Como uma VPN mantém a privacidade dos nossos dados?

Olá, PTIs!

Se há uma sigla no mundo da Tecnologia da Informação que ganhou força durante a pandemia, ela é a VPN. De leigos a profissionais experientes, milhões de pessoas que trabalham com um computador em home office ou que desejam privacidade ao navegar na Internet, conectam diariamente em serviços de VPN tal como da Surfshark (surfshark.com/pt-br/download/windows).

seguranca-informacao-rede-empresa

Mas, o que é exatamente uma VPN?

O termo, apesar de bastante difundido nestes tempos loucos de Coronavírus, ainda gera dúvidas para muitas pessoas que não sabem exatamente o que faz uma VPN e se ela realmente protege os dados trafegados.

A sigla VPN vem do inglês Virtual Private Network e, traduzindo para nosso bom e velho português, é uma Rede Virtual Privada. É uma tecnologia que utiliza a internet para conectar um grupo de computadores em rede mantendo a segurança dos dados que trafegam entre eles.

Um dos usos mais comuns de VPNs durante a pandemia é quando um funcionário acessa a rede da empresa em que trabalha utilizando a VPN fornecida pela mesma. Conectando através do serviço de VPN, o funcionário tem acesso à rede interna da empresa, podendo acessar documentos e programas trafegando dados de forma segura.

Além deste uso comum, VPNs são utilizadas também por quem busca privacidade na navegação na Internet. 

Como uma VPN mantém a privacidade dos nossos dados?

Serviços de VPN basicamente criam um túnel de dados criptografado entre sua rede local e um nó de saída em outro local, que pode estar a milhares de quilômetros de distância. Isso faz com que pareça que você está em outro lugar, permitindo que tenha liberdade na sua navegação ou a capacidade de acessar seus aplicativos e sites favoritos enquanto estiver em trânsito. Serviços como Netflix e Amazon Prime, por exemplo, disponibilizam um conteúdo distinto para cada país, de acordo com sua língua e costumes. Por isso, um assinante de algum destes serviços pode ter uma conexão VPN com o país de origem para ter acesso ao seu conteúdo preferido.

VPNs usam criptografia para embaralhar dados quando são enviados por uma rede, tornando os dados trafegados ilegíveis. A segurança dos dados é especialmente importante ao usar uma rede Wi-Fi pública, porque evita que qualquer outra pessoa na rede espie o que você faz na Internet.

VPNs também ajudam a esconder seu histórico de navegação! Sem uma VPN, seu provedor de serviços de Internet sabe todo o seu histórico de navegação. Já usando uma VPN, o histórico não é rastreável, pois sua atividade na Internet será associada ao endereço IP do servidor VPN, não ao seu. Serviços de VPN podem ter servidores espalhados em todo o mundo, isso significa que sua atividade de pesquisa pode parecer ter origem em qualquer um deles.

Como escolher um serviço VPN adequado às suas necessidades?

Abaixo seguem algumas sugestões de perguntas que podem ser usadas para escolher um bom serviço de VPN:

O serviço VPN respeita sua privacidade? O objetivo de usar uma VPN é justamente manter sua privacidade e segurança, por isso, é crucial que seu provedor de VPN respeite sua privacidade também. O serviço VPN deve ter uma política de não registro de dados, o que significa que eles nunca rastreiam ou registram suas atividades online.

Há limitação de dados? Dependendo de suas necessidades, a largura de banda pode ser um fator decisivo, então, certifique-se de que o serviço VPN não tenha limite para o tráfego de dados.

Onde estão os servidores? Avalie se o serviço VPN oferece servidores na localidade que você deseja ou necessita

Qual o custo? Lembre-se dos velhos ditados: “o barato sai caro” e “não existe almoço grátis”. Se você está buscando um serviço de VPN totalmente gratuito, tenha em mente que você vai “pagar” de alguma forma… Pode ser por meio de limitações (de banda ou tempo de uso, por exemplo), pode ser recebendo anúncios durante a navegação ou mesmo tendo suas informações coletadas e comercializada a terceiros. Qualquer tipo de operação empresarial tem custos e os usuários sempre são “cobrados” de alguma forma.

Bom, o artigo não tinha a pretensão de exaurir o assunto VPN, mas de dar uma pincelada de como uma VPN ajuda a manter nossa privacidade na Internet. Você pode ler mais sobre o assunto nos artigos abaixo:

Redação PTI

Mais artigos deste autor »

Portal dedicado ao compartilhamento de conteúdos relacionados a carreira em Tecnologia da Informação. Siga-nos nas redes sociais acima e acompanhe publicações diariamente :)


Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">