Cresce pontos de Wi-Fi público nas grandes cidades

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Nova forma de se conectar à internet de forma gratuita se popularizou; conheça as medidas necessárias para navegar com segurança

Internet virou sinônimo de praticidade. Tudo que antes precisava ser feito presencialmente, migrou para a rede: compras, vendas, negociações e até boletins de ocorrência, tudo isso ao alcance das mãos, bastando alguns cliques.

A importância da rede cresceu tanto que agora não há somente uma forma de acessá-la. Quem chegou a ter que usar a conexão discada pode até se espantar com o salto que o mercado das comunicações deu em tão poucos anos. Se antes falar ao telefone e navegar na internet ao mesmo tempo era impossível, nos dias atuais, o acesso à internet ganhou outras dimensões. Entre os grandes avanços, está o Wi-Fi gratuito, que não se consagrou apenas como um desenvolvimento do ramo tecnológico, mas também estreitou os laços entre o real e o virtual e democratizou ainda mais a internet.

Imagem via Shutterstock

Imagem via Shutterstock

Os pontos de Wi-Fi gratuito estão espalhados por todo o mundo, principalmente nas metrópoles como, por exemplo, Londres, Nova York, Hong Kong, Paris e Macau. No Brasil, a iniciativa também ganhou força e, hoje, as grandes cidades já disponibilizam pontos de acesso a seus moradores.

Em São Paulo, a medida tem sido supervisionada pela Secretaria Municipal de Serviços com apoio técnico da PRODAM – Empresa de Tecnologia da Informação e Comunicação do Município de São Paulo. A previsão é que sejam instalados cerca de 120 pontos em toda a cidade com conexão de até 512 Kbps.

Empresas também têm investido fortemente na instalação de pontos de Wi-Fi gratuitos em algumas cidades do país, como é o caso da Net, a empresa de telefonia, televisão e internet disponibiliza um aplicativo (disponível para sistemas Android e Apple), do qual é possível encontrar os locais de hotspot. No site da empresa (www.combomultinet.com/blog/wi-fi-livre-sao-paulo/) é possível encontrar mais informações de como acessar essa rede livre, sendo cliente ou não.

A segurança das redes

Embora os pontos de Wi-Fi públicos sejam muito interessantes, também exigem alguns cuidados. Por qualquer um ter acesso à rede, a probabilidade de interceptarem o sinal de seu aparelho e roubarem algumas informações é grande.

Evitar que situações assim aconteçam é muito importante, aliás, a prevenção é a melhor arma para afastar a ameaça de ter seus dados roubados. Algumas medidas simples podem ser tomadas para que isso não aconteça:

  • Não deixe que seu aparelho se conecte automaticamente às redes Wi-Fi próximas. Antes de permitir a acesso, verifique o nome da rede e, se possível, veja se mais alguém está conseguindo utilizá-la com segurança;
  • Evite utilizar sites que exijam senhas ou informações confidenciais, como páginas de bancos ou de compras de produtos que pedem dados de cartão de crédito e outras informações;
  • Outra forma de impedir que interceptem seus dados é ativando a opção “Sempre usar HTTPS” de seu aparelho, que cria uma camada de criptografia nos sites que estão sendo acessados;
  • Para manter suas imagens, vídeos e músicas em segurança, desative o compartilhamento de arquivos. Normalmente, a opção está na aba de configurações de acesso dos aparelhos eletrônicos.

Você já usou redes Wi-Fi públicas? Conte-nos suas experiências (boas ou ruins) nos comentários abaixo!

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">