A diferença entre Sorte e Sucesso

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

A sorte é reconhecida como fruto do acaso, mas também é sabido que a sorte se procura e que protege os mais audazes. O sucesso é fruto de trabalho e dedicação e não necessariamente de sorte, tal como sorte não se traduz necessariamente em sucesso. Mas é verdade também que quem trabalha mais para ter sucesso acaba tendo mais sorte, não é mesmo? Isso porque a sorte se procura sim.

Logicamente que existem casos pontuais, como quem ganha na loteria, mas mesmo nesse caso, essa pessoa tentou e procurou sua sorte, acabando por a conseguir. Assim podemos definir sorte como uma combinação de talento, procura e oportunidade, e isso pode ser observado em todas as vezes que se tem sorte. Claro que quem tem sorte muito provavelmente já tentou várias outras vezes sem sucesso, mas continuando tentando e acaba tendo a sorte procurada.

carreira-profissional-sucesso

Isso também faz com que a sorte seja uma questão de perspetiva e, muitas vezes, mal definida por uma ideia geral.

O talento é algo que é muitas vezes confundido com dom, mas não é bem assim. Porque dom é algo que naturalmente se tem, mas que não significa sucesso. Se pensarmos em vários casos no futebol, por exemplo, existem vários exemplos de jogadores que têm dom, mas se não tiverem talento para treinar, se dedicarem e assimilarem as ideias do treinador, não chegam a lugar algum ou acabam tendo suas carreiras muito curtas. Talento é algo que se transforma, enquanto que o dom é algo genético e intrínseco que sempre vai fazer parte da pessoa que nasce com ele.

Existem várias tentativas e estudos para tentar perceber o assunto e o que de fato acontece com as pessoas, se têm sorte ou não, mas a grande maioria dos mais bem-sucedidos empresários afirma que, mesmo acreditando em sorte ou azar, quanto mais trabalham, mais sorte têm e isso diz praticamente tudo. Muitos desses estudos comprovam também que é mais fácil ser bem-sucedido se dedicando a algo que goste ou que seja apaixonado, ou seja, que seja sua vocação. E aí com um dom genuíno e o talento, a sorte vem com mais naturalidade.

Isso também serve para dizer que existem vários tipos de sorte e que em muitos casos é uma questão de perspectiva, mas quase sempre de muito trabalho ou procura. Existe a sorte de quem joga, a sorte de quem tenta, a sorte de quem aposta, a sorte de quem arrisca, a sorte de quem procura, mas não existe a sorte de quem fica esperando que ela surja. Isso porque em todas as situações houve uma procura, um esforço ainda que mínimo para tentar encontrar a sorte e com mais ou menos esforço ela surge. Claro que isso não significa que irá sair a mega-sena a todos os que jogarem mas, novamente, a sorte é uma questão de perspetiva e procura, e claro a mega-sena também não sai a quem não tenta, mas sorte no jogo não é a única sorte que se pode ter, muito pelo contrário.

Tudo isso para demonstrar que sorte é algo que se procura e não é fruto do acaso. Uma coisa é garantida, ficar esperando que a sorte vá em sua casa e lhe bata na porta é o primeiro passo para que nunca a tenha. Para ter sorte é preciso se colocar disposto a tê-la e o sucesso virá com certeza fruto da aprendizagem e talento.

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">