Scrum.org x Scrum Alliance: Características e Diferenças

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

As metodologias e o modo de pensar Agile já fazem parte do dia-a-dia dos profissionais de TI, principalmente nas equipes de desenvolvimento e testes. Nessa linha, o Scrum – conjunto de valores e práticas Agile mais popular do mercado, alavancou uma grande demanda por certificações e fontes de aprendizado, como livros, cursos e treinamentos.

Nesse texto vamos falar de um tópico que não é novidade para quem trabalha com TI, mas que nem sempre é claro para os profissionais da área: as certificações SCRUM. Mais especificamente, vamos abordar as diferenças e características da Scrum.org e Scrum Alliance, as duas principais organizações certificadoras e mantenedoras de práticas e valores básicos do Scrum.

Scrum.org x Scrum Alliance

Scrum.org x Scrum Alliance

O que é a Scrum.org ?

A Scrum.org foi fundada por Ken Schwaber, um dos criadores do Scrum(o outro foi Jeff Sutherland, também mencionado mais abaixo). É uma instituição sem fins lucrativos e que desde 2009 já certificou mais 150 mil pessoas em todo o mundo. Schwaber fundou a instituição após divergências com Sutherland em relação à Scrum Alliance.

Em geral, o tema da filosofia Agile e das diversas metodologias associadas é cheio de polêmicas e também pontos de convergência. Questões de mercado, divergências teóricas, práticas e novas ideias tem levado ao surgimento de novas organizações certificadoras e às vezes até mesmo de novos frameworks.

Voltando a Scrum.org, são 4 certificações oferecidas:

  • PSM I, II e III – Professional Scrum Master;
  • PSPO I e II – Professional Scrum Project Owner;
  • PSD I – Professional Scrum Developer;
  • SPS – Scaled Professional Scrum;

A PSM I é disparado a mais popular. A SPS é a menos procurada. Mais de 80% das certificações são as PSM I, II ou III. A PSM I é conhecida por possuir um exame mais difícil, no qual é necessário acertar pelo menos 85% das 80 questões. Por ter um exame mais exigente, é vista com muito bons olhos pela comunidade e mercado. Na data dessa redação, o exame PSM I estava saindo por 150 dólares

Outras informações importantes são:

  • Questões são de múltipla escolha;
  • O certificado não tem tempo de validade determinado, ou seja, ele não expira;
  • Não é necessário fazer treinamento especial;

A Scrum.org forma, junto com a Scrum Alliance, a linha de frente das organizações certificadoras no Framework Scrum. Nos últimos anos alguns concorrentes surgiram. Veremos quem são eles também, mas antes disso, vamos à Scrum Alliance.

O que é a Scrum Alliance?

A Scrum Alliance foi criada em 2001, pelos dois fundadores do Scrum, Schwaber e Sutherland. Foi a pioneira na difusão e certificação de profissionais em relação ao framework Scrum. São 10 certificações oferecidas, incluindo opções para Coaches e Instrutores que desejam ensinar os valores do Scrum. As certificações são:

  • CSM – Certified Scrum Master;
  • A-CSM – Advanced Certified Scrum Master;
  • CSPO – Certified Scrum Product Owner;
  • A-CSPO – Advanced Certified Scrum Product Owner;
  • CSD – Certified Scrum Developer;
  • CSP – Certified Scrum Professional;
  • CTC – Certified Team Coach;
  • CEC – Certified Enterprise Coach;
  • CST – Certified Scrum Trainner; 
  • CSL – Certified Scrum Leadership;

Com um escopo maior de certificações, a Scrum Alliance forma junto com a Scrum.org as duas organizações que mais certificam Scrum Masters, Product Owners e Developers. O CSM é a certificação mais conhecida da Scrum Alliance. De acordo com a página oficial, é necessário fazer um curso presencial de 16 horas ministrado por um Certified Scrum Trainer. Depois de feito o treinamento, é necessário fazer uma prova online. 

