O que faz um Scrum Master?

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Você sabe qual é a rotina de trabalho de um scrum Master?

Observando o time de Scrum (Scrum Master, Product Owner, Time de Desenvolvimento), fica claro deduzir que o Time de desenvolvimento passa o dia programando e o “dono do produto”, ou Product owner, fica buscando as melhores definições para o “produto”. Mas, e o Scrum Master? É o gerente do projeto? É o mestre do Scrum? Qual é o seu papel?

time-equipe-desenvolvimento-scrum-agile

O Scrum Master trabalha focado em facilitar e potencializar o trabalho do Time de Scrum, utilizando seu conhecimento de Scrum, suas habilidades em lidar com pessoas, em facilitação, em comunicação, em resolução de conflitos, entre outras. O Scrum Master ajuda o Product Owner e o Time de Desenvolvimento a serem mais eficazes na realização do seu trabalho.

Isso não é nada fácil de se fazer, resolver impedimentos, promover mudanças organizacionais, ser neutro, facilitar e moderar discussões, fazer com que todos os papéis, eventos e artefatos do Scrum sejam bem compreendidos e executados. Imagine que o notebook de um integrante do time de desenvolvimento quebre e o processo atual da empresa para conserto ou troca de notebooks leva 15 dias, o Sprint é de 2 semanas e só se passaram dois dias do Sprint atual, o que fazer? O Scrum Master vai ter que se virar para resolver isso, e quando digo que promover mudanças organizacionais é um dos seus papéis, ele vai ter que mudar este processo para que resolva o impedimento.

Como o Scrum prega times auto-organizados, pode parecer estranho que muitos times ainda precisem de um líder, e o Scrum Master exerce esta função, porém, com o propósito único de servir e liderar o time em direção a que o time lidere a si mesmo.

Scrum-Master

 

O Scrum Master precisa estar presente, full-time, para o Time de desenvolvimento e para o Product Owner. Estando presente o mesmo sabe na hora dos obstáculos que podem impedir o trabalho do time, e assim, pode rapidamente tomar ações para removê-los antes que ameacem a meta do Sprint. Pode também perceber erros na utilização do Scrum e ensinar a prática correta, pode prever e resolver com mais eficácia conflitos entre os componentes do Time, enfim, precisa estar pronto para servir e à disposição de todos.

Como podemos ver, a rotina diária de um Scrum Master é repleta de desafios e recheada de muito trabalho, sendo necessário usar muitas técnicas e habilidades para alcançar o objetivo final junto com o time: entregar valor ao negócio.

Viu só? Sua impressão acerca do Scrum Master já mudou, não é?

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Rafael Auday

Mais artigos deste autor »

Bacharel em Sistemas de informação pela UNESA, agilista, apaixonado por tecnologia, trabalho com desenvolvimento de software desde 2005.
Certified Scrum Master pela Scrum Alliance, trabalho com metodologias ágeis desde 2010.
Atualmente atuo como Gerente de Produtos Digitais/PO na Concrete Solutions.


8 Comentários

Eduardo Le Masson
2

Excelente compreensão Auday!
Sou Analista desenvolvedor de Software e o ponto que destaco é que:
O Scrum Master estando sempre presente pode agir no momento em que é identificado um impedimento (Just in Time). Quando há motivação 100% da equipe, é comum querermos fazer mais do que o planejado e fica fácil perdermos o foco na história em si.
Uma das grandes características que um Scrum Master pode ter é deixar a equipe fazer seu próprio balanço entre os conceitos Fordistas(Entrega Rápida) e Toyotistas(Qualidade Total) e identificar desvios(Taylorismo). O maior desafio é não se envolver ativamente nas decisões da equipe de forma vertical com um peso maior do que outros parceiros de equipe.

Rafael Auday Autor do Post
3

Obrigado Lisa!

Eduardo, realmente é grande o desafio de um Scrum Master em não interferir nas decisões do time de desenvolvimento, principalmente se ele possui um grande background técnico.

Yuri
4

Minha impressão mudou e acho que muitos que se acham por aí deveriam ler este artigo.

Trabalhei em uma empresa onde o scrum master ao invés de facilitador Era literalmente o complicador das coisas…so que a gerência e diretoria não enxergavam isso. Achavam o cara ótimo.

Aí está a resposta….

Julio Bisneto
5

Auday, muito bom texto, parabéns.
Muito bom te ver aplicando e divulgando aquilo que aprendemos juntos.
Grande abraço

Renato
6

Sou desenvolvedor de software à 12 anos e durante essa experiência vivenciei muito os processos técnicos que lidam com a máquina. Como todo a etapa da vida penso que é natural mudanças no sentido de explorar e se ser bem sucedido em uma nova área.
Ao pesquisar me identifiquei bastante com a possibilidade de ser um Scrum Master lidar com o gerenciamento do projeto e aproximar mais dos recursos humanos.
Penso em realizar essa transição gradativamente.
Alguma dica para compartilhar?

Desde já agradeço

Rafael Auday Autor do Post
7

Oi Renato, minha dica para sua transição é para que sempre deixe o time decidir a melhor solução. Como você tem um background de 12 anos como desenvolvedor é natural que em uma planning você interfira nas decisões técnicas do time, então, se segure. Se a suas experiências indicam que o time está indo por um caminho ruim, tente induzir com perguntas a escolha do melhor caminho e nunca interfira diretamente na escolha do time.

Boa sorte!

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">