Profissionais Capacitados vs. IPv6

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Não é preciso ser especialista para ver que o crescimento de dispositivos conectados a internet cresceu muito nos últimos anos e tende a crescer ainda mais, já que em um futuro não tão distante muitos ou talvez todos dispositivos eletrônicos e eletrodomésticos presentes hoje em nossas vidas estarão conectados à internet.

Com o crescimento exponencial de dispositivos conectados à internet, muito se tem falado sobre o substituto do Internet Protocol versão 4 (IPv4) devido ao futuro esgotamento de IP’s válidos, surgindo então o seguinte problema: Será que existiria um número suficiente de profissionais de TI capacitados para suprir uma futura demanda de remodelação da estrutura das empresas aqui do Brasil para suportar o IPv6?

Infelizmente muitos cursos técnicos ou de graduação na área de TI aqui no Brasil ainda não estão preparando os futuros profissionais para atuarem com o IPv6, fazendo com que exista uma dificuldade em encontrar mão de obra para atuar com o novo protocolo, o que acaba dificultando a migração em nosso país.

De fato, para o usuário final, não interessa em grande parte qual a versão do protocolo IP está sendo utilizado em seus dispositivos conectados à internet, o usuário deverá apenas se preocupar se os equipamentos que possui oferecem suporte ao IPv6. Já para o profissional de TI, ter certo conhecimento e experiência com o novo protocolo será de extrema importância e até mesmo um caso de sobrevivência ou não no mercado de trabalho, pois o IPv6 tende a fazer cada vez mais parte da vida dos profissionais juntamente com o IPv4, até que o protocolo atual seja abandonado definitivamente.

É óbvio que a falta de profissionais qualificados e a grande demanda por profissionais deste tipo fazem com que os salários oferecidos pelas empresas se tornem altos, o que acaba sendo interessante de certa forma o profissional se dedicar a estudar/aprender sobre o novo protocolo.

Neste link é possível ter acesso a um curso introdutório muito bom para quem está começando a conhecer/trabalhar/estudar o IPv6.

Este curso é oferecido pelo CGI.br (Comitê Gestor da Internet no Brasil) e pelo NIC.br (Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR). O curso é parte do projeto IPv6.br que tem por objetivo incentivar o uso do IPv6 aqui no Brasil.

Outro curso, só que agora presencial, também pode ser visto em http://www.ipv6.br/IPV6/MenuIPv6CursoPresencial, mas este por sua vez é pago e custa R$ 3.000,00. As Informações mais detalhadas, bem como algumas apostilas podem ser vistas no próprio link.

Lógico que os cursos citados acima são apenas introdutórios e básicos, quem souber de outros cursos mais avançados sobre o IPv6 aqui no Brasil, sinta-se a vontade para indicar nos comentários.

Aqui neste link existe um serviço de certificação em IPv6 gratuito oferecido pela Hurricane Eletric Internet Services que pode ser muito útil para quem está interessado em provar seus conhecimentos em IPv6.

Fica ai a dica!

Deixem suas opiniões e complementos ao post!

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

3 Comentários

Fernando Surian
1

Muito bem lembrado, a respeito desse assunto, precisamos de mais incentivo e que as faculdades também visem essa mudança como uma matéria mais importante para podermos estar prontos desde já para migração.

Joaquim
2

Ótimo texto! realmente hoje é raro encontrar instituições de ensino que abordam o IPv6 em profundidade. vlw a dica do certificado também.
abç

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">