Salários das principais profissões de TI em 2018

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

As carreiras de TI estão entre as mais procuradas do mercado de trabalho. Isso acontece por que, geralmente, são oferecidos ótimos salários para cargos mais elevados, como de gerentes ou diretores. Isso não é uma regra, mas uma tendência facilmente observada, já que diversas profissões da área são muito bem remuneradas.

Como a tecnologia está se transformando em um ativo essencial para as empresas, e não mais diferencial, os profissionais da área estão cada vez mais valorizados. Não é raro encontrarmos aqueles que se destacam na área técnica e acabam assumindo posições estratégicas por conta de sua importância para o negócio.

Pensando nessa tendência, e na procura constante pela lista de remunerações mais altas da área, resolvemos elaborar um ranking das 10 carreiras mais bem remuneradas de TI. Esse estudo compreende dados de 2018 – baseados nestes dois artigos da Exame e da ITForum, com valores atualizados no Love Mondays -, o que já revela uma boa tendência para os próximos anos. Com base nisso, você, profissional da área, pode tomar decisões importantes na sua carreira.

10. Especialista de Redes

1-salarios-ti-2018

Média salarial (por mês): de R$ 4 mil a R$ 12 mil

O profissional de redes é o principal responsável por projetar, instalar, configurar, testar e manter a infraestrutura de redes dentro das organizações. Ele faz isso de acordo com as necessidades e demandas de cada empresa, levando em conta a quantidade de máquinas, espaço físico disponível e os softwares utilizados no negócio.

Esse profissional geralmente é formado em Redes de Computadores, um curso de graduação pouco ofertado pelas faculdades e universidades do Brasil. O aluno aprende sobre tópicos como Sistemas Operacionais, Computação em Nuvem, Cabeamento Estruturado, Tecnologias de Redes Locais, Segurança de Redes, Tecnologias de Redes de Longa Distância, etc. Em se tratando das certificações, a Cisco Certified Network Associate (CCNA) Routing and Switching e a Microsoft Certified Solutions Associate (MCSA): MCSA: Windows 8 e MCSA: Windows Server 2012 são bastante requisitadas.

9. Engenheiro de Software

2-salarios-ti-2018

Média salarial (por mês): de R$ 5 mil a R$ 13 mil

O Engenheiro de Software é uma denominação bastante ampla para um profissional que trabalha com o desenvolvimento de sistemas. Porém, além de simplesmente trabalhar com a parte de programação, a sua área de atuação também inclui o gerenciamento e execução de projetos, arquitetura e design de funcionalidades, e criação de testes para avaliar essas soluções propostas.

O Engenheiro de Software geralmente é formado em Ciência da Computação/Sistemas de Informação e domina o conhecimento das principais linguagens de programação, como Java, Python, C#JavaScript e outras. Aliado aos conhecimentos técnicos, esse profissional se beneficia de áreas como estatística, matemática, inteligência artificial e aprendizado de máquina para oferecer as melhores soluções.

8. Gerente de Infraestrutura

3-salarios-ti-2018

Média salarial (por mês): de R$ 5 mil a R$ 14 mil

O Gerente de Infraestrutura é o responsável por elaborar projetos, integrar sistemas, avaliar e identificar soluções tecnológicas. Diferente do Especialista em Redes, o seu foco de atuação é mais abrangente, podendo atuar em áreas não diretamente relacionadas a TI. Esse profissional não somente estuda as soluções, mas também é aquele que coordena as suas implementações dentro das organizações.

A formação desse profissional pode ser bem variada, indo da Ciência da Computação até Redes de Computadores. Como conhecimentos necessários, destaca-se novamente a amplitude das áreas que o profissional deve dominar. Porém, é desejável uma alta capacidade de liderança, já que esse profissional com certeza coordenará equipes (potencialmente grandes) na implementação de projetos.

7. CDO (Chief Development Officer) – Diretor de Desenvolvimento

4-salarios-ti-2018

Média salarial (por mês): de R$ 7 mil a R$ 14 mil

A partir de agora, a lista começa a contemplar os profissionais que se enquadram na categoria de executivos. O primeiro deles é o Chief Developement Officer, ou Diretor de Desenvolvimento, aquele responsável por coordenar a área de criação de programas e aplicativos dentro de uma empresa. Dentro de sua equipe, é normal encontrarmos programadores, engenheiros de softwares, designers e outras áreas relacionadas.

O profissional que se transforma em um CDO geralmente é aquele que domina muito bem uma das áreas de atuação de sua equipe, mas que também demonstra forte senso de liderança. Por conta disso, ele é promovido para coordenar os projetos que os seus pares recebem, mas possui também uma grande parcela de responsabilidade na execução.

6. COO (Chief Operation Officer) – Diretor de Operações

5-salarios-ti-2018

Média salarial (por mês): de R$ 9 mil a R$ 14 mil

O Diretor de Operações, ou Chief Operation Officer, é o executivo geralmente considerado o braço direito do CEO (Diretor Executivo). Esse é o profissional responsável por lidar com as rotinas do negócio, submetendo-se, muitas vezes, diretamente ao diretor da empresa. O COO tem uma visão generalista da organização e geralmente entende um pouco de cada área da empresa.

É bastante comum encontramos organizações que funcionem sem o COO. Isso vai depender bastante do tamanho da empresa. Porém, naquelas companhias em que o Diretor de Operações existe, suas responsabilidades praticamente se misturam com a do CEO (o que pode variar de um negócio para outro), mostrando o nível de responsabilidade que esse profissional precisa ter.

