8 habilidades (Skills) essenciais para um bom Profissional de TI

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Neste artigo vamos ver as habilidades essenciais que um profissional de TI deve ter, as Skills. Este é um ótimo complemento para o nosso artigo 9 Dicas Incríveis sobre Carreira de TI.

A todo momento surgem estes novos termos e palavras para definir coisas que já existem há muitos e muitos anos e o pessoal de RH e do “Office” adora estas palavrinhas novas, principalmente termos em inglês.

Sendo assim, a onda do momento é citar “hard” e “softskills ao se referir às habilidades que um determinado trabalho exige.

Você sabe o que são Skills?

  • Skill = Habilidade
  • Hard Skill = Habilidades principais, o que você realmente faz na sua profissão.
  • Soft Skill = Habilidades secundárias, que auxiliam no seu dia a dia como profissional.

Você precisa ter conhecimentos específicos e a capacidade de aplicar o seu conhecimento para executar as tarefas exigidas, essas são as Hard Skills.

Mas você também precisa funcionar bem dentro do contexto mais amplo de sua empresa, ter atitudes certas, capacidade de colaborar de forma produtiva e se comunicar de forma eficaz, essas são as Soft Skills.

No mundo globalizado e competitivo de hoje, todo profissional de TI precisa ter hard e soft skills para ter sucesso.

Por exemplo, a segurança das informações é prioridade em todas as indústrias, já que as organizações lutam para afastar hackers, ataques e encontrar maneiras de protegerem melhor os seus dados.

Obviamente, as habilidades específicas de segurança são obrigatórias para o currículo de qualquer profissional de TI.

Mas quais outras habilidades são exigidas pelos empregadores?

  • Você sabe se comunicar com os usuários?
  • Sabe lidar com a cultura da empresa?
  • Consegue mensurar o impacto financeiro da tecnologia no determinado negócio que você atua?

É isto que vamos ver agora, aqui estão 3 hard skills e 5 soft skills essenciais para o seu currículo.

Hard Skills: a experiência do profissional

1. Know-how técnico

Não basta estudar somente a sua área específica, você deve entender como as diversas áreas de TI funcionam, como elas trabalham juntas, e por quê:

  • Compreender a arquitetura e gerenciamento de sistemas operacionais, virtualização e cloud;
  • Deve ter a capacidade de projetar e avaliar sistemas e arquiteturas de rede;
  • Proficiência em linguagens de programação e scripts;
  • Compreender como os componentes funcionam (roteadores de rede, switches, firewalls, balanceadores de carga de rede, etc.)

Veja bem, você não precisa ser ninja em tudo isso, sempre aconselho a ser especialista e manter o foco em que você gosta e sabe fazer melhor, mas é preciso ter conhecimento para se comunicar e trocar informações técnicas com seus colegas.

2. Resolução de Problemas

Você deve ser capaz de diagnosticar problemas e analisar dados. Isso requer tenacidade e atenção aos detalhes.

E não esqueça que resolver problemas em um ambiente em rápida evolução, também requer uma abordagem inovadora e orientada para o futuro. Em TI não basta você pensar em uma solução para o momento, sempre pense no cenário futuro.

3. Desenvolvimento do profissional de TI

O aprendizado contínuo não é uma “habilidade” em si, mas sem educação contínua não pode haver uma melhoria contínua nas habilidades técnicas.

Os profissionais de TI devem:

  • Acompanhar e compreender as informações mais recentes sobre tendências, melhores práticas, padrões e métodos;
  • Conhecer e compreender as últimas vulnerabilidades baseadas na internet;
  • Se tornar um especialista na área que atua.

Sei que é chato ficar todo dia antenado nas notícias sobre tecnologia, o que eu faço é assinar alguns dos melhores sites sobre os assuntos que me interessam e tirar uns minutos por dia para um leitura rápida no que está acontecendo, se algo me chama atenção faço uma leitura mais aprofundada.

