Cinco motivos para não deixar de levar sua empresa para as nuvens

O cloud computing, a famosa nuvem, cada vez faz mais barulho. É inegável que as milhares de vezes que ouvimos alguém falando em nuvem, sempre faz-se em nossa cabeça a imagem de futuro. No entanto, o cloud está muito mais para realidade do que para tendências nos próximos anos. Por isso, abaixo relaciono cinco motivos para não deixar de levar sua empresa para as nuvens e já fazer parte dessa realidade:

1 – Flexibilidade e escalabilidade: Migrar sua empresa para cloud computing significa expandir seus horizontes. As informações, documentos e aplicações da companhia passam a estar disponíveis na internet, tornando-se acessíveis a partir de qualquer conexão web, levando flexibilidade e mobilidade. Além disso, todo seu negócio torna-se escalável, não deixando a empresa presa a uma estrutura rígida de capacidade e processamento, possibilitando a expansão de espaços e velocidades sempre que necessário.

2 – Redução de custos: Um dos maiores desafios em qualquer companhia é a gestão da infraestrutura de TI. Softwares, Hardwares, manutenção e atualizações acarretam investimentos enormes. Ao se migrar para a nuvem, os investimentos são mínimos, como licenças de uso, por exemplo.

3 – Aumento de eficiência: Outro ponto que traz retorno sobre o investimento é na questão da performance. Primeiramente, a mobilidade é um ponto extremamente positivo para o aumento da eficiência. Além disso, a disponibilidade, escalabilidade e elasticidade são fatores que combinam para ganho em agilidade.

4 – Redundância: Um dos maiores custos e dificuldades de uma infraestrutura de TI é a redundância. O backup de toda a rede e aplicações de uma companhia é extremamente lento e custoso. O cloud computing oferece as facilidades de sempre manter a redundância de todas as informações, sem que a empresa tenha de se mobilizar para isso.

5 – Foco nos negócios: Começar a atuar em nuvem significa parar de se preocupar e demandar seu tempo com a infraestrutura de TI, e passar a focar os negócios da companhia. Com a consolidação do cloud, os CIOs ou responsáveis passarão a atuar como gestores de contratos, cobrando SLAs e buscando inovações e diferenciais competitivos para a empresa.

Autor: Alexandre Otto - CEO da empresa IPconnection


Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!


+ dois = 4

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>