Escalando o Agile além do desenvolvimento de software

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Olá amigos do PTI,

Hoje gostaria de falar um pouco sobre como o Agile pode ser utilizado fora do desenvolvimento de software.

Utilizar o Agile no gerenciamento de projetos já é uma realidade e o mercado brasileiro vem ganhando maturidade no assunto a cada ano, além do aumento de empresas e coaches voltados para orientar as empresas no uso do Agile.

Se você quiser se aprofundar mais um pouco no assunto, veja alguns dos artigos que já escrevi sobre o assunto:

Vamos pensar agora na gestão de produtos: se eu traçar uma estratégia de pequenas entregas do produto (small releases), priorizando por recursos que agreguem maior valor ao cliente final, colaboração e interatividade entre equipe de produto, equipe de venda, equipe de marketing e equipe de criação, diariamente fazer um alinhamento de 15 minutos sobre o andamento da criação do produto, validar o produto antes da entrega e ao final de cada entrega fazer uma reflexão sobre: o que produto tem de bom, o que não está dando certo e o que pode melhorar. Podemos considerar que estou usando a filosofia do Agile e sendo ágil?

Mais uma situação: como conduzir uma startup usando Agile? Eu traço uma estratégia de venda a curto prazo que reflita a visão e valores da empresa e busque entregar valor ao seu público alvo. Diariamente faço um alinhamento de 15 minutos com minha equipe. Divulgo o serviço, faço contatos comerciais e meço se o meu serviço está tendo a procura esperada. Reflito o que está dando certo, o que não está dando certo e o que pode ser melhorado. Reviso minha estratégia e traço uma nova estratégia de venda a curto prazo.

E se falarmos de marketing usando Agile? Traçamos uma estratégia de campanha a curto prazo, alinhamos diariamente com a equipe, analisamos os resultados da campanha, entendemos o que está dando certo, o que não está e o que pode ser melhorado. Com base nesta reflexão, fazemos as devidas adaptações em nossa campanha e fazemos um novo planejamento a curto prazo.

E se eu pensar no conceito de vida ágil? Quero perder peso! Estabeleço uma meta de perda de peso e começo a controlar minha alimentação. Diariamente reflito se estou firme e forte no meu regime e depois de um curto prazo me peso para saber se minha dieta está dando resultado. Verifico se minha dieta está adequada e reflito sobre o que está dando certo, o que não está dando certo e o que pode ser melhorado em minha dieta. Caso necessário faço as devidas adaptações na minha dieta e traço o meu novo plano até a próxima pesagem.

Com estes exemplos “fora da caixa” espero ter passado a mensagem que o Agile, muito mais que um framework para desenvolvimento de software, trata-se de uma filosofia de vida que pode ser aplicado em diversas esferas.

“Mas Vitor, dá para aplicar Agile na gestão de programas e portfólios?”. Assunto para o próximo artigo, ok? ;-)

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Vitor Massari

Mais artigos deste autor »

Profissional com mais de 15 anos de experiência em projetos de software. Sócio-proprietário da Hiflex Consultoria, profissional PMP e agilista, acredita no equilíbrio entre as várias metodologias e frameworks voltados para gerenciamento de projetos.
Lema: "Agilista convicto sempre, agilista obcecado jamais"


Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">