Certificações Linux: Essentials, LPIC 1, LPIC 2 e LPIC 3

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Esse é mais um artigo sobre o tema Certificações, dessa vez com foco nos exames da LPI –  Linux Professional Institute. Neste artigo vamos trazer informações sobre como são as provas, qual o propósito de cada uma, calendário e aplicação dos exames e como dar os primeiros passos para começar a estudar e se inscrever.

O tema de certificações é bastante amplo, em especial na área de TI. Um texto bem interessante do Rodolfo Gobbi, diretor da 4Linux, aborda a questão de como as certificações podem complementar e mesmo serem tão importantes quanto um curso de graduação. Embora seja uma questão sujeita a mudanças decorrentes da evolução de mercado, as certificações valorizam os profissionais de TI, e se por um lado não substituem por completo a formação acadêmica tradicional e experiência de trabalho, são um diferencial que aumenta a empregabilidade e passa credibilidade (desde que a certificação seja consolidada e valorizada também).

profissional-trabalhando-linux-carreira

O LPI e as certificações Linux

O Linux Professional Institute – LPI,  é uma organização sem fins lucrativos com sede na Califórnia. Foi fundada em 1999 pela comunidade Linux com objetivo de criar e manter um programa de certificação em sistemas GNU/Linux que fosse reconhecido e valorizado pelo mercado e pela academia.

A LPI constrói todo seu programa de certificação com base no Linux Standard Base, de forma a se manter neutra em relação às tantas distribuições Linux existentes. A página oficial é lpi.org.

As provas são aplicadas em Pearson VUE centers, de acordo com o credenciamento feito pela LPI. No Brasil o mais tradicional centro de treinamento e aplicação de testes é o 4Linux, que também mantém a LPI Brasil, uma ONG voltada para difundir os valores da comunidade Linux e da LPI. Outras instituições que oferecem treinamento são a linux placejambu tecnologiacertificação linux.

As certificações oferecidas pela LPI são 4:

  • Linux Essentials;
  • LPIC 1 –  Linux Server Professional ( Nível 1) – Provas LPI 101 e LPI 102;
  • LPIC 2 –  Linux Network Professional (Nível II) – Provas LPI 201 e LPI 202;
  • LPIC 3 – Linux Enterprise Profesional (Nível III) – Provas LPI 300, 303 e 304;

A Linux essentials é o exame de nível básico. Já os exames LPIC 1,2 e 3 são mais avançados e, inclusive, são constituídos por mais de uma prova. Na próxima seção vamos falar de cada um desses certificados.

Certificado Linux Essentials: Propósito, provas e informações importantes

O certificado Linux Essentials tem como objetivo garantir o conhecimento do mercado e indústria Open Source no qual o Linux está inserido, entender como funciona o sistema operacional e ter proficiência no uso da linha de comando e também garantir conhecimento básico na administração de usuários e segurança de rede.

A prova é o exame 010-150, que possui 40 questões distribuídas em 5 tópicos, cada qual com um peso diferente. O peso de cada tópico determina o número de questões relacionadas. Por exemplo, o tema “Linux Evolution and Popular Operating Systems” possui peso 2, o que significa que o exame possui 2 questões sobre esse assunto.

O tempo para resolver as questões é de 60 minutos. O preço oficial é de $120 USD, podendo variar um pouco dependendo da região e de eventuais ajustes. A grande vantagem do Linux Essentials é que é um certificado para vida toda, você não precisa revalidar de tempos em tempos.

Certificado LPIC 1: Propósito, provas e informações importantes

certificado LPIC 1 é passo seguinte após a obtenção do Linux Essentials. A prova possui objetivos muio bem definidos,com foco na administração de sistemas Linux. Os conhecimentos que ela avalia são os seguintes:

  • Entendimento da arquiteutra do sistema Linux;
  • Instalação e manutenção de máquinas;
  • Proficiência no uso da linha de comando;
  • Gerenciamento de arquivos e permissões;
  • Realização de tarefas de manutenção e administração de usuários e segurança;

Tal como todas as provas LPIC, cada exame( provas 101 e 102) possui 60 questões, sendo 90 minutos o tempo do exame. Ao contrário do certificado Linux Essentials, o LPIC 1 possui validade de 5 anos.  O exame tem preço oficial de USD200,00. 

