RegDelNull: O que é, para que serve, como instalar e usar

Olá, pessoal!

Neste artigo estarei apresentando mais uma ferramenta útil do Windows Sysinternals (Winternals), uma suíte que oferece recursos e utilitários técnicos para gerenciar, diagnosticar, solucionar problemas e monitorar um ambiente Microsoft Windows. Caso ainda não tenha lido, veja também o artigo onde apresento a ferramenta PsInfo.

Vamos ao que interessa: o que é o RegDelNull?

RegDelNull é uma ferramenta de linha de comando que tem como objetivo excluir os registros com chaves nulas da HKLM (HKEY_LOCAL_MACHINE). Para quem desconhece ou está começando na área de TI, HKLM é o local dentro do Windows onde são armazenados todos os registros no sistema com suas chaves e sub-chaves.

Segundo o site da Microsoft, estas chaves não ficam armazenadas diretamente no disco e, sim, no núcleo do Windows. Por isso que tratar registros do sistema é mais complicado do que parece e deve-se ter conhecimentos avançados sobre ele para não comprometer o sistema.

Como instalar o RegDelNull?

O primeiro passo é baixar esta ferramenta RegDelNull clicando aqui. A ferramenta pode ser utilizada a partir do Windows Vista de versão 32 bits.

No arquivo baixado, clique com o botão direito do mouse e depois clique em “Extrair”. Caso esteja utilizando um descompactador de terceiro, que não seja do próprio sistema, não esquecer de clicar na opção de extração que crie a pasta. 

regdelnull_01

Após descompactar, podemos reparar que existem  duas versões do aplicativo executável “RegDelNull”. Um para computadores com processadores 32 bits e outro para a versão 64 bits. 

Nos dias atuais, a grande maioria (para não dizer todos) os computadores novos são 64 bits, então aqui é indiferente qual versão será executada. 

regdelnull_02

Como usar o RegDelNull?

Diferente do artigo anterior, onde foi utilizado o “PowerShell” para executar a PsInfo, neste aqui será utilizado o “Prompt de Comando”, mas para quem preferir utilizar o PowerShell, só não esquecer de colocar “./” antes do executável.

Como o “CMD (Prompt de Comando)” não está como padrão nas versões atuais do Windows 10, iremos digitar “cmd” no campo de pesquisa localizado na barra de tarefas. Aparecerá o aplicativo “Prompt de Comando”, o qual iremos executá-lo como “Administrador”. Podemos clicar na opção “Executar como administrador” localizado a direita, ou clicando com o botão direito do mouse em cima do “Prompt de Comando” e clicar com o botão esquerdo do mouse na opção de mesmo nome para termos permissões elevadas.

Caso por opção de ter customizado o sistema e ter ocultado o campo e pesquisa, poderemos clicar com o botão direito do mouse em cima da logo do menu do Windows, situado no canto inferior esquerdo da tela, depois clicar com o botão esquerdo do mouse em “Executar” e depois digitar cmd no campo que aparece do executar e em seguida clicar em OK ou pressionar a tecla <Enter>.

regdelnull_03

Com o “Prompt de Comando” aberto, iremos acessar a pasta onde está o arquivo executável do RegDelNull. No caso aqui, a pasta do aplicativo ficou dentro de “Downloads” no usuário que está logado. Caso queira que apareça para todos os usuários que logam no sistema, poderá colocar em uma pasta compartilhada na rede ou na raiz do disco local.

Para acessar direto a pasta do arquivo executável precisamos colocar o caminho completo do diretório. Neste exemplo aqui será digitado “cd:\Users\lqgusso\Downloads\Regdelnull” seguido de pressionar a tecla <enter>.

regdelnull_04

Ao entrar neste diretório, digitaremos o nome do aplicativo executável seguido dos parâmetros. Não tem a necessidade de colocar a extensão “.exe”, mas como aqui iniciei digitando o nome do aplicativo e depois pressionei a tecla “Tab”, o Windows coloca a extensão ao completar o nome.

Além do nome do executável, colocamos o parâmetro “-s -y hklm“, onde o parâmetro “s” busca as chaves de registros nulas e as sub-chaves e o parâmetro seguinte “y” é para pedir confirmação se queremos mesmo excluir estas chaves (caso queira excluir direto, remova a opção y).

A opção “hklm” é o lugar que será escaneado, seguindo de pressionar a tecla enter para executar o comando.

regdelnull_05

Na imagem a seguir, é demonstrado o momento que a RegDelNull está escaneando todos os registros que tenham chaves nulas embutidas.

regdelnull_06

Como no caso aqui o sistema está limpo, sem chaves nulas, a ferramenta mostra como escaneamento completo.

regdelnull_07

No outro exemplo a seguir, foi colocado um caminho em específico para escanear que no caso foi hklm/software, ficando o comando completo desta forma: “RegDelNull.exe -s -y hklm\software” <enter>.  Caso tivéssemos digitado um caminho que não existisse, retornaria uma mensagem de erro.

regdelnull_08

É isso, prezado leitor(a)! 🙂

Lembrando que, tanto o PsInfo que mostrei em outro artigo, como o RegDelNull, são recursos e utilitários técnicos disponíveis em uma suíte chamada Windows Sysinternals que é usada para gerenciar, diagnosticar, solucionar problemas e monitorar um ambiente Microsoft Windows. São ferramentas muito interessantes para serem usadas por técnicos em informática ou mesmo usuários (com um pouco mais de conhecimentos) que queiram dar manutenção em seus sistemas operacionais.

Caso tenha qualquer dúvida, deixe seu comentário abaixo.

Luciano Gusso

Mais artigos deste autor »

Formado em Analise e Desenvolvimento de Sistemas, com MBA em Gestão de Projetos.
Trabalhando há mais de 20 anos na área de TI, prestando suporte técnico e consultoria à empresas e usuários finais.


Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!