A falta de prioridade e seus impactos

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Quem nunca ouviu a seguinte frase do seu gestor: “Mas tudo é importante!”? Acho que todos nós estamos cansados de ouvir.

Talvez eles não tenham se dado conta que essa é a pior resposta que poderiam dar para sua equipe, afinal de contas não dá para fazer (bem feito) T-U-D-O ao mesmo tempo.

Então, vamos analisar possíveis consequências críticas geradas por essa resposta:

  1. O que for (de fato) urgente poderá não ser executado.
  2. A qualidade do entregável ficará comprometida.
  3. A documentação será preterida.
  4. Se for um defeito, provavelmente, o release gerado para resolvê-lo acabará gerando outros bugs.
  5. A motivação da equipe será impactada negativamente.
  6. O comprometimento do time ficará fragilizado.
  7. O cliente não ficará satisfeito com o resultado.

Perceberam? Não existe prioridade em tudo. É imprescindível aprender a classificar o que é Urgente x Importante x Vontade.

Imagem via Shutterstock

Imagem via Shutterstock

Uma dica simples que costumo sugerir em minhas consultorias é a seguinte:

  • URGENTE: será tudo aquilo que inviabiliza o negócio, ou seja, impede que ele aconteça normalmente.
  • IMPORTANTE: impacta no negócio, mas não chega a inviabilizá-lo.
  • VONTADE: quando for atendido poderá agregar algum valor ao negócio, mas nada que gere bom resultado de imediato.
  • DESEJO: não faz nenhuma diferença tê-lo ou não.

Pode parecer simples, porém, vejo muitas pessoas não conseguindo priorizar as demandas do time, dos projetos e até mesmo as próprias tarefas. E tudo isso impacta as partes envolvidas, gera tensão, causa incredibilidade no cliente, desmotiva o time e causa a sensação de muito esforço para pouco (ou nenhum) resultado efetivo.

Lembre-se:  a melhor ferramenta para classificar a prioridade de suas atividades, do time ou até mesmo sobre os projetos é a comunicação efetiva.

Aprenda a reunir os envolvidos, escutar as opiniões de cada um, ponderar e, então, decidir por onde começar.

Direcione seu time. Tome para si o mastro do navio e navegue em águas tranquilas.

Sucesso!!

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Carolina Souza

Mais artigos deste autor »

Especialista em Gestão de Carreira Empresarial, em Gerenciamento de Projetos [PMP] e Engenharia de Requisitos [CPRE-FL] com 14 anos de vivência no mundo corporativo, atua como consultora, palestrante e mentora nas áreas de gestão, liderança, processos operacionais e desempenho de equipes. Colunista de revista e site especializados em TI.


Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">