Certificações do Framework ITIL fora da EXIN???

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Sim, é isso mesmo que leu. A EXIN, instituição mundialmente conhecida por certificações como ITIL, ISO 20000, PRINCE2 e, um pouco mais recente, certificações Agile – ASF, ASM, etc -, a partir de 01 de Janeiro de 2018, deixa de fornecer as certificações ITIL. De janeiro em diante, a Axelos irá centralizar as certificações da ITIL, desde a Foundation até a MALC – certificação intermediária, pré requisito para a ITIL Expert – com a PEOPLECERT, outra grande no ramo de certificações já responsável por diversos exames, como MoV (Management of Value), P3O (Portfolio, Programme and Project Offices), Resilia e várias outros. 

“Mas Felipe… O que muda pra quem já se certificou em ITIL com a EXIN? Vai ter que tirar outra?”

NÃO! Quem já é certificado em ITIL não precisa tirar outra prova. Se você é ITIL Foundation, por exemplo, caso queira realizar outro exame, como ITIL Intermediate ou ITIL Practitioner, você apenas poderá tirar pela PEOPLECERT, porém, nada é alterado na sua certificação atual. Portanto, meu caro certificado ITIL, fique tranquilo.

“Legal! Mas e quem ainda não tem a certificação?”

Bom, nesse caso,  alguns aspectos mudam e outros não. Vamos a eles.

CONTEÚDO DE ESTUDO PARA A PROVA

Não se preocupe. Nada do conteúdo do banco de questões, material didático ou organização da ITIL sofrerá qualquer alteração. A Axelos está apenas direcionando a empresa que cuidará dos processos do exame. O Framework em si não muda. 

images (5)

AXELOS x EXIN x PEOPLECERT

A Axelos é a detentora do ITIL. Isto significa que, qualquer alteração necessária, seja ela nas publicações ITIL, parceiros, estruturas e, neste caso, institutos aplicadores de exames, será realizada exclusivamente pela Axelos. Já a EXIN, PEOPLECERT e outras instituições, são organizações focadas na aplicação do exame, sem controle algum sobre os direitos do Framework. A diferença é que somente a PEOPLECERT será a responsável pelos exames.

images

PREÇO MAIS SALGADO

Esta mudança traz grandes impactos para o bolso do profissional. O exame ITIL Foundation que, pela EXIN, custava aproximadamente US$ 216,00, agora custará US$ 329,00. Outros exames, como os intermediários, são ainda maiores: o exame OSA, por exemplo, sai de US$ 253,00 para US$ 389,00 (variações de preço podem ocorrer de acordo com impostos, decisões das instituições, etc). 

profisiional-de-ti-001

EXAMES FOUNDATION SOMENTE ONLINE

Não muda muito para quem está em regiões afastadas de grandes centros, já que, nestas cidades, para quem quer fazer a prova, o exame remoto é a única escolha. Já para profissionais que residem em São Paulo, por exemplo, deverão se acostumar a fazer o exame do ITIL Foundation somente online.

Mas sem pânico! Isso pode ser benéfico para quem prefere a comodidade da sua casa. O exame remoto pode ser realizado de qualquer lugar com acesso à Internet, respeitando as regras colocadas no exame e será monitorado por um fiscal da própria PEOPLECERT.

images (6)

Mesmo com esta alteração, com valores mais altos e a aplicação do exame um pouco diferente, os exames da ITIL continuam os mesmos e ainda tendo um papel essencial na vida profissional. Grandes empresas usam e continuarão utilizando este framework incrível, então se tornar um certificado ITIL continua sendo de grande valia. Não desanimem e avante às certificações!

Para mais informações sobre os exames da JTIL, preços e condições, acessem:

Um abraço!

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Felipe Oliveira

Mais artigos deste autor »

Palestrante, professor, gerente, consultor, Scrum Master e eterno aprendiz. Certificado ASM, P2AF, PSM I, PSPO I, SFC, ITIL V3, COBIT 5.


Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">