 25% dos custos operacionais, além de permitir que os processos sejam otimizados ao serem migrados para um sistema mais completo, atualizado e de ampla integração. Para isso, identifique o nível de rendimento gerado por cada sistema e os que demandarem maiores recursos confrontados com um baixo rendimento devem ser eliminados.

2. Escolha os servidores ideais para reduzir os custos de TI

Muitas empresas concentram seus serviços e softwares em diversos servidores de baixo desempenho ou obsoletos. Nesse cenário, mudar a estratégia pode ajudar a empresa a poupar um bom dinheiro. Outra pesquisa apresentada também pela Gartner aponta que até 20% dos investimentos podem ser reduzidos se a empresa optar por trocar os serviços de diversos servidores mais fracos por, no máximo, dois servidores mais potentes. Assim, economizará bastante reduzindo o número de fornecedores e licenças de softwares já obsoletos.

3. Reduza custos adotando um SaaS

O SaaS (Software as a Service) é outra opção bastante interessante a ser considerada na busca por uma redução de custos operacionais de TI. É uma solução muito utilizada pelos fornecedores de softwares para oferecer aos clientes ferramentas que proporcionem maior praticidade e simplificação dos processos de TI. Adotando o SaaS, o gestor da empresa poderá eliminar o uso de servidores com custos elevados e ter uma grande economia com relação as atualizações e manutenções da infraestrutura, já que o próprio fornecedor deverá ficar responsável por essas funções.

4. Automatize os processos operacionais

Tarefas que apresentem certo grau de repetição podem e devem ser automatizadas para economizar tempo e custos, além de agregar mais qualidade e confiabilidade a elas. A automação dos processos de TI irá aumentar a eficiência ao eliminar erros humanos e ainda oferecer uma auditoria de alta relevância rastreando os passos executados para diagnosticar possíveis falhas com maior precisão.

Os números dizem muito. Em uma pesquisa realizada pela Information Week Analytics (empresa americana líder em pesquisa e tecnologia voltada para os negócios) revelou que 89% dos profissionais da área consideram a automação fundamental para os processos de TI, mas apenas 10% deles afirma adotar esse recurso como forma de inovação. Dessa forma, deixam de aproveitar essa importante ferramenta para acelerar a produtividade e conseguir uma redução de custos rápida através da otimização dos processos.

5. Tenha a Cloud como aliada para reduzir custos operacionais

Transferir a infraestrutura de TI de uma data base local para um sistema hospedado em nuvem é uma saída que deve ajudar a reduzir custos com a contração de softwares e eliminar os custos que envolvam manutenções e atualizações com novas versões. Um sistema em nuvem não gera custos para a realização dessas tarefas e ainda agrega mobilidade com acesso ao sistema da empresa a partir de qualquer dispositivo móvel e em qualquer lugar, desde que tenha um ponto de acesso à internet.

Considere que você precise consultar dados e informações no sistema, mas não pode ir até lá. Com a cloud, você não vai mais precisar estar presente na empresa para consultar dados e informações do sistema e, isso, permite reduzir custos que vão além do financeiro agregando maior agilidade as tarefas. É uma forma interessante de ingressar a empresa nas inovações tecnológicas do mercado.

6. Adote a terceirização de serviços como solução na redução de custos

Muitas vezes, ações simples podem proporcionar uma redução de custos operacionais rápida e aumentar a rentabilidade em um curto período de tempo. Novas metodologias impulsionadas por inovações tecnológicas proporcionam uma melhor relação custo/benefício das operações de TI e parte desses benefícios podem ser adquiridos com uma consultoria especializada.

Essa ação poderá fazer com que o orçamento destinado para o setor seja reduzido aproveitando melhor os recursos disponíveis para produzir mais e com qualidade. Além disso, colocará a empresa em contato com profissionais qualificados que indicarão rapidamente o que deve ser feito para se alcançar as melhorias dos processos e a utilização de ferramentas de tecnologias modernas e avançadas que possibilitarão um compartilhamento de informações para o aumento do know-how da empresa.

E você, ainda tem dúvida de como reduzir custos operacionais de TI? Deixe um comentário e compartilhe a sua experiência conosco!

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Laercio

Mais artigos deste autor »

Profissional com 25 anos de experiência na área de Tecnologia da Informação. Possui larga experiência na área de Gestão, Planejamento Estratégico e Desenvolvimento de Soluções. Formado em Administração, possui MBA em Gestão e Economia pela UFRJ e Mestrado em Gerenciamento de Sistemas pela PUC.
É Sócio-fundador da UP2Place.


1 Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">