Computador Quântico e o Novo Cenário do Desenvolvimento Gráfico Emergente

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Desde 2016 quando a IBM lançou o programa Quantum Experience (IBM Q Experience), houve um grande crescimento no interesse acadêmico, científico e corporativo na computação quântica, não apenas sob a ótica científica do aprendizado de seus novos conceitos, mas na prática de um computador pleno e funcional para resolução de problemas complexos, desde as áreas exatas, econômicas, e mesmo na solução de paradigmas médicos possivelmente elevando a medicina, dentre outros campos, a um novo mundo de possibilidades e evolução humana.

Tratando-se de compreender realmente o que é a tecnologia da computação quântica levando-se para termos não-técnicos, poderíamos apenas considerar seu poder de processamento de informações. Um computador quântico poderia resolver problemas complexos dentro de um dia, enquanto para o mesmo problema, um computador convencional levaria milhões de anos. Exatamente isso! É a mesma comparação que querermos competir correndo passo a passo contra um avião, ou melhor, uma nave espacial na velocidade da luz no melhor estilo Jornada nas Estrelas (Não desmerecendo os fãs de Guerra nas Estrelas).

quantum_computer

A realidade de tudo isso, é que a computação quântica está mais próxima do que esperamos. Segundo a IBM, a evolução ciêntifica está se concretizando de passo a passo, resolvendo problemas que antes não haviam solução e os modelos já funcionais, embora básicos, já demonstram que isto está se concretizando. Considerando a evolução da tecnologia e das ciências, estima-se que o computador quântico poderá ser uma realidade comercial e viável dentro da próxima década. A questão aqui é:

O mercado está pronto para a nova evolução do século? Ou melhor, estamos desenvolvidos como seres humanos a nível suficiente para termos esse privilégio? Ainda mais, com tanto poder de processamento a que nível poderíamos elevar o desenvolvimento de sistemas e a agilidade em entregas na área de TI que hoje temos tantos desafios?

Para muitas perguntas, existem inúmeras respostas. Mas nenhuma delas pode definir o cenário futuro, do que realmente poderá ser essa evolução. Para os pessimistas, poderia ser o final e o caos de todo sistema econômico internacional, já que algoritmos de segurança e criptografia de transações financeiras poderiam ser facilmente quebrados. Para os otimistas, seria um nível a mais de evolução humana.

A questão desse artigo é: e para a TI e o desenvolvimento de aplicações, qual seria esse futuro?

Atualmente no mercado de tecnologia, ideias criativas estão tomando cada vez mais o espaço do mercado para facilitar a codificação de novas aplicações utilizando-se padrões e variadas formas de otimização para ser feito, o que sempre foi feito (cálculos de bits), com maior qualidade em menor tempo. O que antes era codificado com muito esforço, prazos de entrega grandes, hoje em dia não tem mais espaço. Empresas são competitivas e, para garantir a sobrevivência no mercado, a era da programação linha a linha pode estar chegando ao seu final (To English Guy’s: T.G.I.F.) já que a TI entra como um diferencial altamente estratégico e competitivo cada dia mais (Indústria 4.0, IoT – Internet das Coisas, Big Data, etc).

Desenvolvedores de Sistemas estão prontos? Líderes de Projetos estão prontos? Qual será a consequência de todo cenário, unindo o desenvolvimento emergente de novas ideias, novas ferramentas e métodos ágeis junto a tecnologia da computação quântica?

Empresas são competitivas, e para garantir a sobrevivência no mercado, a era da programação linha a linha pode estar chegando ao seu final.

starting_parallel_activities

Para isso não há resposta, mas há suposições lógicas que, com tanto poder de processamento, a preocupação com um trecho de código menos eficiente ou mais eficiente não faria a miníma diferença para a nave intergalática da computação quântica. Supondo que poderiam ser desenvolvidos novos sistemas não mais tão eficientes, já que não faria diferença, mas programaticamente com suporte de programação mais gráfico e simples, isso quem sabe pode nos indicar um pouco desse breve futuro dos próximos anos.

Plataformas ágeis como OutSystems, que hoje já são destaques no mercado, desenvolvendo uma aplicação ágil na computação quântica com fluxos gráficos (e com o tempo, provavelmente inteligências artificiais, sintetização de lógicas estruturas por voz), nos levam ao novo período do Renascimento Humano.

Com essas ideias em pensamento, você está pronto para a nova revolução de todas as artes?

Artigo elaborado por Paulo Rossi, em 30 de Novembro de 2017

Referências:

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">