O que é Infraestrutura Ágil?

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Atualmente muito tem se falado de Infraestrutura ágil, ou cultura DevOps aplicada à Infra, mas o que é isso e como se aplica à sua vida como administrador de sistemas ou na manutenção de seus servidores de TI? É o que pretendo mostrar nesse artigo.

De onde surgiu a ideia da infraestrutura Ágil?

Tenho que dizer que DevOps é bem mais que infraestrutura Ágil. DevOps é uma cultura que leva em consideração uma forte integração entre a área de desenvolvimento e a infraestrutura para acelerar os processos de mudanças a fim de atender o negócio de maneira ágil.

equipe-colaboracao-quebra-cabeca

Em geral, as aplicações são todas desenvolvidas seguindo o fluxo: Braimstorm da ideia original que os clientes passavam, Reuniões para corrigir ou se adaptar um ponto e outro,  Meses de desenvolvimento e testes e finalmente a sua ida para a produção, com correções pontuais dentro de janelas acordadas com o negócio, geralmente seguindo o padrão da ITIL e normalmente uma vez por semana.

Não sei se você percebe que isso engessa as atualizações dos sistemas e gera um estresse danado toda vez que vem uma demanda do negócio “urgente” que precisa estar no ar o mais rápido possível. É o caos, gente correndo pra todo o lado para colocar o sistema de pé e o fluxo todo do processo indo pro espaço.

Até que os Devs resolveram começar a trabalhar uma forma bem mais ágil de entrega de sistemas, que são pequenas adaptações feitas em pequenos pacotes. Essas pequenas alterações passaram a ser feitas sem se derrubar o sistema principal ou ter que acordar janelas pré-definidas com o negócio, tornando tudo modular e adaptável as mudanças que o mercado exige. 

E a infraestrutura foi ficando pra trás, ainda com dificuldades de se inovar, porque se você, assim como eu, trabalha com infra, tudo o que você queria era que ninguém ficasse mexendo em seus servidores de produção. Isso é um paradigma de SysAdmins, a gente odeia que mexam em nossos “bebês”. E se estão funcionando, pra quê ficar toda hora fuçando?

Só que surgiu um novo paradigma, que é a infra ágil. Ou seja, as alterações em infra precisavam seguir o mesmo fluxo que o de desenvolvimento para garantir entregas rápidas e com qualidade dos produtos do negócio, e isso tem revolucionado muitas empresas por aí.

Casos reais de DevOps – para não ficar só na teoria

Um exemplo de uso de Infra Ágil para que você entenda melhor o conceito:

InfraAgil

Por que não automatizar os processos de publicação do DNS, Apache e Ngnix? Veja bem, Infra ágil não se trata apenas de automatizações, mas de tornar a Infraestrutura uma coisa menos burocrática, com menos retrabalho e mais alinhada com o negócio. Assim você pode fazer as configurações do site como os desenvolvedores fazem com os sistemas. Pegue a configuração do apache, do DNS e do Ngnix, versione em um GIT, por exemplo, e automatize seu “deploy” e testes nos servidores com um gerenciador de configurações e, caso os testes automatizados funcionem, já coloque em produção sem ter que acessar servidor nenhum, tudo por meio de ferramentas, até o nível em que as versões das aplicações consigam sair em conjunto com as versões das configurações da infra. Todos trabalhando em conjunto com o negócio.

Você pode chegar a diminuir o tempo de entrega de dias para poucos minutos e deixar sua empresa muito mais ágil e dinâmica. 

Mas como podemos implantar Infra Ágil?

A pergunta que não quer calar é: como fazer para SysAdmins, que são mal acostumados com a infraestrutura “intocável” e engessada, mudarem para trabalhar com infra Ágil?

Não adianta adotar apenas ferramentas e não “combinar com os gregos”. A ideia do DevOps é uma cultura, e isso é o primeiro passo. 

Ao invés de trabalhar com equipes de Devs que falam com Gerentes de Devs, e equipes de Infra que falam com Gerentes de Infra, e os Gerentes depois combinam o jogo e passam os planos para as equipes, o primeiro passo é juntar as equipes de forma que Devs falem com Infra e cada um sinta a “dor” do outro, para que ocorra uma Empatia. Inclusive, esse é o ingrediente mais falado na cultura DevOps. Deixe os gerentes apenas coordenando as equipes e mantendo o foco no alvo do negócio, entendendo e traduzindo suas demandas.

Enfim, esse assunto é bem extenso e minha ideia era trazer uma pincelada do que seria Infraestrutura Ágil e a cultura DevOps, pois tenho pensando muito nisso e em me especializar nessa área, pois tenho gostado muito dessa cultura e todas suas contribuições para o mundo de TI.

Para quem quer se especializar, deixo abaixo algumas ferramentas usadas para auxiliar na Infra Ágil. Em breve tratei mais detalhes sobre elas:

  • Git – Versionar suas configurações – git-scm.com/
  • Docker – Usado para criar containers de máquinas virtuais dentro de SO’s hospedeiros – www.docker.com/
  • Jenkins – Usado para automatizar Jobs e serviços repetitivos – jenkins.io/
  • Puppet – Usado para gerenciar configurações centralizadas – puppet.com/

Caso queira complementar o assunto, por favor, deixe seu comentário abaixo. Até o próximo!

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Franklin Ribeiro

Mais artigos deste autor »

Bacharel em Sistemas da Informação com experiência de mais de 10 anos na área de tecnologia da Informação, atuando geralmente para correção de falhas de infraestrutura. Atualmente trabalhando como Analista de Gerência de Incidentes do Grupo Abril de comunicações.


Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">