5. Gerente de Projetos

6-salarios-ti-2018

Média salarial (por mês): de R$ 9 mil a R$ 17 mil

O Gerente de Projetos é um cargo que tem ganhado cada vez mais destaque dentro das empresas ligadas à TI. De um modo geral, esse é o profissional responsável por planejar e controlar a execução de projetos em diversas áreas de atuação. Dentro do mercado tecnológico, ele coordena a implementação de soluções ligadas à área técnica, liderando muitas vezes grandes equipes.

Dependendo da escala da empresa, o Gerente de Projetos pode ter um campo de atuação que engloba vários países (até mesmo continentes). É por isso que o salário desse profissional pode variar bastante. Contudo, características como organização, capacidade nata de liderança e foco no resultado são imprescindíveis para os que almejam esse cargo.

4. Gerente TI

7-salarios-ti-2018

Média salarial (por mês): de R$ 14 mil a R$ 40 mil

Gerente de TI é o responsável por gerenciar projetos especificamente na área tecnológica. Ele se diferencia do Gerente de Projetos tradicional por atuar de forma mais focada e possuir outras responsabilidades. Esse profissional gerencia projetos em todos os seus estágios, desde o planejamento até a execução, envolvendo áreas como infraestrutura e sistemas, e planejando aspectos como níveis de acesso, auditorias e continuidade dos serviços.

Esse cargo é a evolução natural de carreiras como Gerente de Projetos, Engenheiro de Software ou Gerente de Infraestrutura. Para se tornar qualificado, o futuro Gerente de TI precisa demonstrar domínio de sua área técnica, bem como um forte senso de liderança e capacidade de execução. Dependendo da escala da empresa, o salário dessa profissão pode ser altíssimo.

3. CSO (Chief Security Officer) – Diretor de Segurança

8-salarios-ti-2018

Média salarial (por mês): de R$ 22 mil a R$ 40 mil

O Diretor de Segurança é o cargo máximo de uma empresa responsável por desenvolver, implementar e manter as políticas relacionadas aos diversos aspectos de proteção de dados dentro da organização. O seu nível de responsabilidade é muito grande, pois estamos falando do profissional que coordenará iniciativas de compliance, operacionais, financeiras e outras e grande risco para o negócio.

Além de dominar todas as capacidades técnicas, o CSO também precisa ter a habilidade de incentivar boas práticas dentro das organizações. Como hoje a informação é o bem mais precioso das empresas, esse profissional precisa estar atento às principais tendências de invasão de softwares e sistemas para estar sempre preparado. O Diretor de Segurança é um cargo que se reporta diretamente para o CEO de uma companhia.

2. CIO (Chief Information Officer) – Diretor de TI

9-salarios-ti-2018

Média salarial (por mês): de R$ 22 mil a R$ 40 mil

O Diretor de TI é o cargo máximo de uma empresa responsável por toda a parte de informática. Esse profissional também responde diretamente ao CEO e tem como responsabilidade zelar por toda a infraestrutura tecnológica da corporação. Dependendo da escala do negócio, esse cargo pode se confundir com o de um CSO ou de um CTO. Porém, em organizações bem estruturadas, o CIO tem funções claras e muito bem definidas.

Como a tecnologia tem evoluído muito nos últimos anos, o cardo de Diretor de TI tem sido muito valorizado pelas companhias. Afinal, estamos falando do profissional que vai cuidar de absolutamente tudo ligado a TI, desde a implementação de sistemas até a condução de novas políticas de segurança da informação.

1. CTO (Chief Technology Officer) – Diretor Técnico

10-salarios-ti-2018

Média salarial (por mês): de R$ 27 mil a R$ 40 mil

Como cargo final da lista, temos a função de Diretor Técnico, aquela que possui a maior média salarial dentro todas as carreiras ligadas à TI. Como dito anteriormente, a atuação de um CTO pode se confundir muito com a do CIO e CSO em empresas de pequeno porte ou com uma estrutura não muito definida. Contudo, em organizações de grande escala, o CTO está acima dessas carreiras, cuidado de absolutamente toda a parte técnica, o que eventualmente sobrepõe até mesmo a área de TI.

Além de dominar os conhecimentos técnicos, o CTO também tem uma grande visão de negócio. É isso que geralmente o diferencia de seus pares. Por conta disso, é normal o Diretor Técnico dividir várias responsabilidades com o próprio CEO, ajudando diretamente a levar as organizações na direção de seus objetivos.


E aí, você já alcançou alguma destas TOP carreiras da TI? Se sim, compartilhe suas experiências.

Não alcançou ainda? NÃO DESISTA! Existem sim bons salários na nossa área ;)

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

1 Comentários

Fábio Breda
1

Sou Administrador de Redes e Segurança a bastante tempo, é uma área muito legal, porém exige muita responsabilidade e conhecimentos, realmente a matéria cita características reais da profissão, como salário e atividades, trabalho com tecnologias de virtualização como VMWARE e HYPER-V, plataformas em nuvens como AZURE, AWS entre outras também estão crescendo muito, por isso especialize-se neste segmento. Sei que os cursos são um pouco caros e as certificações mais ainda, o conselho que tenho aos iniciantes é aproveitar muitos conteúdos gratuitos para estudos na internet. A segurança de dados é um fator muito importante na administração de redes, firewalls, routers, switches também é um segmento bem legal, mas atente-se ao foco principal em sua carreira. Boa sorte a todos.

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">