Porque 2013 será o ano do fim do SPAM?

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

O ano de 2012 foi marcado pelo “início do fim do SPAM”. Com o menor índice dos últimos cinco anos, parece que finalmente os provedores, em conjunto com diversas organizações, desenvolveram a inteligência capaz de identificar o SPAM que tanto incomoda a todos. A partir de novas métricas que facilitam esta identificação, é possível filtrar mensagens com maior facilidade, dificultando sua entrega na caixa de entrada. Mais do que nunca, passam a valer as regras de engajamento e relevância, somados com listas de ótima qualidade e o mínimo de reclamações possíveis.

A velha prática de acumular listas para envio de mensagens em massa já deixa de ser tão eficiente como antigamente. Com a utilização de novas regras de combate ao lixo eletrônico, fica cada vez mais difícil a entrega das mensagens aos destinatários que não solicitaram o seu recebimento, ou até mesmo para aqueles que solicitaram. A nova regra é simples: quem não se enquadrar ao novo modelo de e-mail marketing de relacionamento corre o risco de perder todo seu investimento, pois as chances de sucesso são muito baixas.

É imprescindível utilizar-se de uma ferramenta de e-mail marketing  inteligente, capaz de identificar e tratar e-mails inválidos. Enviar para endereços cujo cadastro foi feito há mais de um ano, por exemplo, pode representar um perigo iminente. Neste novo modelo de envio, não é recomendado manter em sua base de dados contatos que não interagem há mais de um ano ou até mesmo seis meses, dependendo do caso. Isso se deve ao fato de alguns provedores estarem, estrategicamente, apropriando-se de endereços antigos não mais utilizados, tranformando-os em TRAPS (armadilhas), afim de identificar fontes de SPAM, sendo que estes contatos não deveriam mais receber qualquer tipo de mensagem.

É necessário estar atento às reclamações dos usuários porque isso afeta diretamente a reputação do seu provedor de envio. Baixa reputação significa perda do seu investimento, pois as chances de suas mensagens serem barradas no provedor de destino são muito altas. A mensagem que fica é: reeduque-se. O cenário está mudando e muitas vezes o problema de entrega se deve a má qualidade da lista.

Autor: Alessandro Vieira – Publicitário e gerente comercial da IAGENTE Sistemas para Comunicação

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">