Por quê o LinkedIn é bacanetz?

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Tudo bem, para os mais ‘hypes’ o LinkedIn é compreenssível e tem sua utilidade mas, para aqueles que ainda não tem seu perfil, por lá pode ser que seja necessário um “empurrãozinho” e é nisto que penso quando escrevo este post.

Redes sociais já não significam novidade prá ninguém, vide o sucesso esmagador que Orkut e Facebook criam em torno de suas abordagens de manter (ou criar) a comunicação entre grupos homogêneos, e, em alguns casos, heterogêneos.

Mas, IMHO, o LinkedIn, tem um algo muito especial, ele segmenta esse público com foco muito específico na vida profissional de seus participantes – E apenas isso tem gerado fortes vantagens competitivas ao negócio da empresa.

Primeiro, sobre o que rola na web

A revista exame publcou um artigo muito interessante que trata sobre como usar a internet para prospectar um bom emprego. Neste artigo há uma série (interessantes) de ferramentas que podem ser utilizadas na busca de uma recolocação profissional e o destaque fica por conta das ferramentas nacionais como Indica, Alludere e LinkedIn.

Parece-me que o mais interessante (por enquanto) é o LinkedIn (aliás, se quiser conhecer o perfil deste que escreve confira aqui) visto que tem um foco muito interessante em manter o relacionamento dos que o usufruem e cria um ambiente potencialmente forte de relacionamentos profissionais.

Segundo, sobre minha experiência com a ferramenta

Mantenho um perfil no LinkedIn desde dos tempos em que me enjoeei do Orcuti (www.orkut.com) – Creio que isto seja racível a qualquer um que se preocupa com sua carreira profissional: Orcuti não tem fins profissionais e não chega a ser razoável se for subvertido para tal finalidade. Lá se vão pelo menos 2 anos – Naqueles tempos o LinkedIn não passava de ‘míseros’ 10 milhões de usuários, o que me leva a crer que cheguei tarde. Hoje são mais de 40 milhões de perfis.

Tá, então o que estou escrevendo refere-se a encontrar um ‘Mundo de Oportunidades‘ simplesmente por fazer parte de ‘um site’ – Não, definitivamente não é isso que quero dizer. O que quero comentar é sobre o potencial que a feramenta tem de aproximar pessoas com interesses profissionais em comum e com isso potencializar a geração de oportunidades. Nada além.

Como bom Account Manager (assim espero) que sou, participo de algumas comunidades no LinkedIn, e numa delas tenho uma experiência muito boa: IT Sales Executives. Essa comunidade, que foi criada pelo Luis Figueiredo (em tempo, gente boníssima a figura) mantem seu foco nos profissionais que trabalham com vendas de produtos e serviços em Tecnologia da Informação, ou seja tudo a ver com o a gente aqui do PTI.

Pois bem, dia desses o Luis promoveu um evento para que as pessoas que participam da comunidade se encontrassem (fisicamente, claro) e como eu estava em São Paulo (capital) fiz questão de participar. Eis que, o Luis conseguiu a participação da Silvia Bassi (que é Presidente do Now!Digital, antigo IDG now!) para falar sobre como as mídias sociais tem influenciado o comportamento das pessoas e sua influência no mercado. Simplesmente sensacional. Aliás, se quiser ver a apresentação (que expõem pouco ou quase nada do que ela falou, veja por aqui).

Além de contar com uma presença extasiante (Silvia) fomos brindados com a oportunidade de manter contato com pessoas que tratam dos mesmos assuntos que um Executivo de TI trata, mantendo uma conversa franca e aberta a respeito das dificuldades e oportunidades da área.

Em tempo, no evento, a única pessoa de fora de São Paulo fui eu, mas Santa Catarina recebeu elogios veementes da Silvia sobre a participação nas mídias ‘alternativas’.

Por fim, de fato creio que muitas coisas devem mudar no relacionamento ocasionadas pelas Redes Sociais e a isto só tenho uma únia coisa a dizer: fique de olho.

Forte abraço!

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Marco Aurélio Neuwiem

Mais artigos deste autor »

Marco Aurélio Neuwiem é brasileiro com cidadania polonesa e tem trabalhado há 15 anos com tecnologia da informação no Brasil. Já foi desenvolvedor, analista, gerente de projetos e vendedor. Atualmente se dedica a projetos de inovação que façam Santa Catarina ser referência em Tecnologia da Informação.

Saiba mais em: http://about.me/neuwiem


4 Comentários

Jackson CasetJackson Caset
1

Grande Marco,

Realmente o LinkedIn é uma ferramenta e tanto para profissionais, sejam eles de TI ou não. Estou participando há pouco tempo, mas já pude fazer algumas amizades (ainda somente virtuais) e acabei encontrando pessoas interessadas em escrever para o PTI. Ponto pra nós.

SC estava muito bem representada no encontro, show de bola! ;)

Abraço

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">