Entre o BI e o BPM: BAM (Business Activity Monitoring)!

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Um novo termo tem ganho tração no mercado com a oferta de novas ferramentas e funcionalidades em ferramentas já existentes: é o BAM. Embora as primeiras referências ao termo sejam de mais de 10 anos atrás, apenas nos últimos anos ferramentas dedicadas começaram a aparecer e o conceito foi incluído em ferramentas de BI e BPM, sendo que alguns fabricantes nem iniciaram ainda essa jornada.

BAM é a sigla para Business Activity Monitoring* , ou Monitoramento de Atividades de Negócios e define o processo e tecnologias envolvidos para trazer indicadores de performance (KPIs) baseados em dados em tempo real.

Imagem via Shutterstock

Imagem via Shutterstock

É usado para promover a velocidade e efetividade das operações, mantendo registro do que está acontecendo e trazendo fatos relevantes para visualização rápida.

As principais funcionalidades são relacionadas a criação de KPIs e Dashboards dos mais diversos tipos, com a intenção de monitorar atividades dos negócios.

Alguns exemplos de aplicação são:

  • Monitoramento das vendas: por vendedor, região ou produto
  • Monitoramento de produção: peças por hora, clientes atendidos, fila, etc
  • Controle de estoques: itens precisando reposição, índices de rotatividade
  • Próximas contas a pagar e receber no período
  • Possíveis problemas de fluxo de caixa nos próximos dias
  • Controle dos chamados em TI
  • Veja mais 6 Indicadores de TI que podem ser criados com uma ferramenta de BAM

Normalmente a primeira ideia para se implementar esses indicadores é usar uma ferramenta de BI, mas essas ferramentas normalmente não dispõem de funcionalidades para capturar as informações em tempo real, trabalhando com data warehouse que são atualizadas apenas uma vez ao dia, ou seja, com informações com várias horas de atraso. 

A diferenciação das ferramentas de BAM é justamente buscar informações em intervalos mais curtos e criar condições de notificação caso um indicador esteja fora dos padrões, por isso é mais semelhante a um sistema de BPM do que de um BI.

* Referência: Gartner

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Fernando Ulisses dos Santos

Mais artigos deste autor »

Diretor de Desenvolvimento da Blue Solutions e no Business Monitor, trabalhou em dezenas de projetos de virtualização, reestruturação, implantação e migração de Datacenter em empresas de todos os portes. Atualmente trabalhando com BI, tem implantado Indicadores de Gestão em clientes dos mais diversos portes e setores.

Pós-Graduado em Segurança da Informação, certificado VMware VCAP-DTD.


Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">