Não perca oportunidades! Conheça 8 pontos a serem observados ao utilizar o LinkedIn

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

O LinkedIn até pode ser visto como um currículo online, mas no fundo ele é muito mais que isso. É uma rede social potencializadora de negócios e que te ajuda a mostrar ao mercado de trabalho quem você é e o que você sabe fazer através do seu perfil e conexões profissionais.

Diferentemente do (falecido) Orkut ou o (recém-nascido) Facebook, o foco do LinkedIn está no seu histórico acadêmico e profissional, e não no compartilhamento de memes, fotos da baladas, família ou diversão em geral. O potencial da ferramenta está na geração de oportunidades através da aproximação de pessoas com interesses profissionais em comum. A ideia é que você não tenha somente amigos, mas sim, que tenha conexão com quaisquer contatos profissionais, sejam eles de trabalhos atuais ou passados, de bate-papos em congressos, palestras, conhecidos da web e etc. Se você quer

Como já foi dito acima, o LinkedIn tem foco profissional, portanto, alguns pontos devem ser observados para você não queimar seu filme perante possíveis contatos (investidores, recrutadores e etc). Vamos a alguns deles:

1. Não ter uma foto profissional: novamente a palavra PROFISSIONAL vem à tona! Procure manter no LinkedIn uma foto mais séria, de preferência sozinho, e que remeta à sua área de atuação. Se for de uma área que exija, por exemplo, uma vestimenta formal (terno e gravata), procure usar uma foto dentro deste contexto de seriedade. Evite fotos na bagunça com amigos, com bebidas ou com vulgaridade.

2. Perfil não atualizado regularmente: você não precisa ficar pendurado no LinkedIn ou atualizá-lo todo santo dia. O ideal é, com o tempo, deixar seu perfil o mais completo possível e manter atualizações de cursos que fez, competências adquiridas, experiências profissionais interessantes e etc.

3. Adicione todos que conhece: contatos profissionais nunca são demais! Saiba que, quanto mais conexões tiver, mais facilmente outras pessoas chegarão até você.

4. Como num currículo normal, não minta! De nada adianta querer inflar seu perfil com mentiras. Se pensou em fazer um determinado curso mas não fez, não coloque. Perfis completos aumentam suas chances de visualização, mas mentiras descobertas potencializam suas chances de desvalorização.

5. Cuidado ao compartilhar posts do Twitter ou Facebook. A grande maioria de seus contatos profissionais pode não gostar de ver você xingando seu time ou postando bobagens. Se quer postar isso no seu Facebook ou Twitter, não os vincule com seu perfil no LinkedIn.

6. Participe ativamente dos grupos a que faz parte, e lembre-se, eles são grupos de discussão, não comunidades do Orkut!

7. Solicite recomendações das conexões das quais já teve alguma experiência profissional. Isso ajuda a enfatizar seu perfil e valoriza você como profissional.

8. Cuidado com a ortografia! Uma palavra incorreta ou uma frase fora de contexto pode gerar interpretações errôneas e denegrir sua imagem ou de suas conexões.

Bem, estes são apenas alguns pontos. Se tiver mais algum interessante ou discordar de algum citado, deixe seu comentário!

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Marjori Klinczak

Mais artigos deste autor »

Especialista em desenvolvimento de software em mercados internacionais pela UFPR. Desenvolvedora web/ mobile


Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">