Alguns Gargalos em Projetos de Software

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Certa vez em um escritório de projetos de software recebi a missão de averiguar o porquê projetos estavam atrasando. Não dava para responder essa pergunta assim de “bate-pronto”, era preciso uma análise mais cuidadosa para a questão.

Iniciei os trabalhos com uma auditoria nos documentos mais importantes de alguns dos projetos em andamento: plano de projeto, cronograma, planilha de riscos, dentre outros. Não parei por aí, observei alguns processos da instituição relativos ao desenvolvimento de software. Verifiquei também o histórico de estabilidade da infraestrutura/ambiente da instituição, afinal, o ambiente é a plataforma sob a qual os projetos são projetados gradativamente.

Outro ponto importante da análise foi identificar que algumas das atividades de suporte ao projeto, como implementação de rotinas em banco de dados e implementação do software em servidores, eram executados por equipes diferentes daquela responsável pela condução direta dos projetos. Note, então, que algumas micro-atividades dos projetos eram executadas por equipes terceirizadas e de contratos distintos firmados pela instituição contratante do projeto, algo comum quando a TI é atividade meio. Esse cenário de múltiplas empresas contratadas executando um mesmo projeto exige uma coordenação que vale estar explicitada nos contratos em forma de acordos de nível de serviço (service level agreement), pois atrasos cometidos por uma empresa podem afetar o trabalho das outras, causando um efeito dominó no projeto. Notei que grande parte dos cronogramas de projetos não consideravam o tempo de execução dessas tarefas executadas por “terceiros”.

Observadas todas estas questões, foi possível obter ótimos “insights” ao longo da análise. A medida que fui documentando as possíveis razões, percebi que seria interessante agrupá-las em “dimensões” ou “fatores”. São elas:

  • Processos, procedimentos e padrões
  • Fator humano
  • Risco(s)
  • Infraestrutura e ambiente

Confira no mapa abaixo como ficou o agrupamento – Alguns motivos pelos quais projetos atrasam são primários, mas outros nem tanto:

Exemplos de Gargalos em Projetos de Software

Exemplos de Gargalos em Projetos de Software – Clique na Imagem para vê-la em tamanho ampliado

Um outro ponto importante a mencionar sobre esse trabalho, foi o de constatar que alguns elementos revelados na minha verificação correspondiam com os relatos de outros autores. Não encontrei nenhum artigo, no entanto, que abordasse um cenário parecido ao que eu abordei. Ao final desse post disponibilizo alguns links para esses outros artigos.

Quando apresentei o resultado do trabalho à diretoria, me foi solicitado que essas informações fossem difundidas no escritório de projetos. A segunda etapa da missão seria elaborar um “plano de providências” para auxiliar os gerentes cujos projetos estavam atrasados. O objetivo desse documento seria estruturar uma maneira de identificar causas específicas do atraso de um projeto e com isso atacar pontualmente cada uma dessas razões, visando recuperar o tempo perdido. A aplicação e história desse “plano de providências” eu conto no próximo post.

Para mais leitura listo abaixo outros artigos sobre o porquê projetos atrasam:

Bom, fico por aqui. Deixe um comentário, crítica, sugestão ou necessidade. E como diz um amigo meu gerente de projetos, até a próxima e bons projetos!

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Marco Rodrigues

Mais artigos deste autor »

PMP, PSM, ITIL

Profissional de TI com 15 anos de experiência, atuei como programador, analista de sistemas e gerente de projetos em instituições públicas e privadas. Filiado ao PMI - Project Management Institute e voluntário do PMI-Distrito Federal busco estar atualizado e alinhado as melhores práticas do mercado. Me interesso também por mídias sociais, comunicação, liderança, música, responsabilidade social e por um mundo mais sustentável.


4 Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">