Como se destacar na área de TI

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Todos nós sabemos que tecnologia da informação – TI envolve muitas atividades que unidas formam todo o conjunto computacional e sistemas de informação de uma empresa.

Embora muitos discordem, a área de TI é hoje uma das que mais crescem. Em vista de uma nova onda de recessão globalizada,é preciso que se invista em infraestrutura e inovação. Ou seja,empresas de soluções em TI tem de se preparar cada vez mais para atender aos seus clientes corporativos que necessitam evoluir para continuar crescendo ou, no mínimo, continuar firme no mercado . E para se destacar, profissionais da tecnologia da informação precisam ter mais do que apenas conhecimento técnico .

O que fazer para ser um diferencial na área?

Neste cenário, apenas exaltar o desempenho de softwares e hardwares não é nada perto da tarefa de estudar o perfil de negócios da marca, desenredar os problemas-chaves e desenvolver um projeto alinhado ao orçamento disponível, dentro das possibilidades. Além disso, é preciso contar com uma estrutura tecnológica e de suporte de alto nível. Diante desse desafio que se impõe ciclicamente e cada vez mais, seguem mas algumas dicas.

Tenha uma boa visão de negócio , sai na frente o profissional com perfil dinâmico, que procura entender o negócio e o mercado no qual se insere. As empresas buscam pessoas capazes de utilizar o seu conhecimento técnico para alavancar o faturamento.

Desenvolva uma audição reflexiva. Mais do que impressionar a todos com os seus conhecimentos, aprenda a ouvir atentamente aos seus clientes e a sua equipe de trabalho. Depois, dê retorno, argumente, se contraponha ou complemente a informação. É importante que as pessoas a sua volta sintam-se “ouvidas”;

Seja tecnicamente o melhor.  Independentemente do tipo de tecnologia ou aplicação com que trabalha, conheça-a a fundo. Não haja de forma competitiva ou soberba, seja somente o melhor.

Submeta à Diretoria Executiva o desenvolvimento de sistemas e o seu desempenho, revendo necessidades adicionais e identificando possíveis impactos, bem como apresentar sugestões para correção ou ampliação das informações.

Seja consistente, mas não previsível. Dê aos seus clientes uma visão consistente de quem é você, da empresa que representa e do que pode fazer por eles. Seja assertivo ao expor detalhadamente o que é preciso fazer para alcançar os objetivos da empresa contratante.

Não tenha medo do seu chefe (líder, coordenador, gerente, diretor e etc.), afinal de contas ele é a pessoa que mais deve confiar em você e em seu trabalho, ele te contrata, te acompanha e te promove ou demite. Procure ter sempre um bom relacionamento com ele.

Evite ficar frustrado quando uma “solução ideal” não é aceita pelo cliente. Trabalhe esse sentimento dentro de você com a mesma rapidez com que parte em busca de novas soluções.

Dentro de uma regularidade procure receber feedbacks de seus gestores. As boas práticas dizem que o start do feedback deve partir de sua liderança, mas se isso não acontecer , não se acanhe e cobre. Um feedback tardio pode custar muito caro para você (Já custou pra mim). Quando o receber, absorva o máximo desta conversa de coração aberto. No calor do momento muitas criticas devem e podem parecer negativas, mas lembre-se que não existem criticas negativas, a pessoa esta somente lhe dizendo a forma que ela te enxerga.

Você ama informática? Ama o prompt de comando? Ama digitar sintaxes complexas ou entender scripts que ninguém tem a menor ideia para que serve? Ok, isso é ótimo, porém tenha um hobbie que lhe distraia e lhe tire dessa vida por alguns instantes. Qualquer coisa pode ser, desde corrida no parque até HQ’s, música ou qualquer outra coisa. O intuito é esfriar a cabeça em seus horarios de livres. Isso lhe ajudará nos períodos críticos.

E  como  já dizia o coach norte-americano David Herdlinger: “Na área comercial, quem é limitado vende produtos e serviços. Os bons vendem soluções. Mas os grandes vendem ao cliente resultados mensuráveis”. Tenha sempre isso em mente.

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

3 Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">