Soft Skills: o profissional de TI completo

1. Motivação

Ninguém espera que você dedique sua vida pela empresa. Esta história de vestir a camisa da empresa é uma grande bobagem e já está ultrapassado. Você deve fazer o seu trabalho por você, para sua carreira, pois se você for um profissional acima da média e trazer resultados para a empresa, você está se tornando um profissional melhor e pode almejar novos cargos, melhores salários ou até desenvolver competência para abrir sua própria empresa.

Mas se você não está motivado com seu trabalho e em trazer valor para sua organização, você está no trabalho errado ou na empresa errada.

A motivação mantém você no dia do dia e você precisará dela quando tiver que informar e inspirar outros na sua organização para questões e soluções de TI.

2. Adaptabilidade

Em um mundo onde a mudança é constante, nada muda mais rápido do que a tecnologia e as ameaças às informações a adaptabilidade permite identificar e se adaptar as mudanças.

3. Comunicação

Dependendo da sua posição, você deve interagir com a gerência, colegas de trabalho, clientes e/ou fornecedores.

Isso requer:

  • Capacidade de expressar conceitos complexos verbalmente e por escrito, tanto para o público técnico quanto para não técnicos;
  • Habilidades de apresentação;
  • Capacidade de ouvir “atentamente”;
  • Leia sobre “Inteligência Emocional“.

4. Colaboração

Você pode ter que trabalhar em estreita colaboração com outros profissionais de TI, mas atualmente você deve ter habilidades colaborativas mais amplas.

Deve ter a capacidade de trabalhar bem com indivíduos e departamentos de toda a organização. Essa é uma das razões pelas quais as habilidades de comunicação são tão críticas.

5. Networking

O networking permite que você expanda seus contatos pessoais, o que é bom para o desenvolvimento de carreira.

Você também pode aproveitar a experiência e a visão de outros profissionais de TI para ajudar a desenvolver soluções melhoradas para sua própria organização.

Conclusão

Mesmo com todo conhecimento técnico de TI, os maiores problemas ocorrem por erro humano, fazendo com que o funcionamento da TI seja um trabalho de todos.

É incumbência dos profissionais de TI explicar aos colegas de trabalho por que a TI é tão crítica, o que eles podem e devem fazer todos os dias para melhorar seu trabalho e produtividade.

No entanto, essas pessoas não falam a linguagem de TI, então você deve ser capaz de explicar os riscos e as soluções em uma linguagem facilmente compreensível, sem jargões e termos técnicos desnecessários.

O que o mercado está exigindo são profissionais de TI cujas capacidades transcendem as habilidades técnicas, criatividade e capacidade de aprofundar a busca de soluções em uma escala mais ampla.

Por este motivo, muitos líderes corporativos e governamentais estão valorizando as soft skills, pois a informação não tem valor a menos que você possa converter esse conhecimento em inteligência comercial e gerar resultado.

Existem muito mais soft skills e sua exigência varia de empresa para empresa, aqui foram citadas algumas das essenciais para o profissional de TI.

Com o equilíbrio certo de hard e soft skills, os profissionais de TI podem posicionar-se para desenvolverem seu próprios futuros, bem como o futuro de suas organizações.

E lembre-se: faça o que tiver que fazer, mas faça por você e pela sua carreira.

Um abraço e sucesso!

Publicado originalmente em Diário de TI

AGRADEÇA AO AUTOR COMPARTILHE!

Demian dos Santos

Mais artigos deste autor »

Analista de Infraestrutura com MBA em Segurança, COBIT, ITIL, ISO 20000, tenho mais de onze anos de experiência em Infraestrutura, Gestão de TI , Segurança da Informação e Tecnologia de Negócios. Sendo mais direto, eu resolvo problemas de TI para que eles não afetem o negócio e busco soluções em tecnologia para o negócio gerar mais resultado.


2 Comentários

Lima
2

Apenas uma: puxar o saco, se enturmar, participar do bolão da empresa, pagar pau pra gostosa do departamento só para encher a bola dela, almoçar com os caras certos, que são os sarristas e os amigos do chefe. ou seja, tem q fazer parte do time “certo”

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos com * são obrigatórios!

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code class="" title="" data-url=""> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong> <pre class="" title="" data-url=""> <span class="" title="" data-url="">