PESI: Planejamento Estratégico de Sistemas da Informação

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Conheça nesse artigo um pouco mais sobre o PESI (Planejamento Estratégico de Sistemas de Informação) e sua importância para a organização.

Hoje é dia de falar de uma disciplina importante para profissionais de vários níveis da tecnologia da informação: Planejamento Estratégico de Sistemas de Informação (PESI).

O PESI, acima de tudo, é um importante instrumento para a tomada de decisão dos gestores e de vital importância para a sobrevivência da empresa.

engrenagem-soa-integracao-estrutura

O PESI consiste no processo de transformar o conjunto de estratégias de uma organização em um conjunto de estratégias de sistemas de informação. É uma importante ferramenta de gestão utilizada hoje em dia por muitos analistas de sistema e administradores de empresas, sendo uma metodologia integrante do planejamento estratégico empresarial.

Em resumo, a ideia do PESI é traçar um plano de ação claro e resumido para a utilização dos recursos de TI de acordo com a missão da empresa, ou seja, alinhar objetivos estratégicos da organização com o que a área de TI irá fazer.

Ele acaba sendo o recurso usado para ajudar o tomador de decisão da organização na identificação das oportunidades de SI para apoiar os negócios empresariais, no desenvolvimento de arquiteturas de informação baseadas nas necessidades dos usuários e no desenvolvimento de planos de ação dos SI a longo prazo.

O PESI pode ser visto como parte integrante do planejamento estratégico empresarial, com enfoque gerencial para desenvolver planos de sistemas e banco de dados, definir projetos e estabelecer prioridades de forma contínua, visando um horizonte de planejamento de três a cinco anos, em média.

7 objetivos do PESI, segundo Michael Porter:

  1. Melhor definição de prioridades;
  2. Aplicativos que geram vantagem competitiva;
  3. Envolvimento da alta gerência;
  4. Envolvimento de usuários e da gerência de linha;
  5. Alinhamento entre negócios e TI;
  6. O negócio deve vir antes da tecnologia;
  7. O departamento  de TI deve conhecer o negócio.

4 etapas para construir o PESI:

  1. Planejamento estratégico de TI: Estabelece a relação entre o plano geral da empresa e o plano de TI;
  2. Análise de necessidades de informação: Identifica as necessidades mais abrangentes de informação da empresa para determinar a arquitetura de informação estratégica que pode ser usada para dirigir o desenvolvimento de aplicativos específicos;
  3. Alocação de recursos: Aloca os recursos para desenvolvimento de aplicativos de TI e os recursos operacionais;
  4. Planejamento de projeto: Desenvolve um plano que delineia o cronograma e as necessidades de recursos para projetos específicos de sistemas de informação.

Existem dois livros que são interessantes para você se aprofundar nesse assunto. Um deles é Implantação do Planejamento Estratégico de Sistemas de Informação, de P. M Neto, e Sistemas de Informação: Planejamento e Alinhamento Estratégico nas Organizações, do Jorge Luis Nicolas Audy.

O planejamento de sistemas de informação busca interpretar as necessidades de informação, organização, traduzindo-os em estratégias de sistemas de informação.

Concluindo, a TI é uma resposta a uma necessidade, portanto, entender como planejar a forma que iremos trabalhar com a tecnologia da informação para gerar valor para a organização é fundamental.

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">