Manual de Guerrilha para Pais (Presentes) Concurseiros

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Se você resolveu ler esse artigo na esperança de que eu vou dizer que ser Pai Concurseiro é fácil, pode parar por aqui. Definitivamente, não é. A ideia aqui é apenas mostrar também que não é tão impossível assim.

Esse artigo já estava engatilhado no meu buffer há tempos, pois tenho vivido intensamente o papel de Pai nos últimos anos, e resolvi aproveitar esse Dias dos Pais de 2015 para materializá-lo.

Alguns podem dizer: - Ah, mas, Walter, você mesmo diz que não é mais concurseiro…

Fato, mas, ao contrário do muitos pensam, professores precisam estudar e muito. Ou seja, o mecanismo é praticamente o mesmo, o que muda é o fato de só estudarmos uma ou duas disciplinas (que gostamos), só que em uma profundidade bem maior.

Imagem via Shutterstock

Imagem via Shutterstock

Por que não é o Manual de Guerrilha para Mães Concurseiras? Porque tenho plena convicção, por observar minha esposa, que a situação da Mãe é bem mais complexa, começando pelo próprio aspecto fisiológico (gravidez, parto, resguardo, amamentação, etc.). Claro que algumas dicas passadas aqui devem ser aproveitadas pelas mamães também.

E por que o destaque para a palavra “Presentes” no título. Ora, porque pais não presentes já “resolveram” o problema do tempo. Ou seja, amparados em um argumento nobre (estudar em prol da família), acabam jogando tudo nas costas da Mãe e só aparecem na hora da selfie do Facebook. Alguns nem isso… Assim, fica fácil Mister M… Bom, como cada um sabe o que faz, só me resta desejar que este tipo de “solução” não acabe gerando um problema maior no futuro.

Por fim, vou tentar fugir do lugar comum sugerido normalmente pelos Gurus. Não é que não funcione, funcionam sim, mas são feitos para se aplicar a qualquer um. Só que você Pai não é qualquer um, não é mesmo? Não tem mais a disponibilidade de um Guerreiro de Selva e não têm linha de frente bem definida. Resumindo, sua aprovação deve ser conquistada rua a rua em uma espécie de guerrilha urbana.

Findas as considerações, vamos as dicas:

Esqueça o QoS

Quem já estudou a disciplina de Redes de Computadores sabe que grosso modo a Qualidade de Serviço (Quality of Service) é resultado de certas garantias que a rede (meio) disponibiliza para atender as necessidades da aplicação. No seu caso, o sossego para estudar. Pois bem, esqueça! O filho, pelo menos no primeiro ano, não tem hora para chorar tampouco para ficar doente. Ademais, a sua mulher não é de ferro. Enfim, você vai ser demandado a qualquer hora para ajudar ou se deslocar até a farmácia ou ao hospital. Quanto mais cedo você aceitar isso, melhor. Diferentemente de quando você não tem filho e/ou é solteiro, você a partir de agora não tem mais controle sobre sua própria agenda para montar um mapa de estudo fixo, como normalmente recomendados pelos Gurus de Concurso.

Ligue o modo Best Effort

Esse é o modo de trabalho do IP (Internet Protocol), ou seja, “faça o melhor que puder, a hora que puder, como que estiver à mão“. Surgiu uma clareira? “Caia pra dentro”! Só tem 30 min? Vá ler aquele finalzinho do livro. Ao longo desse artigo, vou dar várias dicas para aproveitar o tempo que cai de paraquedas com o máximo aproveitamento.

Lista Clareza

Para otimizar o aproveitamento do modo Best Effort, você precisará ter as coisas bem definidas. Ou seja, você precisa ter algum lugar para registrar o que você vai e, sobretudo, o que você não vai fazer, de modo a minimizar a necessidade de reprocessamento das decisões. Tem que ser algo do tipo, “escreva uma vez, use sempre“. A minha lista da clareza normalmente é composta por Roteiros no Evernote, os quais me dizem o que eu tenho que fazer ao longo do dia para não perder o foco em meio às dispersões; e de listas de decisões na forma de mapa mental, que, por sua vez, relembram já tomadas, as quais fico sempre consultando.

Execução Diferencial

É o aproveitamento de fato daqueles 15 min que surgiram. Ela consiste em olhar na sua ferramenta de controle o que tem de fazer e, sobretudo, registrar onde parou. Por exemplo, vejo que havia na página 30 de Direito Administrativo, leio agora as páginas de 30 a 35 min, e registro isso. Pronto, de 5 em 5 páginas, de 5 em 5 questões, você vai acabar chegando ao final daquele tópico do Edital. Óbvio que seria melhor se aprofundar na leitura, mas você não tem essa opção.

