Cinco motivos para não deixar de integrar o e-mail marketing com as redes sociais nesse Natal

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Não há como negar, as redes sociais já fazem parte do cotidiano do internauta brasileiro. De acordo com dados da Experian Hitwise, a ferramenta líder de inteligência digital da Experian, a categoria ‘Redes Sociais e Fóruns’ é a segunda mais acessada pelos usuários de Internet no Brasil, registrando 17,48% de market share de visitas na web no país em setembro de 2011, atrás apenas da categoria ‘Buscadores’, com 17,72%.

Ou seja, existe um público consumidor em potencial muito grande presente nas redes sociais. Para garantir que seu negócio tenha um feliz Natal, é preciso passar a visualizar ações dentro dessas redes e, uma forma extremamente eficaz para isso é a integração entre as campanhas de e-mail marketing e as ações nas redes sociais.

Abaixo, há cinco motivos que certamente farão você pensar na união dessas duas estratégias:

1. Rápida evolução no país: As redes sociais ganham cada vez mais força no Brasil e se expandem de forma viral. No mês de setembro deste ano, em queda, o Orkut atingiu 40,51% de market share de visitas da categoria de Redes Sociais e Fóruns da Experian Hitwise. Enquanto isso, o Facebook chegou ao segundo lugar do ranking da categoria, com 24,61% da preferência dos usuários de internet. O YouTube, 3º colocado, tem 17,80%, enquanto o Twitter aparece em 4º, com 2,63%. A 5ª colocação do ranking de market share de visitas fica com Badoo (2,27%), seguido de Windows Live Home (2,24%), Yahoo! Answers Brasil (2,23%) e Bate-papo UOL (1,43%). O Google+, lançado em junho de 2011, já figura na 9ª posição do ranking em setembro, com 0,65% de market share de visitas. O 10º lugar ficou com Habbo Brasil (0,58%).

2. Compartilhamento: Quando criar campanhas de e-mail marketing integradas com redes sociais, você abre a possibilidade de compartilhamento, em que a mensagem é disseminada. As redes sociais devem ser uma extensão do e-mail marketing. Com uma boa peça você permite que suas ofertas e produtos possam ir além da sua base de dados. Assim, sua mensagem pode atingir o amigo do amigo do seu cliente.

3. Conceito viral: Com a possibilidade de compartilhamento, quando bem desenvolvida a campanha, prezando por bons produtos, segmentação, atrativos e mensagem correta, levando conteúdo que estimule o compartilhamento, a ação pode ganhar proporções virais, alcançando em poucas horas milhares de visualizações e interações.

4. Projeção da marca: Com o e-mail marketing é possível ver a interação dos usuários com a peça desenvolvida. Porém, a partir das redes sociais, você pode identificar como sua marca está sendo recebida pelos consumidores, qual a relevância e posicionamento que ela tem no mercado e o que está realmente sendo dito sobre ela. Essa percepção agrega muito valor ao resultado gerado pelas métricas de e-mail marketing e, juntos, formam uma ótima avaliação de marca e mercado.

5. Elevação do ROI: A viralização nas redes sociais é um grande desafio e, uma vez atingida, o ROI pode explodir. A partir de redes como o Twitter e Facebook, promoções realmente impactantes podem cair no boca a boca das redes sociais, fazendo com que apenas o investimento na peça de e-mail marketing integrada torne-se tão relevante quanto uma propaganda durante o intervalo da final de uma Copa do Mundo. O foco das redes sociais é este: resumir o e-mail, postar nas redes sociais e tentar a viralização. Se você acertar na combinação, terá um bom retorno.

Por VIRID, empresa do Grupo Experian especializada em envio e gestão de email marketing, proprietária da plataforma Virtual Target.

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Profissionais TI

Mais artigos deste autor »

Eventos, cursos, livros, certificações, empregos, notícias e muito mais do mundo da TI (Tecnologia da Informação).


Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">