Para ser aprovado no exame, é necessário acertar 24 questões de um total de 35. Por ser um exame bem menor e com nível de dificuldade mais palatável, há quem não veja a certificação como um verdadeiro atestado de conhecimentos. Algumas informações adicionais importantes são as seguintes:

  • Principais exames estão disponíveis em português;
  • Certificado possui validade de 2 anos;
  • Treinamentos são caros e podem chegar à faixa de dois mil reais ou mais;
  • Questões de prova são de múltipla escolha;

A maioria das outras certificações(fora CSM e CSD) não requerem treinamento presencial. O interessante da Scrum Alliance é o seu escopo maior de certificados, incluindo a possibilidade de você se tornar um Certified Scrum Trainer e ministrar os treinamentos exigidos para CSM. 

Sumário das diferenças e qual escolher

Agora, sobre qual escolher, é uma questão que depende do contexto no qual cada um está inserido. Muitas vezes a própria empresa ou mesmo nossos clientes nos direcionam para um caminho, que acaba sendo o mais interessando haja visto agregar valor também para eles(empresa e clientes).

Outro ponto é a questão do nível de conhecimento. A Scrum.org é mais exigente, os exames e material recomendado são em inglês. Ou seja, para quem ainda está começando ou não tem tanta bagagem, talvez seja mais indicado começar pela Scrum Alliance. Mas nada impede você de estudar a fundo e fazer ir para os exames da Scrum.org logo de cara.

A dica, pelo que é possível pesquisar de experiências de outros profissionais e da própria vivência de mercado, é que vale a pena conversar com seus colegas de trabalho, clientes e gestores, para saber se alguma certificação em específico pode agregar valor a todos ao seu redor. Dependendo da avaliação e feedback obtido, pode até ser que ainda não seja hora de fazer os exames.

A validade das certificações também é um ponto importante. Se o seu papel como profissional certificado for algo de longo prazo, pode ser interessante ter certificações das duas organizações.

Para fechar, uma diferença fundamental é que a Scrum.org cria e mantém um currículo padrão, ensinado nos seus treinamentos por profissionais escolhidos de acordo com o conteúdo do currículo padrão. Já a Scrum Alliance trabalhando certificando os CST – Certified Scrum Trainers, que ministram os cursos presenciais em nome da instituição e podem utilizar materiais variados.

A escolha realmente depende do seu contexto e objetivos (como em qualquer escolha, diga-se de passagem)

Outras Certificações: PMI, Exin, ScrumStudy

Além da Scrum Alliance e Scrum.org, nos útlimos anos surgiram alguns concorrentes importantes na área de certificação. O PMI, conhecido pelos certificados na área de Gestão de Projetos, vem tentando se atualizar e acompanhar a popularização dos frameworks Agile. Nesse caso, a certificação é mais ampla e envolve também metodologias e práticas diferentes do Scrum, como Extreme Programming, Test Driven Development, entre outros. O nome do certificado da PMI é PMI-ACP (Agile Certified Practnioner).

A Exin e a SCRUMStudy têm uma pegada similar ao PMI. São certificações em Agile, e ambas incluem conhecimentos de várias metodologias e práticas consolidadas diferentes do Scrum.

De forma geral, ter uma certificação é algo positivo, e o ideal é progredir para os exames mais valorizados e exigentes. Para tomar a decisão sobre para qual se preparar e tentar, vale a pena tomar vários cafés com colegas de trabalho e outros profissionais. Mais do que ter a certificação Scrum, é importante saber se essa é a certificação que agrega mais valor para você e seu contexto profissional.

Qualquer comentário, sugestão ou correção, ficaremos felizes em responder. Até!

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Vitor Vidal

Mais artigos deste autor »

Engenheiro eletricista apaixonado por eletrônica e desenvolvimento de sistemas de hardware e software. Mestrando em Engenharia Elétrica no CEFET-MG. Produtor de conteúdo e redator na área de tecnologia. Escritor e poeta nas horas vagas.


Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">