Gerenciamento da Escassez

Além de registrar a execução dos tópicos, é bom registrar também as métricas, de modo a extrair os indicadores. Todo esse papo bonito de Governança é para conscientizá-lo de que, se você tem pouco tempo, aí mesmo que você precisa controlá-lo. Sim, você vai acabar gastando parte do pouco tempo que tem, mas, em compensação, vai distribui-lo de uma forma mais efetiva pela ementa.

Sim, Walter, mas até agora você só disse O QUE FAZER, mas e quando começa o COMO e ONDE FAZER?

Agora mesmo! Mas chamo atenção de que essas técnicas funcionam para mim. Então, cabe a você adaptá-las à sua realidade, ou até melhor, desenvolver as suas próprias técnicas.

Áudio ou Vídeo na Cozinha

De manhã, na hora do café-da-manhã (que, por sinal, sou eu que preparo), ou mesmo quando tenho que colocar aquela famosa pilha de louça suja na máquina de lavar louça, descobri que é o momento ideal para finalmente escutar as atualizações dos podcasts que assino e até mesmo assistir os vídeos que estão na minha fila de execução. Vejam que era uma hora morta, e passou a ser fundamental para eu poder revisar o ProvasCast ou estudar as videoaulas de meu interesse do Provas de TI, como as do colega com quem tenho divido a disciplina de Redes de Computadores, Rafael Barão, como o objetivo de mantermos a sintonia.

Leitura no Transporte

Diariamente, gasto em média 1h de deslocamento (ida e volta) no metrô, o qual costuma ser tranquilo, para sair de Águas Claras até o Plano Piloto em Brasília-DF. Longe de ser um momento entediante, para mim é um dos momentos mais produtivos do meu dia. É praticamente a única hora do dia em que consigo ler o que eu quero sem praticamente ser interrompido. Aí, é só puxar aquele livro físico ou eBook no Tablet (que para simples leitura poder ser furrepa mesmo) e mandar bala! Aqui você pode também usar a sugestão anterior, podcasts ou videoaulas, ainda mais se o deslocamento for de carro.

Leitura na Hora de “Naná”

Eu particularmente adoro colocar meus filhos para dormir lendo para eles. Aproveito esse momento com eles ao máximo, mas já deixo meu tablet carregado com meu ebook à mão. Tão logo eu percebo que minha filha está embalando no sono, interrompo a leitura suavemente e fico mais alguns minutos para garantir que o sono pegou mesmo. Pois bem, passei a aproveitar esse tempo de guarda para ler ebooks e funcionou. Nesse momento, não dá para eu sacar um livro físico, uma vez que ele não tem iluminação própria nem posso acender uma luz no quarto. Como já deu para perceber, seguindo esse rito ganho mais uns 15 min de leitura, pelo menos.

Literalmente “Seu Madruga”

Eu sou um cara que evito a todo custo madrugar de fato. Acordar no meio da noite para estudar? Nem sonhando! Meu corpo não entende esse idioma. Mas, após virar Pai, rolou um “shift + left” significativos em meus horários. Atualmente, entre 20:30h e 21:00h, já estamos naquele clima de “vamos dormir” em casa. Não por menos, fora o sono dos meninos, a mulher já não se aguenta mais em pé. Sendo assim, eu também não posso fazer muito barulho em meus estudos. Eu mesmo, algumas vezes, já estou muito cansado para sentar na baia. Felizmente, e pela necessidade, percebi que dá para fazer quase tudo pelo celular. Para vocês terem ideia, durante a minha licença capacitação, a qual sincronizei com as férias escolares, como era praticamente impossível estudar durante o dia com os meninos em casa, terminei todos os cursos programados do TIExames pelo celular deitado na cama e com um fone de ouvido. Confortável? Até demais, pois tinha que lutar para não pegar no sono. Fazer o que?

Áudio na Hora do Deslocamento

Como Pai, é provável que você irá diariamente à escola e a qualquer hora à farmácia comprar fraldas, pelo menos. Bom, enquanto os pequenos estiverem no carro, certeza que vai rolar Patati Patatá ou Fadas Magrinhas, mas e quando não estiverem? Dê um jeito de deixar engatilhado aquele áudio bizurado para rolar, o quanto antes. Pode ser um podcast, áudio ripado de uma videoaula, audiobooks, etc. Tecnicamente você pode usar o bluetooth, porta auxiliar, etc. Até o Uber hoje disponibiliza o som do carro para o passageiro usar via bluetooth. Lembrando que não é recomendado colocar vídeos quando estiver dirigindo, para que você não acabe se envolvendo em algum acidente no trânsito.

