Vale a pena investir numa carreira em Inteligência Artificial?

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Nós poderíamos terminar este artigo já neste primeiro parágrafo respondendo simplesmente: SIM, vale muito a pena!

No entanto, vamos dar uma esticadinha e apresentar argumentos para você não pensar duas vezes em se qualificar na área de Inteligência Artificial (IA).

Antes de falar da IA dos dias atuais, é importante ressaltar que este não é um termo novo nem na humanidade, nem no mundo da computação. Não vamos nos alongar na parte histórica, mas um dado interessante é que somente na nossa área a IA já é estudada há mais de 50 anos e ainda é considerada um bebê diante das possibilidades existentes.

e7660123e95efe649aa1474035e5828c

Atualmente dois fatores fizeram a Inteligência Artificial voltar com força aos holofotes: o primeiro é o maior poder de processamento dos computadores e o segundo é algo que vem sendo cada vez mais comentado e discutido: Big Data.

Não pense que é exagero quando dizemos que IA voltou com força para o cenário mundial – e não estamos falando de blockbusters do cinema não! Veja abaixo alguns títulos de notícias recentes relacionadas ao assunto:

  • Samsung adquire a Viv, plataforma de inteligência artificial da próxima geração [www.investimentosenoticias.com.br, OUT/2016]
  • Vale do Silício aposta todas as fichas em inteligência artificial [itforum365.com.br, JUL/2016]
  • Apple reforça investimento em Inteligência Artificial [www.bitmag.com.br, SET/2016]
  • Microsoft cria unidade especializada em inteligência artificial [http://g1.globo.com/, SET/2016]
  • Toyota vai investir US$ 1 bilhão em inteligência artificial [olhardigital.uol.com.br, NOV/2015]
  • Por que o Facebook investe tanto em inteligência artificial [startupi.com.br, JUL/2015]

Sentiu o peso dos nomes citados acima? E se mencionarmos mais Google, Amazon, IBM e Sony?

O que devemos levar em consideração é que se os grandões estão investindo milhões de dólares em pesquisa e desenvolvimento, a tendência é que a área de Inteligência Artificial se desenvolva cada vez mais, o que faz com que o mercado se aqueça e, consequentemente, que as empresas busquem profissionais qualificados para atuarem em projetos de IA dos mais variados tipos e tamanhos.

Mas quais carreiras surgirão ou ficarão em evidência?

Cientista de Machine Learning

Este profissional trabalha com pesquisa e desenvolvimento de algoritmos que são usados para criar sistemas inteligentes. Eles constroem sistemas para recomendação de produtos ou para prever demandas em determinados produtos ou serviços e exploram Big Data para extrair padrões dos dados. Se você gosta de pesquisa e possui forte conhecimento em Matemática e Estatística, considere esta carreira como opção.

Engenheiro de Machine Learning

O trabalho do Engenheiro de Machine Learning é parecido com o da carreira anterior, mas seu foco está em criar uma solução de software que permita resolver um problema de negócio através de modelos preditivos. Enquanto o Cientista de Machine Learning tem como objetivo pesquisar e desenvolver novos algoritmos, o Engenheiro de Machine Learning tem como objetivo aplicar esses algoritmos e criar soluções. Aplicar algoritmos de Machine Learning implica em conhecimento de Matemática, Estatística, procedimentos de limpeza e pré-processamento de dados e pelo menos uma linguagem ligada a Data Science, como R ou Python.

Cientista de Dados

Cientistas de dados são os grandes mineradores de dados. Eles recebem uma enorme massa de dados desorganizados (estruturados, semi-estruturados ou não-estruturados) e usam suas habilidades em matemática, estatística e programação para limpar, tratar, transformar e organizar esses dados. Em seguida, eles aplicam suas capacidades analíticas – conhecimento de negócio, compreensão contextual, ceticismo de suposições existentes e algoritmos de Machine Learning – para descobrir soluções para os problemas de negócios e contribuir na tomada de decisões e estratégias empresariais. Essa profissão é relativamente nova e pelo terceiro ano seguido é a profissão em maior demanda nos EUA, com a remuneração anual superior a 100 mil dólares. Cientistas de Dados são profissionais que sabem muito sobre muitas coisas e sua experiência é fundamental para a construção de aplicações inteligentes e análise de Big Data.

Outras carreiras: Engenheiro de Dados, Engenheiro de Big Data,  Arquiteto de Soluções de Big Data, Especialista em Business Analytics (Analista de Negócios), Desenvolvedor de Visualização de Dados, Gerente de Analytics, Estatístico e outras.

E como me qualificar para atuar em IA?

Depois do sucesso absoluto da Formação Cientista de Dados, a Data Science Academy lança a Formação Inteligência Artificial para aqueles que buscam conhecimento avançado no desenvolvimento de aplicações inteligentes. Com um currículo cuidadosamente criado, treinamentos 100% em português, acesso aos instrutores e um ambiente computacional de alta performance, gratuito para os alunos, a Data Science Academy inova mais uma vez. Nosso objetivo é ajudar os profissionais brasileiros a terem acesso ao que há de mais avançado em tecnologia, tudo online, do seu computador, smartphone ou tablet.

A Formação Inteligência Artificial é composta de 9 Cursos e 1 Projeto:

  • Introdução à Inteligência Artificial
  • Deep Learning Frameworks
  • Programação Paralela em GPU
  • Deep Learning I
  • Deep Learning II
  • Visão Computacional e Reconhecimento de Imagens
  • Processamento de Linguagem Natural e Reconhecimento de Voz
  • Análise em Grafos para Big Data
  • Sistemas Cognitivos
  • Projeto – Assistente Virtual

Conclusão

Atualmente nós já interagimos com IA em um nível básico. Assistentes pessoais como Siri da Apple, Cortana da Microsoft, Alexa da Amazon e Google Now do Google, nos permitem realizar operações em nossos smartphones ou computadores e reconhecem o que falamos. Mas os especialistas acreditam que o próximo passo será ensinar as máquinas da mesma forma que ensinamos nossas crianças, ou seja, ensinar sentenças contextuais. Quando uma criança aprende sobre o mundo, ela associa o que ela ouve ao que ela vê e assim cria uma padrão de reconhecimento.

As mudanças virão, não há outro caminho. Esteja preparado!

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

2 Comentários

Gabriel
1

Muito obrigado pelo artigo!

Estou estudando para um seminário sobre Sistemas Inteligentes de Apoio a Decisão e estou me sentindo muito atraído por essa área. Quero me aprofundar mais!!

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">