Tecnologia Humana: O EU Profissional

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

O objetivo do coaching de carreira é permitir que o profissional eleve-se a um patamar diferenciado de valor.  E sem dúvida no ambiente corporativo reduzir os custos de alinhamento e gestão de seus superiores.

Construir um profissional comprometido com seu desempenho, performance e resultados melhores, trabalhando de forma cada vez mais inteligente é o que podemos obter com o coaching de carreira.

O processo tem três grandes fases, detalhadas abaixo:

  1. Construção do EU profissional onde o coachee identifica seus pontos fortes e fracos de maneira a construir o seu “produto profissional” que seja adequado ao mercado onde atua. O objetivo dessa fase é colocar-se de frente consigo mesmo, trazendo grandes resultados a partir dos insights que o autoconhecimento proporciona.
  2. Definir o “ambiente” que lhe propicie melhor desenvolvimento em suas atividades. O modelo de trabalho, as dinâmicas relacionais e os fatores que estimulem o crescimento profissional adequado.  Descobrir as coisas que se gosta de fazer mesmo que ninguém pagasse por isso.
  3. Traçar sua rota de ação, ou seja, a forma de trabalhar através de uma estratégia para demonstrar seu valor, lembrando-se sempre que o conceito de valor está no outro e, muitas vezes, o outro pode ser de diferentes grupos de pessoas. Por vezes atender a essas expectativas e conceitos de valor, podem ir contra as suas diretrizes e a sua identidade.  Fique atendo e decida antes se está ou não disposto a superá-los.

Assim como no mundo globalizado de hoje, cabe a cada profissional assumir o controle da sua carreira e não esperar que a empresa lhe promova simplesmente por estar ali a X anos. O EU profissional é um “produto“ que deve ser construído para atender ao mercado e não apenas a si mesmo.  O perfeito alinhamento entre quem você é e o trabalho que realiza propiciam mais resultados e menos frustrações.

O papel do coach é o de analisar criticamente a situação e, se necessário, mudar a direção usando ferramentas e métodos de apoio, e principalmente sua experiência e credibilidade. Então o grande diferencial profissional trata principalmente de entregar diferentes percepções de valor com um único conteúdo. A consistência profissional necessita de fatos, evidencias e históricos para consolidação. A marca é quase um sobrenome, constituída de palavras que te descreverão antes mesmo de lerem o seu currículo profissional.

É importante destacar que o processo não leva um profissional a ser o que ele não é, mas permite remover as inseguranças, crenças limitantes, modelos mentais, preconceitos e medos que o impediam de ser o profissional que desejava ser. O coachee que não aceita o ônus do comando de suas atitudes e as responsabilidades pelos seus atos são os que mais sofrem em suas carreiras. Quando o coachee decide como quer viver e trabalha para concretizar o que definiu, ele assume o comando de sua carreira mais facilmente.

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Renata Lopes

Mais artigos deste autor »

Renata Valéria Lopes. Profissional com mais de 20 anos na área de Tecnologia da Informação. Graduada em Processamento de Dados, Pós-graduada em Gestão Empresarial e Gestão de Pessoas com Coaching. Leitora compulsiva, blogueira, apaixonada por redes sociais e estudante em constante desenvolvimento, acredita na cooperação, colaboração e compartilhamento do conhecimento como forma de aprendizado.


Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">