Estudo nas Viagens

Uma outra oportunidade para ganhar tempo precioso de estudo é durante as viagens a trabalho. Bom, dentro do avião, se você estiver munido do seu mobile ou do seu laptop, não preciso nem falar que é prato cheio. Portanto, não desperdice! Mas e antes do embarque? Sei que aeroportos normalmente são ambientes barulhentos e cheios de distrações. Então, que tal procurar um café ou mesmo a sala VIP? É, ao contrário do que muitos pensam, Sala VIP não é só para “magnata”, mas na verdade são locais com vários convênios. Descobri esse ano que vários cartões de créditos e associações dão acesso gratuito à sala VIP dos aeroportos. Vai ver você tem direito e nem sabe! Vencido o acesso, você vai ver o que é um ambiente agradável e tranquilo, perfeito para estudo. Pelo menos, a Sala VIP do JK é assim.

E aí, pessoal, gostaram das dicas? Você tem alguma dica criativa que funcionou para você? Por favor, não deixe de compartilhar conosco nos comentários!

Bons Estudos e até o próximo artigo! (Aceito sugestões)

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

9 Comentários

Fernando
1

Gostei muito do post! Especialmente por saber que, apesar de não aplicar exatamente as mesmas técnicas, sigo a diretriz correta: aproveitar cada momento para estudar. Tenho vários livros espalhados pela casa e leio um tópico (ou subtópico) qdo dá um tempinho. De grão em grão, a galinha pintadinha enche o papo.
Porém, compartilho com o WC uma característica que pode ser determinante: ser servidor estatutário (passei antes de ter filhos; não sei como foi com o Walter). No meu caso, estudo para passar em concursos um pouco melhores apenas. Por isso, já tenho boa parte do conteúdo na cabeça e o estudo é mais para complementar ou atualizar. Isso é muito diferente de qdo se está na fase de absorção brutal de conteúdo. Levaria muito tempo para aprender tudo nesse estudo picado. Estou ensaiando estudar para concursos da área fiscal (novos conteúdos) e tudo indica que esse esquema não será suficiente nem pra mim.
Ah! Sobre ler para os fillhos… Um dos meus, o maior, de 2 anos e meio, resite bastante para dormir. Um dia pensei: vou ler o Pressman pra esse moleque. Quero ver ele ficar acordado. Mas desisti pq certamente eu dormiria antes.
Abraços!

V
2

Excelente Walter! Serei pai daqui a pouco(esposa grávida) e estou pensando como vou conseguir estudar e conciliar tudo. Suas palavras foram um ânimo para meu replanejamento. Obrigado pelas dicas, que Deus te abençoe!

Carlos
3

Conheço gente que estuda cerca de meia hora a 45 minutos no banheiro….kkk estão lá no número 2 e com isso aproveitam o lugar fechado silencioso e sem que ninguém o pertube kkk

Mateus
4

Caro Walter com todo respeito, sugestão: no lugar de “concurseiro”, use “Concursando”.
Sutilezas que ao pegar o dicionário fazem todo sentido.

Marcelo Massadar
5

O aplicativo Ta na mão, que disponibiliza questões para serem resolvidas no celular, é excelente para estudar no metrô por exemplo. Tem questões de português e TI também.

Emerson
6

Olá Walter.

Gostei muito do post, alguns destes itens ai eu ja praticava, particularmente não estala ligado no lance de lavar os pratos..mas agora ta valendo..kkkk

Mônica
7

Excelente artigo, Walter. Não é fácil conciliar a criação dos filhos com essa vida de estudos e trabalho, mas é possível. Hoje sou servidora pública federal. Na época que comecei a estudar para esse concurso que passei, eu trabalhava, meu filho tinha 7 anos e ainda estava grávida. Depois que minha filha nasceu eu estudava com ela no colo ou quando ela dormia. Fiz a prova do concurso quando ela tinha 3 meses, tive que sair duas vezes para amamentar e terminei a prova no último segundo literalmente rsss. Agradeço a Deus por ter me dado força e fé.

Jailson
9

Excelentes dicas, Walter! Achei sua rotina muito bizurada (rsrsr) e ao mensmo tempo bastante inspiradora quanto ao aproveitamento inteligente do tempo. Apesar de não ter mais filhos pequenos, ainda ajudo nas tarefas diárias do lar. E no aspecto de aproveitar bem o tempo, você me convenceu de que é possível, sim, fazer o tempo “render”; é só a gente querer e explorar todas as oportunidades que sempre aparecerão dentro das 24 horas que temos.
Valeu, mesmo /

Jailson

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">