Greve dos bancários e os problemas relacionados com a TI

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Greve Bancários Brasil

Por mais uma vez os bancários de todo o Brasil estão em greve, reivindicando os direitos que consideram cabíveis às suas situações. Não estamos aqui para julgá-los ou apoiá-los, mas sim, para falar um pouco sobre os problemas que isto pode ocasionar no setor de Tecnologia e para os clientes.

Além da diminuição no ativo de recursos humanos no setor de TI, há um aumento na utilização da Tecnologia da Informação. Sim, as partes correm para lados opostos, funcionários saindo e clientes entrando. Esta é a vida da tecnologia em uma greve dos bancários.

Neste momento, alguns pontos críticos são mais visíveis e irei comentar um ponto de cada lado.

Pela parte da TI (banco)

Com os bancos em greve, o aumento do uso de Internet Banking será significativo e alguns problemas poderão ocorrer, dentre eles a negação de serviço – que também é um problema para clientes.

Negação de Serviço: é um evento que o próprio nome diz: receber a negação da utilização de um serviço. Este problema pode ocorrer pela utilização em larga escala e excessiva de um serviço ou produto em questão.

Exemplo prático: muitos clientes estão utilizando ao mesmo tempo a função de pagamento, ocasionando a sobrecarga do WebService, logo, as operações não são concluídas.

Outro exemplo para demonstrar o que é a negação de serviço: na virada do ano, quando uma multidão resolve ligar ao mesmo tempo para amigos/família para desejar um feliz ano novo, ocorre uma sobrecarga nas operadoras de telefonia, ocasionando a tal negação de serviço.

Pela parte do cliente

Devido a paralisação das agências bancárias, a utilização do Internet Banking cresce, consequentemente pessoas que não o utilizavam podem passar a utilizar. Deste modo, programas maliciosos instalados e não conhecidos pelos usuários começarão a aparecer. Estes programas maliciosos (malwares) geralmente chegaram na máquina do cliente através de Phishing.

“Em computação, phishing é uma forma de fraude eletrônica, caracterizada por tentativas de adquirir fotos e músicas e outros dados pessoais, ao se fazer passar como uma pessoa confiável ou uma empresa enviando uma comunicação eletrônica oficial. Isto ocorre de várias maneiras, principalmente por email, mensagem instantânea, SMS, dentre outros.”

Wikipedia

Fugindo dos termos coloquiais, phishing, nada mais é que um método utilizado para roubar as suas informações sem que você perceba. Isto pode ocorrer pelo fato de você ter clicado em uma suposta “foto” que você recebeu por e-mail, ou uma “atualização” no Home Broker de sua corretora de investimentos, ou uma “atualização” da sua chave do banco, também recebida por e-mail. Deste modo, você acabou de instalar em sua máquina o famoso vírus do banco“, que fará o serviço de enviar seus dados e senha para o cracker em questão.

É sempre bom ficar atento(a), pois nestas greves um dos primeiros setores a receber/gerar problemas é o da informática.

Fonte: BlumenauTI

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Guilherme Strube

Mais artigos deste autor »

Autodidata por ambição, analista/desenvolvedor de sistemas por profissão e futebolista por paixão.

Entusiasta por segurança, gosta de estudar novas vulnerabilidades e tem espírito colaborativo.

É fundador do portal regional de Blumenau, o BlumenauTI.


Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">