Gerenciamento de Projetos: Cuidado com as tais “metodologias” e siglas

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Olá amigos leitores do PTI !

Quando se fala em gerenciamento de projetos cinco palavrinhas vem à mente da maioria das pessoas: PMI, PMP, PMO, PMBOK e metodologia.

gestao-projetos-metodologias-siglas-carreira

Imagem via Shutterstock

A partir daí você conclui que para ser um bom gerente de projetos você deve:

  • Conhecer a metodologia PMI
  • Conhecer a metodologia PMP
  • Seguir a metodologia PMBOK
  • Ser um PMO certificado

“Mas Vitor, é isso mesmo?”

Resposta: ERRADO! Mito, mito e mais mito!

Primeiramente PMI não é nenhuma metodologia e sim uma sigla que representa Project Management Institute, instituição internacional sem fins lucrativos que associa profissionais de gestão de projetos.

No começo dos anos 90 o PMI lançou um guia chamado PMBOK (Project Management Book Of Knowledge), atualmente em sua 5ª edição, que nada mais é do que um guia com um conjunto de boas práticas sugeridas para gestão de projetos. Reparou nas palavras guia e sugeridas que estão grifadas? O PMI não criou nenhuma “metodologia”.

Pior ainda é ver anúncios de vagas procurando profissionais com metodologia PMP ou certificados PMO!

O que existe é a certificação PMP (Project Management Professional) que consiste em um exame aplicado pelo PMI onde a pessoa atesta seus conhecimentos em Gerenciamento de Projetos.

PMO é a sigla para Project Management Office, traduzindo para o português: Escritório de Gerenciamento de Projetos. Trata-se de uma departamento da empresa especializado em dar suporte ao gerenciamento de projetos, provendo treinamentos, suporte, diretrizes, templates, cedendo gerentes de projetos e, dependendo da empresa, responsável por garantir que os projetos estejam alinhados com os objetivos estratégicos da empresa.

Após toda essa introdução teórica e cheia de siglas, vamos direto ao ponto. Conhecer as boas práticas e ser um profissional certificado é importante? Resposta: SIM!

“Mas Vitor, isso garante que serei um gerente de projetos de sucesso?”

Resposta: DE FORMA ALGUMA!

Não só no gerenciamento de projetos como na vida, o fator humano é decisivo! De nada adianta um forte embasamento teórico se você deixar de lado o fator comportamental, não saber interagir com as pessoas, não saber lidar com pessoas, emoções e sentimentos! É aí que entra o fator mais crítico e complexo de qualquer projeto, e que não está escrito em livro nenhum: O SER HUMANO!

“Mas Vitor, como lidar com o fator humano ?”

Leia meus artigos no PTI sobre o Manifesto Ágil que dão muito mais ênfase ao fator humano dos que às tais “metodologias” e “siglas”. São eles:

Abraços a todos e até o próximo artigo

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Vitor Massari

Mais artigos deste autor »

Profissional com mais de 15 anos de experiência em projetos de software. Sócio-proprietário da Hiflex Consultoria, profissional PMP e agilista, acredita no equilíbrio entre as várias metodologias e frameworks voltados para gerenciamento de projetos.
Lema: "Agilista convicto sempre, agilista obcecado jamais"


7 Comentários

Fábio Cruz
1

Muito bem comentado Vitor, estas letrinhas sempre aparecem por ai de forma equivocada, principalmente porque não é da área de projetos.
Aproveitando pessoal, PMO não é uma pessoa, então evitem utilizar “eu sou um PMO”. Uma pessoa pode ser um gestor ou gerente de PMO, mas não a entidade ou corpo em si. Como o Vitor disse acima, PMO é um departamento ou uma área responsável por apoiar ou gerenciar projetos, e não um gestor com responsabilidades de Super Gestor.
Continue com as suas contribuições que são sempre muito boas, e particularmente gosto do seu estilo de perguntar e responder para você mesmo: “E ai você gosta Vitor?”, “Claro que eu gosto!” haha, show de bola!

Elisete
2

Muito bem colocado Vitor, este simples texto deveria ser lido por todos aqueles que pretendem selecionar profissionais na área.

Eduardo Novoa Jahjah
3

Vitor, muito bem escrito. Simples, direto ao ponto e claro. Parabéns. Comecei a acompanhar os seus artigos depois que vi a divulgação dos mesmos no LINKEDIN.

Só espero que as pessoas leiam e não achem que ter certificações e saber o significado dessas siglas seja besteira, espero que leiam com atenção e notem que você mesmo diz, “Conhecer as boas práticas e ser um profissional certificado é importante? Resposta: SIM!”.

Agra, isso que você escreveu vai de encontro a outra discussão que li em outro fórum a respeito da qualidade dos recrutadores, que anda baixa.

Parabéns!! Abraços.

Marcos Nogueira
4

Excelente. É preciso desmistificar o que o mercado adota como padrão de forma errada e confusa. Parabéns pelo artigo. Instrutivo, direto, objetivo, didático. Abraços

Cleber Nunes
5

Realmente, há muita gente que acha “bonito” utilizar as siglas e a palavra “metodologia”, mas se esquecem de procurar entender o significado das mesmas.

Divulgar uma vaga procurando profissional com metodologia PMP e certificado PMO é o fim da picada!

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">