Certificado LPIC 2: Propósito, provas e informações importantes

O LPIC 2 possui como pré-requisito que o candidato já possua o certificado imediatamente anterior, o LPIC 1. É o segundo nível na sequência dos certificados da LPI. Também possui validade de 5 anos e preço oficial de USD120,00. São 60 questões que devem ser feitas em 90 minutos. A prova é constituída pelos exames 201 e 202. Ambos avaliam o candidato em relação aos seguintes conhecimentos:

  • Realizar tarefas avançadas de administrador de sistemas relacionadas ao Kernel linux e manutenção;
  • Realizar tarefas avançadas de administração de arquivos, networking, autenticação e segurança;
  • Instalar e configurar serviços de rede fundamentais, tais como: DHC, DNS, SSD, Web Servers e outros;
  • Supervisionar e dar suporte para decisões de automação e novas aquisições;

Ao obter o certificado LPIC 2, o candidato se torna um Linux Engineer, de acordo com a nomeclatura do exame.

Certificado LPIC 3: Propósito, provas e informações importantes

A certificação LPIC 3 é o último nível em termos de qualificação. Ela é obtida ao ser aprovado em uma de três provas, cada qual com uma especialidade diferente:

  • Exame 300: Certificação ambiente misto abrange a administração de sistemas Linux em toda a empresa em um ambiente misto;
  • Exame 303: Certificação de segurança abrange a administração de sistemas Linux em toda a empresa, com ênfase na segurança;
  • Exame 304: Virtualização e certificação de alta disponibilidade abrange a administração de sistemas Linux em toda a empresa;

Nesse caso você deve escolher qual das especialidades é mais adequada para seu perfil e ambições profissionais. Ao ser aprovado em qualquer uma das três provas você recebe a certificação LPIC 3, com a especialidade associada ao exame escolhido.

O LPIC 3 possui como pré-requisito que o candidato já possua o certificado imediatamente anterior, o LPIC 2. Também possui validade de 5 anos, preço oficial de USD120,00, com 60 questões que devem ser feitas em 90 minutos. 

Os conhecimentos avaliados em cada exame são relativos à cada especialidade e podem ser vistos em detalhe na seção “Our Certifications” do LPI.org.

Considerações finais

Fazer um exame, pagar por isso e não obter o certificado é algo bastante frustrante. Existe muito material e cursos disponíveis para se preparar bem para cada exame. O próprio LPI faz uma série de recomendações de materiais para cada exame. Um artigo publicado aqui no PTI detalhou quais os materiais oficiais e como se preparar para os exames.

A certificação demanda tempo, esforço e investimento, portanto, se decidir fazer, busque os melhores materiais e avalie bem a possibilidade de fazer um treinamento especializado. O calendário de provas deve ser consultado no VUE center que você escolher fazer o exame. Aqui no Brasil várias instituições aplicam as provas (consulte aqui).

No mais, qualquer sugestão ou experiência envolvendo o tema, compartilhe conosco nos comentários. Bons estudos!

Referências

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Vitor Vidal

Mais artigos deste autor »

Engenheiro eletricista apaixonado por eletrônica e desenvolvimento de sistemas de hardware e software. Mestrando em Engenharia Elétrica no CEFET-MG. Produtor de conteúdo e redator na área de tecnologia. Escritor e poeta nas horas vagas.


1 Comentários

lucas
1

LPI Exame 303 – Não acho livro . não acho material de estudo somente cursos caríssimos, que não abrange conhecimento, somente passar na prova. Procuro Material, livro, se alguém souber

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">