Cargos de TI: Arquiteto de Sistemas e Aplicações Junior/Pleno/Senior

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

1. IDENTIFICAÇÃO

Título do Cargo: Arquiteto de Sistemas e Aplicações
Nível: Não Executivo
Reporte: Coordenador Sistemas e Aplicações
Área: Sistemas e Aplicações
Diretoria: TI

Posição na Estrutura : JR 198 pontos / PL 275 pontos / SR 332 pontos

2. MISSÃO DO CARGO

  • Projetar e manter uma estrutura necessária para os sistemas e aplicações complexas, prestando suporte na implantação e na sua utilização durante a implantação da solução.
  • Prestar suporte a clientes e analistas nos casos de problemas envolvendo componentes da arquitetura dos sistemas e aplicações.

3. DESAFIO / COMPLEXIDADE / SOLUÇÃO DE PROBLEMA

  • Desenvolver estruturas de sistemas e aplicações, que gerem maior confiabilidade e desempenho, bem como o menor custo e que venham a atender as necessidades dos usuários.
  • Manter atualizados com as novas tecnologias encontradas no mercado.
  • Propor formas de desenvolvimento que ofereçam recursos tanto para aumentar a produtividade do programador, quanto para melhorar a qualidade do sistema e aplicação a serem desenvolvido.

4. ORGANOGRAMA

5. RESPONSABILIDADES PRINCIPAIS

  • Analisar e compreender as exigências e funcionalidades que o sistema e aplicação devera executar de acordo com os requisitos definidos pelos clientes, usuários e comercial;
  • Analisar os módulos e componentes para o desenvolvimento bem como os seus requisitos, visando encontrar ou apresentar uma arquitetura que satisfaça as necessidades do sistema;
  • Elaborar o escopo do projeto do sistema ou aplicação, definindo os padrões de arquitetura e a construção de diagramas de aplicação, selecionando os elementos estruturais e suas interfaces, mapeamento de conexões, sistemas internos e externos, tecnologia aplicada, requisitos de qualidade dos serviços, com os quais ele será composto.
  • Desenvolver um modelo de segurança, avaliando a autenticação, autorização, criptografia, logging, exceções, etc.;
  • Elaborar modelo de desempenho, considerando os requisitos de qualidade de serviços, o volume de processamento esperado e os objetivos de desempenho exigidos pelo sistema, assim como o orçamento disponível para estas;
  • Criar o protótipo de arquitetura da estrutura do sistema e aplicação, mapeando as questões para o correto desenvolvimento do sistema e aplicação;
  • Elaborar a comunicação da arquitetura do sistema e aplicação, certificando que seja compreensível à arquitetura;
  • Assegurar o sistema e aplicação entregue, esteja consistente com a arquitetura concordada, garantindo a qualidade e exigências definidas com o cliente;
  • Efetuar o acompanhamento do ciclo de vida do sistema e aplicação, visando manter atualizado com as necessidades do mercado.
  • Contribuir com o desenvolvimento de novos conceitos e melhorar as técnicas existentes, visando manter a empresa com a melhor tecnologia de ponta.

6. PRÉ-REQUISITOS NECESSÁRIOS À FUNÇÃO

6.1 ESCOLARIDADE:

  • Junior – Superior Completo em disciplina técnica necessária;
  • Pleno – Superior Completo em disciplina técnica necessária, desejável Pós em Gestão de Projetos ou TI ou Negócios.
  • Sênior – Pós Graduação em uma das disciplinas : Gestão de Projetos ou TI ou Negócios.

6.2 EXPERIÊNCIA:

  • Junior – Desejável 1 a 2 anos de experiência profissional em área de especialização.
  • Pleno – Desejável 3 a 4 anos de experiência profissional em área de especialização.
  • Sênior – Desejável 5 a 6 anos de experiência profissional em área de especialização.

6.3 CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS:

  • Junior – Inglês técnico básico, ferramentas de banco de dados, ferramentas de desenvolvimento de sistemas, levantamento de requisitos, modelagem de dados e requisitos.
  • Pleno – Inglês intermediário técnico, desenvolvimento e manutenção de sistemas, arquitetura orientada a serviços (SOA) e Gestão de Processos de Negócios (BMP).
  • Sênior – Inglês avançado, Gestão de Projetos e Gestão de Pessoas.

6.5 HABILIDADES E COMPETÊNCIAS ESSENCIAIS

  • Junior – Analise de rotina e resolução de problemas, tomada de decisões, conhecimentos avançados de Hardware e software, conhecimentos em planejamento de projetos;
  • Pleno – Planejamento e condução de projeto, condução de reuniões técnicas e liderança da própria equipe.
  • Sênior – Liderança de projeto, condução de reunião técnicas, habilidade de influenciar fornecedores e parceiros, trabalho sob pressão, redação de relatórios técnicos complexos.

Conteúdo destinado a profissionais da área de remuneração que estão na busca de informações para construir estruturas de cargos de TI.

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Ricardo Kazuro Chiyoshi

Mais artigos deste autor »

Graduado em Administração de Empresas pela ESAN - SBC e Pós-Graduado em Gestão de Pessoas na mesma instituição. Especialista em remuneração em uma empresa de Tecnologia, desde fevereiro de 2006, a empresa oferece produtos, serviços e soluções em Tecnologia e Contact Center, com aproximadamente 8.500 colaboradores.


Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">